Omfalos: Mais que Black Metal, uma "Ópera Extrema"

Resenha - Idiots Savants - Omfalos

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Écio Souza Diniz, Fonte: Pólvora Zine
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


É do conhecimento de todos os fiéis admiradores do Metal Extremo que tivemos e temos grandes obras metálicas feitas neste meio. Mas, também sabemos que ao mesmo tempo há muito “mais do mesmo”, sendo feito por aí. Para a salvação da lavoura, felizmente, temos pessoas que enxergam neste tipo de música uma forma artisticamente eficaz de demonstrá-la, de forma que o contexto lírico se alia com aura e força à sonoridade exposta.
5000 acessosExcessos: como os rockstars gastam os seus milhões5000 acessosComo Conservar e Recuperar Cordas de Baixo

A OMFALOS se encaixa perfeitamente neste ranking de bandas que propõe não mais um álbum de Black metal, mas uma “Ópera Extrema”. A começar pelo conceito da capa, que remete a uma forma de arte abstrata, achei incomum para uma banda desta categoria e ao mesmo tempo um tema fantástico. A introdução com as passagens ritualísticas com final de cerestra mexicana em ‘Que bonito és um entierro’, retirada da obra-prima do cinema surrealista de Alejandro Jodorowsky, abre de forma incomum o álbum, no entanto se alia muito a fúria que vem em seguida com ‘Drain the air out of my lungs’, que tem uma técnica muito apurada, tanto nas bases quanto nos solos.

A ira prossegue com ‘Sleep state misperception’ e ‘The naked lunch’, com ótimos solos e vocais agonizantes que se contrapões com rasgados insanos, mostrando uma pitada de Death metal e Industrial, que tornaram-na interessante. A pegada de ‘Anonymous hate manifesto’ lembra um Death/Black primordial, revelados ao mundo por bandas como HELLHAMER, CELTIC FROST e os mineiros do IMPURITY, tornando esta a composição mais orgânica do álbum.

‘Bipolar affective disorder’ é uma verdadeira caixa das mais diversas emoções que vão desde o desespero e insanidade profunda até as emoções mais recônditas da mente humana. Esta música varia de um começo furioso, passando por um insano, chegando a uma parte cadenciada harmônica com belíssimo solo, e se desfecha em uma atmosfera sombria e psicótica. Ou seja, é uma faixa progressiva, mas acessível, na qual você se deixa levar facilmente.

Um clima embriagante, cadenciado, e que vai evoluindo densamente em peso, constitui ‘A funeral dirge for my sanity’, que é também altamente técnica e melódica envolta numa atmosfera rústica. Foi uma das que mais gostei. A instrumental ‘The disperate ballad of the motherless child’, tem um começo dedilhado e outros elementos sonoros como ondas do mar, que lhe tornam perfeita ao contexto do álbum.

‘A failed experimente in fitting into this world’ fecha com maestria o trabalho com sua levada a lá PARADISE LOST. Certamente, os já conhecidos no cenário nacional Thormianak (MIASTHENIA) e Zé Misanthrope (CABRUNCO, RED OLD SNAKE) deram uma grande contribuição para o Metal brasileiro com este “Idiots savants”, um álbum que consegue ser uma mescla de temas, ao mesmo tempo correlatos, pois tratam dos mais intensos problemas mentais/emocionais humanos , e ser acessível ao ouvinte, sem aquela velha necessidade que muitos músicos tem de tratar tais coisas em músicas longas e enfadonhas. Com certeza, “Idiots savants” é um dos trabalhos mais inovadores feitos por aqui nos últimos tempos, e deixará sua marca.

Selo: Equivokke records

Formação:
Thormianak: guitarras, baixos e arranjos
Le Misanthrope: vozes, samples e ruídos

Faixas:

1-Que bonito és um enterro
2-Drain the air out of my lungs
3-Sleep state misperception
4-The naked lunch
5-Anonymous hate manifest
6-Bipolar affective disorder
7-A funeral dirge for my sanity
8-The disperate ballad of the motherless child
9-A failed experimente in fitting into this world

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Idiots Savants - Omfalos

841 acessosOmfalos: Banda vai muito além do Black Metal437 acessosOmfalos: Black metal bem variado e muito interessante449 acessosOmfalos: Deixem a função "repeat" do CD ativada213 acessosOmfalos: Sonoridade inteligente e perturbadora192 acessosOmfalos: Gana em não se limitar a absolutamente nada370 acessosOmfalos: Entre melhores produções do Black Metal nacional1159 acessosOmfalos: Um black metal que não cultua o Belzebu

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Omfalos"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Omfalos"

ExcessosExcessos
Como os rockstars gastam os seus milhões

BaixosBaixos
Como conservar e recuperar as cordas do instrumento

SkankSkank
Banda foi enganada ao participar de programa da Xuxa

5000 acessosKiss: as 10 músicas mais "demoníacas" da banda5000 acessosHeavy Metal: Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o Loudwire5000 acessosLed Zeppelin: Perguntas e Respostas sobre a banda5000 acessosMetal Extremo: os logos mais ilegíveis já criados5000 acessosMetallica: Robert Trujillo conta como entrou para a banda5000 acessosUltimate Guitar: as 21 músicas mais épicas de todos os tempos

Sobre Écio Souza Diniz

Graduado em Ciências Biológicas e pesquisador na área de Ecologia e Evolução vegetal, sempre foi aficionado por leituras sobre o mundo do Rock/Metal. Além do metal, tem como paixões filmes de terror e épicos. Já participou como vocalista de várias bandas de Death/Grind, mas como nenhuma vingou se encontrou melhor em redigir matérias, fundando há alguns anos atrás o Pólvora Zine. Colabora também com vários sites especializados e com a revista Roadie Crew. Suas bandas preferidas são Iron Maiden, Black Sabbath, Dio, Dorsal Atlântica, Candlemass e Sarcófago.

Mais matérias de Écio Souza Diniz no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online