Scars: retornando com o ótimo "Devilgod Alliance"

Resenha - Devilgod Alliance - Scars

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Depois do excelente EP "The Nether Hell" (05) e inúmeras apresentações ao lado de ícones como Destruction, Testament, Anthrax e Krisiun, o fato é que a situação ficou complicada para o paulistano Scars, pois, um a um, seus músicos foram deixando o grupo. Ao guitarrista Alex Zeraib não sobraram muitas alternativas... O cara seguiu adiante e recrutou novos membros, tendo como escolhidos André Guilger (voz e guitarra), Pedro Carvalho (baixo) e João Gobo (bateria).

Olavo de Carvalho: Segundo ele, o Heavy Metal emburreceAstros mortos: como estariam alguns se ainda estivessem vivos?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E agora o reformulado Scars está retornando com este ótimo "Devilgod Alliance", o primeiro CD completo de uma trajetória que se iniciou no distante ano de 1991. Todas as características conhecidas em sua música estão presentes, tendo o Thrash como ponto central, mas flertando esporadicamente e cheio de convicção com o Death e Black Metal.

Seja veloz ou cadenciado, "Devilgod Alliance" explora muito bem suas canções e deixa espaço de sobra para cada um de seus instrumentistas, o que aumenta em muito o impacto do repertório. O resultado pode ser considerado como um dos grandes álbuns de Thrash Metal liberado por uma banda nacional neste ano, e canções como "Black Holocaust", "Feast Of The Damned" e "Pestilence Curse" respondem muito bem por parte de seu poder de fogo.

Vale mencionar que o álbum também conta com dois guitarristas convidados já conhecidos em nosso underground: Fabrício Moraes (Mortaes) e Paulo Soares (Krusader), solando respectivamente em "Black Holocaust" e "Suicidevotion"; além de um belo tributo ao veterano grupo mineiro Overdose na sugestiva faixa "Scars".

Bem, não é novidade alguma que o Scars sempre teve seus fiéis detratores, e que os mesmos provavelmente continuarão a soltar farpas sobre seus álbuns... Não que isso pareça ser um grande problema para Zeraib e Cia., pois os mesmos as usam como combustível para sua música - o que é ótimo, pois o melhor do Heavy Metal não é aquele gerado através da raiva?

Scars - Devilgod Alliance
(2008 / independente - nacional)

01 - I Defy
02 - Black Holocaust
03 - Feast Of The Damned (Red Death part I)
04 - Diabolization
05 - Five Minutes Before Darkness
06 - Inner God Death
07 - Pestilence Curse (Red Death part II)
08 - Spike Torn Insight
09 - Of Tempter Sent
10 - Suicidevotion
11 - Devilgod Alliance
12 - Scars (bônus)

Homepage: www.scars.com.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Scars"


Edu Falaschi: os dez vocalistas brasileiros preferidos deleEdu Falaschi
Os dez vocalistas brasileiros preferidos dele


Olavo de Carvalho: Segundo ele, o Heavy Metal emburreceOlavo de Carvalho
Segundo ele, o Heavy Metal emburrece

Astros mortos: como estariam alguns se ainda estivessem vivos?Astros mortos
Como estariam alguns se ainda estivessem vivos?


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336