Matérias Mais Lidas

imagemO álbum do Kiss que infelizmente é ignorado pela banda, segundo Andreas Kisser

imagemRock in Rio 1991, Maracanã lotado, e o Guns N' Roses ameaçou não subir ao palco...

imagemBaixista do Faith No More diz que integrantes odiavam músicas do "The Real Thing"

imagemMetallica: a explicação da banda para o volume do baixo no And Justice For All

imagemSupla explica por que fala sempre misturando português com inglês

imagemRevista Veja diz que Rock in Rio virou "túmulo do rock" e explica motivo

imagemPor motivo de saúde, Tracii Guns faz show inteiro do L.A.Guns dentro do banheiro

imagemOs únicos quatro assuntos das conversas nos EUA que enchiam saco de Fabio Lione

imagemOzzy acha que suas novas músicas deveriam ter sido gravadas pelo Black Sabbath

imagemCinco músicas que são covers, mas você certamente acha que são as versões originais

imagemA história da capa de "Christ Illusion", que fez o Slayer ter problemas

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1991 é um ano tão celebrado

imagemLars Ulrich: "Não sou um baterista particularmente talentoso"

imagemComo o clássico "Angel Dust" fez o guitarrista Jim Martin sair do Faith No More

imagemO álbum de David Bowie que Mick Jagger disse que achou "horrível"


Stamp

Resenha - Nosferatu - Bloodbound

Por Ben Ami Scopinho
Em 20/04/06

Nota: 8

Aqui temos uma banda que consegue confundir qualquer um com sua atitude "poser e malvadão" regado a corpse paint no melhor estilo black metal. Para ajudar, por baixo de toda a maquiagem está o talentoso vocalista Urban Breed, do conceituado Tad Morose. Aí não se entende mais nada... De qualquer forma, o Bloodbound foi formado na Suécia em 2004, tendo em sua formação o já citado vocalista Urban Breed, Tomas Olsson (guitarra), Fredrik Bergh (baixo e teclados) e Oskar Belin (bateria), e estão liberando agora seu primeiro registro.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

E o som? Ah, meu amigo, para os amantes do puro heavy metal oitentista "Nosferatu" será provavelmente um prato cheio com sua mescla de power metal e metal melódico. Os refrões são incríveis e estão entre os melhores que escutei neste ano de 2006, e os arranjos não ficam atrás, com toneladas de melodias marcantes. Nada é novo, mas soa muito bem aos ouvidos, e um dos pontos positivos é a excelente gravação, bastante polida, tendo o bom senso de transportar esta música datada para a atualidade.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Mesmo com uma grande linearidade em suas músicas, dá para destacar "Desdemonamedia", "Behind The Moon" e "Screams In The Night", com belas guitarras e linhas vocais empolgantes. Quem teve a oportunidade de escutar Urban Breed no Tad Morose já tem noção de sua bonita voz. Em suma, é um típico disco para se escutar em qualquer momento.

Mesmo com um visual que não promete nada – que com certeza está sendo usado para chamar a atenção em meio a tantas bandas musicalmente similares – o Bloodbound debutou em grande estilo. Fãs de Iron Maiden, Helloween e afins, é recomendável que procurem conhecer "Nosferatu", e vamos torcer para que este lançamento chegue no mercado brasileiro. Muito bom!

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Bloodbound – Nosferatu
(2006 - Metal Heaven - importado)

01. Behind The Moon
02. Into The Dark
03. Nosferatu
04. Metal Monster
05. Crucified
06. Desdemonamedia
07. Fallen From Grace
08. Screams In The Night
09. For The King
10. Midnight Sun
11. On The Battlefield

Homepage: www.bloodbound.se


Outras resenhas de Nosferatu - Bloodbound

Resenha - Nosferatu - Bloodbound

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

In-Edit
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Câncer na língua: entenda a doença de Bruce Dickinson


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.