The Ordher: disposição de quem irá vencer sob seus termos

Resenha - Kill The Betrayers - Ordher

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  

9


Mesmo com uma divulgação precária, o The Ordher estreou com "Weaponize" em 2007 e rapidamente conquistou o respeito por parte dos amantes da música extrema. O trio gaúcho atropelou as dificuldades, driblou a concorrência e ainda conseguiu que seu álbum fosse lançado no mercado externo através do selo norte-americano Unique Leader Records. E tanta dedicação, como não poderia deixar de ser, permitiu que se colhessem os devidos frutos.

Assim sendo, os headbangers vinham aguardando com certa ansiedade o sucessor "Kill The Betrayers", em parte pelo novo álbum contar com a presença de um novo baterista. Mas a realidade é que não há motivos para apreensões, pois o novato Cássio Canto já fez várias apresentações com o The Ordher e foi indicado pelo próprio mestre Mauricio Weimar, que agora se dedica somente às aulas de música.

publicidade

Como anunciado pela própria banda, as novas composições são uma extensão do Death Metal abordado no disco anterior, mas agora experimentando e acrescentando outros elementos. Que fique claro que o repertório não perdeu a conhecida brutalidade, mas as melodias foram exploradas mais profundamente e há muitos momentos mais cadenciados, como na excelente "Whipped, Crowned And Dead".

publicidade

E, em meio a este processo, o The Ordher está inclusive conseguindo acrescentar sua marca em um estilo que, muitas vezes, fica limitado à exibição da mera violência, armadilha que muitas bandas tentam, mas não conseguem escapar. Em suma: todos os esforços geraram um saudável dinamismo que torna "Kill The Betrayers" ainda mais interessante que "Weaponize".

publicidade

Além de a produção estar mais polida, toda a preocupação em melhorar ainda mais o segundo álbum se estendeu ao projeto gráfico, agora mais condizente à proposta do The Ordher. A ilustração ficou ao encargo do brasileiro Marcelo HVC (Vader, Gorgoroth, Satyricon), que conseguiu retratar toda a visão conflitante e pessimista que o conjunto possui da atual sociedade.

publicidade

O The Ordher novamente revela seu comprometimento com a qualidade e mostra a disposição de quem irá vencer sob seus próprios termos. O potencial é tal que "Kill The Betrayers" está sendo lançado no Brasil via Free Mind Records e, simultaneamente, na América do Norte e Europa, outra vez pela Unique Leader Records. E, enquanto o leitor lê estas linhas, o grupo provavelmente estará tocando pelo Velho continente ao lado do Vader e Marduk na "Funeral Nation Tour 2009". Nada mal mesmo!

publicidade

Contato: www.myspace.com/theorderextreme

Formação:
Fábio Lentino - voz e baixo
Fabiano Penna - guitarra
Cássio Canto - bateria

The Ordher - Kill The Betrayers
(2009 / Free Mind Records - nacional)

1. Progeny
2. Whipped, Crowned And Dead
3. Fevered Priests
4. Conspiracy
5. At One With Darkness
6. Hit The Weak
7. We Take Revenge
8. Kill The Betrayers
9. Silent Enemies
10. The Devil's Whip
11. Retaliation
12. Earth Burns

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Fotos de Infância: Dave Mustaine, do MegadethFotos de Infância
Dave Mustaine, do Megadeth

Jimi Hendrix: Ele participou de um vídeo de sexo explícito?Jimi Hendrix
Ele participou de um vídeo de sexo explícito?


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin