Matérias Mais Lidas

Raimundos: Canisso reforça que Digão surtou pois chama até João Gordo de pela sacoRaimundos
Canisso reforça que Digão surtou pois "chama até João Gordo de pela saco"

Loudwire: o pior álbum de 25 grandes bandas de rock e heavy metal, por Joe DivitaLoudwire
O pior álbum de 25 grandes bandas de rock e heavy metal, por Joe Divita

Iron Maiden: por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metalIron Maiden
Por que Paul Di'Anno adotava visual tão diferente de outros do metal

Alter Bridge: a postura de Eddie Van Halen ao ir a show da banda, segundo MylesAlter Bridge
A postura de Eddie Van Halen ao ir a show da banda, segundo Myles

Nightwish: Tuomas admite que pensou em acabar com a banda após Marko Hietala sairNightwish
Tuomas admite que pensou em acabar com a banda após Marko Hietala sair

Kiss: as cirurgias às quais Paul Stanley precisou ser submetido devido às turnêsKiss
As cirurgias às quais Paul Stanley precisou ser submetido devido às turnês

Black Sabbath: Bill Ward deveria ter feito show final com eles? Tommy Clufetos respondeBlack Sabbath
Bill Ward deveria ter feito show final com eles? Tommy Clufetos responde

Motörhead: Mikkey Dee pensa em Lemmy de uma forma totalmente positivaMotörhead
Mikkey Dee pensa em Lemmy de "uma forma totalmente positiva"

Anthrax: Scott Ian diz que ficou louco de ciúmes quando ouviu Metallica a primeira vezAnthrax
Scott Ian diz que ficou "louco de ciúmes" quando ouviu Metallica a primeira vez

Black Sabbath: as músicas com as melhores atuações do lendário Bill Ward, pela KerrangBlack Sabbath
As músicas com as melhores atuações do lendário Bill Ward, pela Kerrang

Bruce Dickinson: novo filme sobre o show de 1994 durante a guerra em SarajevoBruce Dickinson
Novo filme sobre o show de 1994 durante a guerra em Sarajevo

Eduardo Costa: ele diz que se inspirou em Cazuza e Renato Russo para sertanejo políticoEduardo Costa
Ele diz que se inspirou em Cazuza e Renato Russo para sertanejo político

Cannibal Corpse: Corpsegrinder diz que ninguém bate cabeça melhor que ele no mundoCannibal Corpse
Corpsegrinder diz que ninguém "bate cabeça" melhor que ele no mundo

Alice In Chains: para Nancy Wilson era óbvio que Layne perderia a luta contra as drogasAlice In Chains
Para Nancy Wilson era óbvio que Layne perderia a luta contra as drogas

Capital Inicial: comercial com Dinho Ouro Preto na final do BBB 21 é criticado na webCapital Inicial
Comercial com Dinho Ouro Preto na final do BBB 21 é criticado na web


Arte Musical
Stamp
Korzus

Resenha - Hard Candy - Counting Crows

Por Bruno Coelho
Em 26/05/04

Nota: 8

Eu sei que 2002 já se foi e chegamos a 2004 já tem um tempinho também, mas como este disco é uma aquisição recente estou resenhando agora. O companheiro de Whiplash, Rodrigo Simas, já fez uma resenha para este disco e a recomendo profundamente pois sua visão e crítica são bastante aguçadas e talvez menos tendeciosas que as minhas. O Counting Crows já lançou outro álbum, uma coletânea, em novembro de 2003 então este aqui ainda é o último lançamento com composições novas da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Enfim, Hard Candy é o nome deste disco do Counting Crows. Todos conhecemos a banda graças à mais que estourada e ainda tocada "Mr. Jones". Ao olhar para a estrada de dez anos dessa banda norte-americana de pop rock notamos que esquecemos dela depois que "Mr. Jones" teve sua execução reduzida em solo tupiniquim. O Counting Crows poderia até ser mais uma banda de uma música só... mas não é. -"Ué? Não é?" Não, não é! Assim como o Los Hermanos não compôs apenas "Ana Júlia". E a analogia serve precisamente neste caso. O grande público conhece Los Hermanas apenas pela famigerada "Ana Júlia", quando a banda tem um leque extenso de músicas extremamente bem trabalhadas e belíssimas.

