Resenha - Sideshow Symphonies - Arcturus

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Formado na Noruega em 1987 e chamando-se inicialmente Morten, a dupla que conta com o tecladista Steiner "Sverd" Johnsen e o baterista Jan Axel Von Blomberg (Hellhammer) mostraram que possuíam imenso potencial e se estabeleceram com certa consistência no cenário black metal europeu.
5000 acessosIron Maiden: "Tenho inveja dos fogos do Slipknot",diz Bruce5000 acessosBon Jovi: Larissa Riquelme dançando com os seios de fora

Em 1990 passam a se chamar Arcturus e, mesmo havendo uma freqüente mudança de integrantes em sua formação, nunca deixam de liberar bons LPs, 7" EPs e CDs. “Sideshow Symphonies” é seu décimo registro e agora conta, além do já citado núcleo fundador, com a presença do excelente vocalista Simen “Vortex” Hestnaes (Dimmu Borgir e Borknagar), os guitarristas Knut Magne Valle e Tore Moren, além do baixista Hugh S. J. Mingay.

E a espera de três anos e duas trocas de vocalistas realmente compensou as expectativas... Seus registros anteriores sempre se diferiam um pouco entre si e aqui a coisa não poderia ser diferente, em especial pela entrada de Vortex, que possui uma voz realmente agradável e canta de maneira mais limpa que seus antecessores. As composições de Sverd e Axel são praticamente heavy metal progressivo, cadenciado, obscuro e com algumas sugestões do black metal de outrora.

Num primeiro momento haverá a possibilidade de ser uma audição difícil, mas com o passar do tempo vamos entendendo a proposta do Arcturus, observando a grande criatividade e o desempenho de seus músicos, em especial a alucinação de Sverd com seus teclados atmosféricos, sinfônicos e cósmicos. E por fim acabamos por nos afeiçoar em muito com “Sideshow Symphonies”.

O Arcturus manda muito bem desde “Hibernation Sickness Complete”, que possui uma presença de teclados mais contida. A insanidade que a banda passa com “Evacuation Code Deciphered” consegue perturbar o ouvinte; e até mesmo a estranhamente lisérgica “Nocturnal Vision Revisited” são meros aperitivos para a obra que realmente é este disco.

Musicalmente bem estruturado e coeso, o Arcturus é uma banda que realmente sabe escrever canções delirantes. Uma típica arte do underground europeu e um trabalho realmente admirável para quem aprecia músicas intrincadas e imprevisíveis.

Arcturus - Sideshow Symphonies
(2005 / Season Mist America – importado)

1. Hibernation Sickness Complete
2. Shipwrecked Frontier Pioneer
3. Demon Painter
4. Nocturnal Vision Revisited
5. Evacuation Code Deciphered
6. Moonshine Delirium
7. White Noise Monster
8. Reflections
9. Hufsa

Homepage: www.arcturus.no

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Arcturus"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Arcturus"

Iron MaidenIron Maiden
"Tenho inveja dos fogos do Slipknot", diz Bruce

Bon JoviBon Jovi
Larissa Riquelme dança música com os seios de fora

Strip-TeaseStrip-Tease
Algumas canções que combinam com o tema

5000 acessosÁlbuns: os vinte piores discos de todos os tempos5000 acessosVitão Bonesso: A imensa coleção do apresentador do Backstage5000 acessosPapai Truezão: astros do Heavy Metal em fotos com seus filhos5000 acessosSoundgarden: Matt Cameron faz breve comentário sobre Chris Cornell5000 acessosLemmy Kilmister: Enquanto isso, lá embaixo...4588 acessosRock and Roll: as 10 melhores harmonias vocais de todos os tempos

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online