RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemMembro do Guns N' Roses vai na Galeria do Rock de SP e compra camiseta oficial

imagemA banda que mostrou no Rock in Rio como se faz um show num festival gigantesco

imagemRafael Bittencourt confessa ambições no início do Angra: "Queria derrubar o Metallica!"

imagemComo o Green Day seria se fosse formado nos tempos atuais? Billie Joe Armstrong responde

imagem"Mulher gostosa" não ouve metal, diz Adam Levine do Maroon 5

imagemCinco perrengues que todo headbanger já passou em algum show de metal

imagem"Tá na hora de termos críticos de críticos", diz Maurício Meirelles sobre Regis Tadeu

imagemGuns N' Roses pede sugestões de músicas para tocar nos shows

imagemOs dois rockstars que influenciaram Casagrande a entrar no mundo das drogas

imagemA chave oculta no disco do Led Zeppelin que Raul usou para abrir as portas do conhecimento

imagemEx-guitarrista do Whitesnake relembra seu teste para substituir Ace Frehley no Kiss

imagemO hit de Cazuza feito durante internação e que seria indireta para affair Ney Matogrosso

imagemRegis Tadeu diz que faixa-título de novo álbum de Ozzy é "uma canção muito medíocre"

imagemA curiosa origem da rivalidade Sepultura x Sarcófago, segundo Jairo Guedz

imagemCasagrande diz que rock já bateu martelo na história da humanidade, porém...


NFL Steve Harris

Resenha - Ki - StereoKimono

Por Thiago Sarkis
Em 10/11/03

Nota: 9

Entre King Crimson e Pink Floyd. É precisamente nesta área que os italianos do StereoKimono se situam através de seu debute.

O lançamento – sabe-se lá porque cargas d’água - ganhou pouca atenção dos meios especializados, exceto pelo país dos músicos. Lá o conjunto venceu o renomado concurso "Stratosferica", que homenageia o vocalista do Area, Demetrio Stratos. As razões para a vitória tornam-se bem óbvias desde a primeira faixa de "Ki", intitulada "Eh! Ah!", a qual figura entre as melhores e mais pesadas músicas do disco e nos mostra um rock progressivo bem criativo, com constantes variações nos compassos, ótimas quebradas no ritmo. Um som melhor denominado por "Apoteotico", composição que vem logo a seguir. Contudo, não imagine os extremos das levadas de Robert Fripp & cia., já que a incidência floydiana é também forte e suaviza o que poderia, e às vezes realmente se torna, uma excentricidade crimsoniana.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O CD, todo instrumental, contando apenas com algumas partes ‘faladas’, é repleto de excelentes momentos, e duas faixas se destacam: "Phileas Fogg" pela atmosfera fantástica e consistência; e "Istanbul Di Giorno", terminantemente o destaque absoluto do álbum. Um incrível entrecorte de elementos folclóricos turcos, e também fusion, jazz, sempre tocados com bastante gabarito e técnica por parte dos músicos, especialmente o baixista Alex Vittorio. Trabalho bem postado e que pode ser escutado tanto com atenção metodológica quanto numa profunda viagem.

Site Oficial: http://www.stereokimono.com

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Lançado pela Sublime Label - Itália

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorarem

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis.