Matérias Mais Lidas

Manowar: por que o baterista brasileiro Marcus Castellani saiu da bandaManowar: por que o baterista brasileiro Marcus Castellani saiu da banda

Kiko Loureiro: as maiores lições que ele aprendeu com Dave MustaineKiko Loureiro: as maiores lições que ele aprendeu com Dave Mustaine

Kerrang: 10 capas polêmicas de álbuns de rock e metal que sofreram censuraKerrang: 10 capas polêmicas de álbuns de rock e metal que sofreram censura

Black Sabbath: Bill Ward sabia que primeiro álbum da banda causaria alguns problemasBlack Sabbath: Bill Ward sabia que primeiro álbum da banda "causaria alguns problemas"

Tony Iommi: surpreendendo ao eleger seu Deus do RockTony Iommi: surpreendendo ao eleger seu "Deus do Rock"

Megadeth: Mustaine diz que novo álbum está quase saindoMegadeth: Mustaine diz que novo álbum está quase saindo

Black Sabbath: Todos os álbuns ranqueados, do pior ao melhor, pela Kerrang!Black Sabbath: Todos os álbuns ranqueados, do pior ao melhor, pela Kerrang!

Angra: saída do Kiko custou muito, mas não pela razão que todos imaginam, diz empresárioAngra: saída do Kiko custou muito, mas não pela razão que todos imaginam, diz empresário

Zakk Wylde: cinco músicas que mudaram sua vida, incluindo uma inesperadaZakk Wylde: cinco músicas que mudaram sua vida, incluindo uma inesperada

Guns N' Roses: as 5 músicas mais polêmicas da bandaGuns N' Roses: as 5 músicas mais polêmicas da banda

Zakk Wylde: o riff que ele queria ter criado - e a música que ele nunca conseguiu tocarZakk Wylde: o riff que ele queria ter criado - e a música que ele nunca conseguiu tocar

Deep Purple: Ian Gillan diz que o Brasil é um dos seus lares espirituaisDeep Purple: Ian Gillan diz que o Brasil é um dos seus "lares espirituais"

Black Sabbath: Lars Ulrich surpreende ao revelar seu álbum favorito da bandaBlack Sabbath: Lars Ulrich surpreende ao revelar seu álbum favorito da banda

Zakk Wylde: tocar com Ozzy é como estar na melhor banda cover do mundoZakk Wylde: tocar com Ozzy é como estar na melhor banda cover do mundo

Post-Black Metal: uma lista com dez álbuns para conhecer o confuso rótuloPost-Black Metal: uma lista com dez álbuns para conhecer o confuso rótulo


Stamp

Midnight Idols: compilação de clichês do metal oitentista

Resenha - Nightrulers - Midnight Idols

Por Marcelo Ferraresso
Em 11/08/08

Nota: 6

Os anos 90 marcaram a cidade de Seattle nos Estados Unidos, como o berço do movimento "grunge". Por causa desse "revolucionário" movimento, o grunge ficou tão atrelado à cidade, que além dessa definição, qualquer banda que fosse enquadrada no estilo poderia receber o rótulo de "Seattle Sound". Resumindo: toda banda que aparecia vinda de lá, remetia-nos a nomes como Alice in Chains, Soundgarden e Nirvana.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Por que lembrar de tudo isso? Porque agora (vindo do mesmo lugar), aparece o Midnight Idols, que ao invés do grunge, tenta nos brindar com o mesmo estilo de som praticado pela mágica época da "New Wave of British Heavy Metal", ou simplesmente NWOBHM.

Devo começar reconhecendo que os norte-americanos realmente conseguem nos levar de volta ao início dos anos oitenta, com a faixa inicial, "Night Rulers". Tanto conseguem, que o primeiro álbum que me vem à cabeça é nada mais nada menos que "Killers" do Maiden. O maior motivo disso acontecer, (além da produção) é o estrondoso esforço que o vocalista Diamond C faz para se parecer com Paul Di’Anno. Chega a ser até cômico como eles soam parecidos nessa faixa de abertura.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

O problema começa justamente aí: na intenção do Midnight Idols. Eles apresentam garra, certa competência (principalmente o guitarrista principal, Thermo), reproduzem (isso mesmo, reproduzem, pois absolutamente nada aqui é original) passagens metálicas até bem interessantes, mas pecam pela insistência em serem levados a sério.

Lançado de forma independente (possivelmente a única forma de lançamento, mesmo no futuro), o Midnight Idols apresenta aqui uma compilação de clichês de nomes gloriosos do metal Britânico oitentista. Sendo apreciador de Judas Priest, Saxon, Iron Maiden e outros ícones do movimento, ficará difícil não se levar pela cadência de algumas das faixas e pelo saudosismo das linhas vocais de Diamond C, pois o som executado é de uma honestidade impressionante. Essa dita honestidade é tão intensa que acaba sendo a ruína da bolacha de Seattle.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ouvindo "Nightrulers" e se empolgando com uma passagem ou outra, o ouvinte ficará muito mais tentado a ouvir os reais mestres do passado, do que a terminar a audição do álbum. Acaba ficando tão chato, que lhe dá vontade de colocar as bandas que os inspiraram a fazer esse álbum, porque a distância entre influência e influenciados é assombrosa. Resumindo a ópera: se eles conseguissem construir uma "máquina do tempo" e fazer parte realmente da NWOBHM, o Midnight Idols não teria nenhum êxito, pois não conseguiria fazer frente aos gigantes da época, mesmo lá em seu começo.

Há, sim, alguns destaques positivos como a faixa de abertura ("Night Rulers"), que lhe brinda com todo saudosismo possível, a (quase) agressiva "Torch the Sky" e a melhor do álbum (mesmo liricamente bobinha) acaba ficando por conta da "Upon Cloven Hooves We Ride", com levadas bem legais de Thermo e Rizz, e cavalgadas "a la" Steve Harris de Theo.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O encarte do álbum é pobre e sente-se falta das letras e fotos. A capa chega a ser uma diversão a mais, já que os "Idols" nos encaram como se fossem os cinco rapazes mais perigosos de Seattle.

O Midnight Idols pode ser uma banda legal de ser acompanhada (em um bar deve ser bem agradável assisti-los), mas como "banda tributo". Caso queiram ser levados a sério, precisam evoluir musicalmente e colocar uma pitada (mesmo que mínima) de personalidade em seu som.

Máquina do tempo, ou 2008? Banda tributo ou autoral? É hora de escolher...

Track-list
1 - Night Rulers
2 - Torch The Sky
3 - Nymphonomicon
4 - Hellfire
5 - Kockstruck
6 - Militia of Sin
7 - Upon Cloven Hooves We Ride

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Diamond C: Vocais
Thermo: Guitarras
Rizz: Guitarras
Theo: Baixo
Smiley: Bateria e Percussão

www.midnightidols.com.br (site oficial)
www.myspace.com/idols (MySpace)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

WhatsApp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

The Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todosThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos


Sobre Marcelo Ferraresso

Do Blues norte-americano, passando pelo Jazz Fusion, Rock Progressivo e chegando até o Metal Extremo, acredita que a música possui apenas dois rótulos importantes: boa e ruim.

Mais matérias de Marcelo Ferraresso.