Matérias Mais Lidas

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemEddie aparece em versão samurai no primeiro show do Iron Maiden em 2022; veja foto

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden tocou no primeiro show de 2022

imagemRobert Trujillo conta como uma abelha e "migué" quase causaram treta com James Hetfield

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemEvanescence anuncia a saída da guitarrista Jen Majura

imagemJen Majura disse que sair do Evanescence não foi decisão dela e recebe apoio dos fãs

imagemIron Maiden apresenta Eddie em versão samurai ao vivo; veja vídeo oficial

imagemO clássico do Helloween que fez Angra mudar nome original de "Running Alone"

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade


Stamp

Quiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 1985

Por Willba Dissidente
Fonte: Robertinho METAL de Recife
Em 28/09/12

Em Abril de 1985 o QUIET RIOT começava um franco declínio. Dois anos antes eles foram a primeira banda a emplacar um disco de Heavy Metal como o álbum mais vendido do mundo, superando Thriller de Michael Jackson. Era o ano do LP Metal Health com a faixa título e, principalmente, Cum On Feel The Noise (cover do SLADE, feito a pedido da gravadora) estourando em todo lugar. Chega 1984 com o lançamento de Condition Critical, um excelente disco, mas que falhou em repetir o sucesso do anterior; ocasionado a saída do baixista Rudy Sarzo (anteriormente no OZZY OSBOURNE e depois do WHITESNAKE, BLUE ÖYSTER CULT e muito outros). Esse foi o QUIET RIOT que aportou para realizar shows no Brasil, numa época em que poucas bandas estrangeiras vinha para cá.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A formação clássica do QUIET RIOT
A formação clássica do QUIET RIOT

Para a época, a tour do QUIET RIOT no Brasil era algo fora de escala, pois englobava quatro importantes capitais: Porto Alegre (Gigantinho), São Paulo (Corinthians), Rio de Janeiro (Maracanâzinho) e Belo Horizonte (Mineirinho). Como 'opening act' dos gringos foi escolhido um dos maiores músicos brasileiros, que já havia gravado de brega à música pop, e agora tinha lançado um lp de Heavy Metal / Hard Rock por uma gravadora major: o soberbo guitarrista ROBERTINHO DE RECIFE (que fez fama com o TREM DA ALEGRIA e YAHOO). Radicado na capital carioca, Robertinho tinha como banda de apoio o METALMANIA, formado pelo vocalista Lucky "Lizard" Luciano (posteriormente do X-RATED), o baterista Renato Massa e o baixista Beto Ibeas (os dois últimos gravaram o LP 'Metalmania', em que Robertinho assumiu a voz junto com as guitarras).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A banda do guitar hero brazuca fez os três primeiros shows, se ausentando da última data do giro (BH), devido a uma greve dos aeroviários "decidimos então não ir devido as dificuldades de transporte do equipamento", explica o baixista Ibeas. As três apresentações das duas bandas foram marcadas por fatos que ao longo dos ano se tornaram lendas, como, por exemplo, que ROBERTINHO DE RECIFE havia sido convidado a substituir Carlos Cavazo (atualmente do RATT) no QUIET RIOT. Tais 'telefones sem fio' foram desmentidos pelo vocalista e baixista do METALMANIA na comunidade 'Robertinho METAL de Recife' no Orkut.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

ROBERTINHO DE RECIFE & METALMANIA. Fonte: Lucky Luciano
ROBERTINHO DE RECIFE & METALMANIA. Fonte: Lucky Luciano

"O Kevin Dubrow, me desculpem os fãs, mas era um grande babaca sem classe, virava a cara e era debochado", dispara o vocalista Lucky Luciano ao lembrar dos três lendários shows. De acordo com o METALMANIA, o QUIET RIOT não esperava que a banda de abertura fosse empolgar tanto a platéia. "É bem possível que os Quiet tenham ficado impressionados, mas, tirando o Frank (Banali, futuramente do W.A.S.P.), que foi nos abraçar no nosso camarim e tirar fotos juntos, o resto foi bem antipático conosco", relembra Ibeas no orkut.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Luciano concorda que o baterista do QUIET RIOT foi o único simpático com os músicos brasileiros. "Os caras do QUIET RIOT eram meio malas... o Frankie Banali era o único mais amigável, no primeiro show da turnê (em Porto Alegre) ele foi no nosso camarim, encheu a banda de elogios, disse que a gente tinha algo de diferente das bandas gringas". Ainda assim, tanto o baixista quanto o vocal de ROBERTINHO DE RECIFE contam uma estória triste aos fãs brasileiros.

"Nós demos de presente um álbum do Metalmania pra eles (do QUIET RIOT) e o Robertinho os flagrou momentos depois, esfregando o disco na parede do camarim deles... sabia dessa?", indaga Beto Ibeas. Lucky Luciano ressalta que o fato se deu no Rio de Janeiro, sendo DuBrow e Cavazo os perpetuadores do desrespeito. Infelizmente, o vocalista confessa que "essa atitude de maltratar bandas de abertura é algo corriqueiro".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Confira no vídeo abaixo o maior clássico Metal de ROBERTINHO DE RECIFE (1984), registrado em vinil antes da entrada de Lukcy Luciano:

Nota: o autor da matéria, que é fã das duas bandas, lamenta profundamente o ocorrido.

Sites relacionados (em português / inglês):

http://www.robertinhoderecife.com.br
http://pt-br.facebook.com/quietriot

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net



publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Chuck Wright: ex-Quiet Riot lança single pedindo fim da guerra na Ucrânia

Ozzy Osbourne: Bob Daisley e Lee Kerslake desmentem versão de Banali


Sobre Willba Dissidente

Willba Dissidente é fã das bandas de hard rock dos anos 70 e 80 e de metal oitentista dos mais variados países. Quem quiser saber mais deve acessar seu canal no youtube. Obrigado! Stay Hard (True As Steel)!

Mais matérias de Willba Dissidente.