Matérias Mais Lidas

imagemBruno Valverde diz que preconceito contra ele veio mais da igreja do que dos metaleiros

imagemRegis Tadeu se garante e não retira uma palavra do que disse sobre Di'Anno e Iron Maiden

imagemDez ótimas músicas do Iron Maiden escritas pelo agitado guitarrista Janick Gers

imagemPaul Di'Anno detona Regis Tadeu após vídeo em que critica seu encontro com Iron Maiden

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemA "traumática" e "desagradável" experiência de ser preso, segundo Arnaldo Antunes

imagemA inesperada música do Whitesnake que serviu de inspiração para "Carry On" (Angra)

imagemGeezer Butler, Heavy Metal e a clássica canção do Black Sabbath inspirada por Jesus

imagemAC/DC: Angus Young recorda como fazia para ouvir rock em seus tempos de garoto

imagemEpisódio de Stranger Things 4 relembra Ozzy Osbourne e a "mordida do morcego"

imagemHelloween divulga vídeo de "Best Time", com participação de Alissa White-Gluz

imagemA estratégia usada por Mille Petrozza, do Kreator, para "reaprender" músicas antigas

imagemNando Reis: Como falta de luz e jogo de cartas inspiraram arranjo de "Malandragem"

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemQuando Chorão, do Charlie Brown Jr, quase levou porrada do Rick Bonadio


Stamp

Resenha - Sideshow Symphonies - Arcturus

Por Ben Ami Scopinho
Em 08/01/06

Nota: 8

Formado na Noruega em 1987 e chamando-se inicialmente Morten, a dupla que conta com o tecladista Steiner "Sverd" Johnsen e o baterista Jan Axel Von Blomberg (Hellhammer) mostraram que possuíam imenso potencial e se estabeleceram com certa consistência no cenário black metal europeu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em 1990 passam a se chamar Arcturus e, mesmo havendo uma freqüente mudança de integrantes em sua formação, nunca deixam de liberar bons LPs, 7" EPs e CDs. "Sideshow Symphonies" é seu décimo registro e agora conta, além do já citado núcleo fundador, com a presença do excelente vocalista Simen "Vortex" Hestnaes (Dimmu Borgir e Borknagar), os guitarristas Knut Magne Valle e Tore Moren, além do baixista Hugh S. J. Mingay.

E a espera de três anos e duas trocas de vocalistas realmente compensou as expectativas... Seus registros anteriores sempre se diferiam um pouco entre si e aqui a coisa não poderia ser diferente, em especial pela entrada de Vortex, que possui uma voz realmente agradável e canta de maneira mais limpa que seus antecessores. As composições de Sverd e Axel são praticamente heavy metal progressivo, cadenciado, obscuro e com algumas sugestões do black metal de outrora.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Num primeiro momento haverá a possibilidade de ser uma audição difícil, mas com o passar do tempo vamos entendendo a proposta do Arcturus, observando a grande criatividade e o desempenho de seus músicos, em especial a alucinação de Sverd com seus teclados atmosféricos, sinfônicos e cósmicos. E por fim acabamos por nos afeiçoar em muito com "Sideshow Symphonies".

O Arcturus manda muito bem desde "Hibernation Sickness Complete", que possui uma presença de teclados mais contida. A insanidade que a banda passa com "Evacuation Code Deciphered" consegue perturbar o ouvinte; e até mesmo a estranhamente lisérgica "Nocturnal Vision Revisited" são meros aperitivos para a obra que realmente é este disco.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Musicalmente bem estruturado e coeso, o Arcturus é uma banda que realmente sabe escrever canções delirantes. Uma típica arte do underground europeu e um trabalho realmente admirável para quem aprecia músicas intrincadas e imprevisíveis.

Arcturus - Sideshow Symphonies
(2005 / Season Mist America – importado)

1. Hibernation Sickness Complete
2. Shipwrecked Frontier Pioneer
3. Demon Painter
4. Nocturnal Vision Revisited
5. Evacuation Code Deciphered
6. Moonshine Delirium
7. White Noise Monster
8. Reflections
9. Hufsa

Homepage: www.arcturus.no

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Post-Black Metal: uma lista com dez álbuns para conhecer o confuso rótuloPost-Black Metal: uma lista com dez álbuns para conhecer o confuso rótulo




Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.