Rival Machine: EP demonstra a garra da banda

Resenha - Inimigo do Homem - Rival Machine

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Écio Souza Diniz, Fonte: Pólvora Zine
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O crossover é um estilo que no Brasil teve suas portas abertas graças à DORSAL ATLÂNTICA, que deu início a união de Metal e punk, dois estilos até então “rivais”. Desde então, surgem boas bandas dispostas a mandar um som honesto e direto, como era feito naqueles saudosos anos 80.
5000 acessosRock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 19855000 acessosBayley, Wilson e Cherone: grandes erros na história de grandes bandas

Os baianos da RIVAL MACHINE estendem a bandeira de seu estado, mostrando que lá uma cena de qualidade no quesito Thrash/Hardcore. Este EP é um bom demonstrativo da garra dos caras.

As três primeiras músicas são mais bem produzidas, mas ao mesmo tempo bem cruas, com aquele lance de faça na raça. O começo com ‘Ignorante, prostrado, inútil’ já dá esquentada na atmosfera com uma pegada Thrash mais marcante, ao contrário de ‘Inimigos do homem’, que segue a linha mais punk e tem um refrão e um riffizinho marcantes. ‘Ninguém é inocente’ tem um pé firme e convicto no Thrash metal, com partes rápidas e cadenciadas, além de um solo bem idealizado.

Agora, já na outra metade do set list, temos as três músicas que fizeram parte da demo de 2008, quando ainda atendia pelo nome ANISTIA. Estas composições são ainda mais rústicas que as anteriores, e eles estão mais estabelecidas no Thrash com aquela levada hardcore, por exemplo, nas partes mais rápidas da bateria. As músicas ‘Lei e contra lei’ e ‘Dinheiro sujo’ são ótimas para agitar. ‘Contra-mão’ tem riffs mais retrancados e é um bom encerramento para o disco.

Está aí uma banda que deve cair mais na graça do público.

Faixas:
1-Ignorante, prostrado e inútil
2-Inimigos do homem
3-Ninguém é inocente
4-Lei e contra lei
5-Dinheiro sujo
6-Contra-mão

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Rival Machine"

Rock In RioRock In Rio
Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985

VocalistasVocalistas
Três grandes erros na história de três grandes bandas

Classic RockClassic Rock
Os 50 maiores álbuns de rock progressivo

5000 acessosLed Zeppelin: a inspiração por trás de "Kashmir"5000 acessosSinceridade: e se as capas de discos dissessem a verdade?5000 acessosTarja: agredida sexualmente por fã durante show no México em 20005000 acessosCorey Taylor: HQs, "The Walking Dead", shows marcantes5000 acessosPantera: "fomos roubados por um diabo dum lunático"5000 acessosPra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 1991

Sobre Écio Souza Diniz

Graduado em Ciências Biológicas e pesquisador na área de Ecologia e Evolução vegetal, sempre foi aficionado por leituras sobre o mundo do Rock/Metal. Além do metal, tem como paixões filmes de terror e épicos. Já participou como vocalista de várias bandas de Death/Grind, mas como nenhuma vingou se encontrou melhor em redigir matérias, fundando há alguns anos atrás o Pólvora Zine. Colabora também com vários sites especializados e com a revista Roadie Crew. Suas bandas preferidas são Iron Maiden, Black Sabbath, Dio, Dorsal Atlântica, Candlemass e Sarcófago.

Mais matérias de Écio Souza Diniz no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online