Repulsão Explícita: Pura rebeldia contra tudo e todos

Resenha - Pobre - Repulsão Explícita

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Christiano K.O.D.A.
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


É como diz o encarte do disco dos caras: “Pra vocês que acreditam que o crossover morreu, não, ele não morreu!! Nem fudendo!!”. Só que o melhor é que o estilo recebeu uma incrementada meio Grind, meio Hardcore e o resultado ficou altamente satisfatório. Pois foi a Cianeto Discos (www.cianetodiscos.com), juntamente com outros selos/gravadoras, foi uma das irresponsáveis por essa podreira! Calma, é irresponsabilidade no bom sentido, ok?
5000 acessosNirvana: "Teoria é um desperdício de tempo", dizia Kurt5000 acessosZakk Wylde: O assassinato atribuido à "seita" do guitarrista

O clima de pura rebeldia contra tudo e contra todos toma conta do debut do pessoal. O nível de agressão é incômodo e o modo como é tudo executado mostra que o conjunto é realmente engajado e dedicado ao grupo.

São quinze composições furiosas e bem executadas, fruto da experiência de mais de uma década de existência do grupo. Fala a verdade, dez anos se dedicando à violência sonora tinha que trazer bons resultados! As faixas não dão tempo de descanso para os desprotegidos e inocentes ouvidos, e os fuzilam de forma mortal. Só dois bons exemplos disso: “Céu de Brigadeiro”, que tem uma introdução meio esquisitinha, é de uma brutalidade impressionante! E “Cidade Sitiada” tem uma senhora pegada Death Metal. Ambas muito boas!

O sexteto (!), composto por Fernandes (vocal), Osvaldo (vocal), Juninho (baixo), Luiz Carlos (bateria), Leão (guitarra) e Morto (guitarra) opta pelas letras em português, que abordam os problemas sociais e políticos, mandando um belo f***-se para alvos certos.

Sendo franco: a banda não inova, mas o que fazem evidencia competência. Os caras entendem mesmo da coisa e bolam músicas com variações interessantes, mas quase sempre levadas pela enorme velocidade.

O grupo, já bem conhecido no underground nacional, consolida-se como uma das grandes representantes do Crossover daqui. Já era hora para este full length e a estreia veio em alto estilo. P-O-R-R-A-D-A!!!

Curiosidade pessoal: foi a primeira banda por mim resenhada na vida, com a demo “A Herança e o Ódio” (2007).

Repulsão Explícita – Pobre
Cianeto Discos/Violent Records/Bucho Discos/Underground Brasil Distro/Back on Track Records/Turbulation Prod./ Murder Records - Brasil

repulsão@yahoo.com.br
http://www.myspace.com/repulsa

Tracklist
1. Não Quero Sabe
2. Fora
3. Tumor
4. Nessa Vida
5. Consenso
6. Pressão
7. Alcalóide
8. Atitude e Ação
9. Céu de Birgadeiro
10. Cidade Sitiada
11. A Herança é o Ódio
12. Dizem Não
13. Excesso
14. Pobre
15. Repulsão Explícita

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Pobre - Repulsão Explícita

502 acessosRepulsão Explícita: Recomendado para quem curte adrenalina!994 acessosRepulsão Explícita: "Não quero saber de porra nenhuma!!!"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Repulsao Explicita"

NirvanaNirvana
"Teoria é um desperdício de tempo", dizia Kurt

Black Label SocietyBlack Label Society
O assassinato atribuido à "seita" de Zakk Wylde

Rede GloboRede Globo
Em 1985, explicando o que são os metaleiros

5000 acessosRock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 19855000 acessosBayley, Wilson e Cherone: grandes erros na história de grandes bandas5000 acessosClassic Rock: os 50 maiores álbuns de rock progressivo4641 acessosJared Dines: qual a diferença entre metal e o metalcore?5000 acessosBlack Veil Brides: frontman pula na plateia e briga com fã no meio de show2384 acessosSlayer: "Importante não é a melodia, mas a fúria na voz"

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online