Em Ruínas: Uma sonoridade muito precisa e original

Resenha - From The Speed Metal Graves - Em Ruínas

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruno Mariano
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


De algum tempo para cá, os headbangers mundo afora têm sido beneficiados com uma nova e excelente safra de bandas fortemente influenciadas pela velha escola do Metal. Dentre elas, destacam-se tupiniquins como VIOLATOR, FARSCAPE, FLAGELADÖR, ATOMIC ROAR, BLASTHRASH, entre outras. Mas uma delas - também nacional - vem chamando bastante atenção. Seu nome é EM RUÍNAS, nome este que descreve muito bem o estado em que o ouvinte é deixado depois de escutar "From The Speed Metal Graves", primeiro álbum da banda.

Lista: as dez melhores músicas para se ouvir na estradaAndre Matos: confira o incrível alcance do vocalista

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tanto a capa quanto o encarte de "From The Speed Metal Graves", lançado em 2010, nos levam a perceber rapidamente que o objetivo do EM RUÍNAS é reviver os elementos que fizeram parte do Metal nos anos oitenta. O saudosismo vem à tona quando vemos fotos dos integrantes ostentando velhos bolachões ou fazendo pose em cemitérios como o SARCÓFAGO do início. E tudo isso se encaixa com perfeição às dez faixas que compõem esse opus fulminante.

Após "The Gallow's Scream", breve introdução, o Speed Metal massacrante entra em cena com a excelente "Burning in Hell (The Self Damnation)" - diga-se de passagem, um dos pontos altos do álbum. Na sequência, escutamos "Nuclear Nightmare (Power in Devastation)", outro petardo do trio composto por Igor Lopes (guitarra e vocal), Adelfe "Zóio" Junior (baixo e vocal) e Hugo Golon (bateria). "Morbid Pits" e "The Trial (Death By Hanging)" dão continuidade ao debut.

Assim, ainda mantendo a velocidade, mais uma pancada: "Son of Hell (Hammer's Trial)". O álbum não nos dá trégua, felizmente. Agora, a bateria anuncia o hino "Headbanger Race (Warriors of Tomorrow)" e, em ato contínuo, ouvimos "Only The Brave Ones Dare". "From The Speed Metal Graves" chega ao fim com a excelente "Destructed City (Velbert Meets São Paulo)" e "Tribute to The Brave Ones".

Outros aspectos desse trabalho honesto também chamam nossa atenção. Os temas abordados nas letras confirmam a atmosfera oitentista do álbum: apocalipse, paranoia nuclear, satanismo, etc. Além disso, "From The Speed..." conta com a participação de membros de importantes bandas do metal brasileiro (VULCANO, APOCALYPTIC RAIDS, GUILLOTINE). E, embora a gravação pareça suja - acredito que propositalmente -, neste álbum, o EM RUÍNAS conseguiu uma sonoridade muito precisa e original, fazendo jus às melhores bandas "Old School" do Metal.

From The Speed Metal Graves - Em Ruínas
(2010 - Urubuz Records - Nacional)

Formação:
Igor Lopes - guitarra e vocal
Adelfe "Zóio" Junior - baixo e vocal
Hugo Golon - bateria

Track List:
1. The Gallow's Scream (intro)
2. Burning in Hell (The Self Damnation)"
3. Nuclear Nightmare (Power in Devastation)
4. Morbid Pits
5. The Trial (Death by Hanging)
6. Son of Hell (Hammer's Trial)
7. Headbanger Race (Warrior of Tomorrow)
8. Only the Brave Ones Dare
9. Destructed City (Velbert Meets São Paulo)
10. Tribute to the Brave Ones


Outras resenhas de From The Speed Metal Graves - Em Ruínas

Em Ruínas: Se o Metal morreu, esqueceram de avisar a banda




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Em Ruínas"


Lista: as dez melhores músicas para se ouvir na estradaLista
As dez melhores músicas para se ouvir na estrada

Andre Matos: confira o incrível alcance do vocalistaAndre Matos
Confira o incrível alcance do vocalista


Sobre Bruno Mariano

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336