Assim como não devemos confundir Los Hermanos com LS Jack, não devemos confundir Counting Crows com The Calling nem com qualquer uma das colossais baboseiras americanas feitas para vender. Devemos encaixá-los no time das bandas que fazem pop-rock de qualidade como Dave Matthews Band, Blues Traveler, Ben Harper, o falecido Jeff Buckley, Pearl Jam... Ok, ok... a sonoridade destas bandas é um pouco diferente uma da outra, mesmo assim todas são de grande qualidade musical - o que é raro no terreno pop americano. O Counting Crows está no time das bandas de pop-rock americanas que devem ser lembradas nos livros de história da música pop. O responsável por este fato tem um nome: Adam F. Duritz.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O vocalista da banda vai além da simples técnica vocal precisa, correta e emocional. Você pode até achar o cara normal, com uma voz normal. Escute com mais atenção! Não é quem grita mais que canta mais meu irmão! O refinamento das contraposições piano/guitarra/voz chega por vezes a impressionar pela segurança do rapaz ao encaixar linhas vocais variadas sobre bases retas. Uma prova antiga disto é "Round Here", do primeiro disco da banda. Já neste Hard Candy ele mostra pouco este talento, talvez nas faixas "Why Should You Come When I Call?" e "Carriage" o potencial fique de certa forma mais explícito.

Voltando ao assunto anterior - o sumiço do Counting Crows dos ouvidos da Terra Brasilis - podemos atribuir seu sumiço também ao fato de que seus discos não são daqueles que agradam de primeira. A audição dos discos do Counting Crows deve ser feita de forma repetida até que as sutilezas de cada canção sejam internalizadas. Tanto "August and Everything After", "Recovering The Satellites" e, principalmente, "This Desert Life" quanto "Hard Candy" são álbuns a serem apreciados maduramente apenas com o tempo.

Quanto às faixas, é fácil destacar "Hard Candy", "American Girls" (que conta com vocais de Sheryl Xarope Crow), "Good Time", "Goonight L.A.", "Miami", "Up All Night" (a melhor de todas), "Holiday In Spain", "4 White Stallions" e a última e escondida faixa do álbum (o nome da faixa não está no encarte ou no site oficial).

Destaquei muitas faixas? Mas é isso mesmo, amigo. Posso destacar algumas dentre os destaques - como as quatro últimas - que são minhas favoritas, mas todas as citadas merecem seu destaque. O álbum soa homogêneo mas é bastante variado em termos de estilos musicais abordados ou utilizados como referência. Temos referências desde grandes bandas e seus órgãos Hammond (como em Why Should You Come When I call? e Up All Night) até guitarrinhas Blues (Good Night L.A.) e atmosféricas (Butterfly in Reverse). Nota-se um pouco de surf music em "New Frontier" e nos violões da faixa escondida e um arzinho folk music por todo álbum, além de outras mil referências.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um álbum leve, divertido, emocional, bem trabalhado em sua simplicidade e muito bem arranjado e produzido em seu lado mais complexo. Você pode tê-lo, caso goste dos grupos que já citei: Dave Matthews Band, Ben Harper... ou não tê-lo caso só goste de rock pesado. Mas se quiser comprar um único disco de pop rock pra dar de presente ou ter na coleção não deixe de escolher este. Com certeza não é o maior álbum da banda, mas ainda assim um ótimo trabalho!


Outras resenhas de Hard Candy - Counting Crows

Resenha - Hard Candy - Counting Crows

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

💬 Ler e postar comentários


Edu Falaschi - Vera Cruz
Pentral
MOPD
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL

Lista: clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1Lista
Clássicos do rock e do metal que ninguém aguenta mais ouvir - Parte 1


Sobre Bruno Coelho

Bruno Coelho é Arquiteto, escritor, poeta, produtor de eventos, pai, tradutor, intérprete e professor de inglês. Morou em cinco capitais brasileiras e hoje dedica-se ao árduo labor de organizar eventos na capital maranhense de São Luís. Fã do Dream Theater, Tool, Symphony X, Pain of Salvation e Evergrey, encontra espaço pra novas bandas e vertentes sempre.

Mais matérias de Bruno Coelho no Whiplash.Net.