Sacrificed: Heavy Metal que vai do Progressivo ao Thrash

Resenha - Path of Reflections - Sacrificed

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Pierre Cortes
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Oriundos de Belo Horizonte, local que já nos presenteou com inúmeros excelentes nomes da música pesada, a banda SACRIFICED iniciou suas atividades em 2004. A princípio sob outro nome e passando por mudanças na formação, o grupo conseguiu gravar sua primeira demo, de forma independente, em 2009. Dois anos após, lançam o primeiro álbum The Path of Reflections.
5000 acessosGuitar Hero: veja como o jogo desgraçou uma geração inteira5000 acessosSolos: Alguns dos mais bonitos do Heavy Metal

Talvez a melhor palavra para resumirmos esta obra seja dizer que nos deparamos com um trabalho surpreendente, em diversos aspectos, a começar pela capa: imagem belíssima predominando a cores em tons dourados e chamando muito a atenção. E, lógico, temos a parte sonora. Classificar o SACRIFICED como um grupo de Heavy Metal puro e simples não dá a eles a devida definição da sonoridade que fazem. A base principal é esse estilo, mas aqui encontramos outras vertentes que vão desde o Progressivo até o Thrash Metal, tudo com técnica e originalidade.

Mas a última surpresa ainda está por vir: vocais femininos. O leitor pode se perguntar se isso, de fato, é novidade, visto que temos inúmeras bandas com tal característica. Pois bem, neste caso podemos afirmar que sim. As vocalizações aqui fogem muito do que comumente vemos. Não são vocais líricos, tampouco rasgados. Trata-se de uma voz suave, harmônica e que dá um equilíbrio à sonoridade executada.

O instrumental é muito bem feito: guitarras afiadas e altas doses de melodia, bateria forte e baixo muito bem tocado e audível. Em geral, soam melódicos e pesados, mas não tão rápidos.

Há inúmeros pontos de destaque dentre as 10 faixas que este trabalho apresenta: “Winds of Liberty”, uma introdução melancólica e climática com a presença de teclados e violinos; “Soulitude”, possuidora de um solo de guitarra bem melódico e cativante; “Walking Through Flames”, com uma levada mais lenta e, por vezes, também melancólica, além de refrão fácil de assimilar; “Red Garden”, que tem um riff bem Heavy Metal Tradicional, e conta com a presença do vocalista Fabrício Áureo.

SACRIFICED será certamente uma banda que ainda irá alçar grandes voos. Talento já mostraram que tem.

Banda: Sacrificed
País de Origem: Brasil
Título do álbum: The Path of Reflections
Ano: 2011
Estilo: Heavy Metal
Gravadora: Shinigami Records

Line-up:
Kell Hell – Vocal
Thales Piassi – Bateria
Diego Oliveira – Guitarra
Vitor Almeida – Guitarra
Bruno Bavose – Baixo

Faixas:
1. Winds of Liberty
2. Soulitude
3. Endless Sin
4. Walking Through Flames
5. Before a Dream
6. Call of Insanity
7. Red Garden
8. Prison Mind
9. Far Away to Feel
10. The Truth Beneath the Laments

Sites:
http://sacrificed.com.br/
http://www.myspace.com/sacrificedbrazil
http://www.metalmedia.com.br/sacrificed/
http://twitter.com/sacrificed_band

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Path of Reflections - Sacrificed

640 acessosSacrificed: Estreia honesta e bastante significativa308 acessosSacrificed: Estreia carece de composições cativantes1855 acessosSacrificed: Metal brasileiro está em crise?382 acessosSacrificed: Influências do Metal tradicional ao Prog

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Sacrificed"

GaleriaGaleria
Mais musas do rock/metal nacional

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Sacrificed"

Guitar HeroGuitar Hero
Veja como o jogo desgraçou uma geração inteira

SolosSolos
Alguns dos mais bonitos do Heavy Metal

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Paul Stanley e Sidney Magal

5000 acessosCinema: 60 filmes pra quem ama Rock e Metal5000 acessosMetallica: Lars Ulrich quase saiu no tapa com Lou Reed5000 acessosGuns N' Roses: melhores músicas segundo a Ultimate Classic Rock5000 acessosMarky Ramone: inventando "ferramenta" contra smartphone em show5000 acessosKai Hansen: escolhendo as dez maiores bandas de metal da Alemanha5000 acessosRock/Metal: 7 nomes de bandas que você pronuncia errado, parte 2

Sobre Pierre Cortes

Pierre Cortes, paulistano, bacharelado em Publicidade e em Cinema, amante da fotografia e escrita, apreciador do Heavy Metal e todas as suas subdivisões desde o início dos anos 80, colaborador do Whiplash.Net desde 2011, Twitter - @pierrecortes.

Mais matérias de Pierre Cortes no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online