Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemJoão Gordo se reencontra com o amigo Iggor Cavalera; "Agora falta zerar com o vovô"

imagemO clássico dos Paralamas do Sucesso que Lobão acusou de plágio

imagemJimmy Page conta como convenceu Robert Plant a formar o Led Zeppelin

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemKing Diamond fala sobre retorno do Mercyful Fate; "Isso não é uma reunião"

imagemRob Halford compartilha a foto mais metal da semana; "O Rei e Eu"

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemA opinião de Marcelo Barbosa sobre cancelamento de Metallica e Pantera por racismo

imagemO hit de Nando Reis inspirado em clássico do Led Zeppelin e na relação com sua mãe

imagemOzzy Osbourne revela de qual de seus álbuns Lemmy Kilmister mais gostava


Stamp

Resenha - Tunes of Steel - Zonata

Por Haggen Kennedy
Em 03/03/00

Nota: 9

Quando ouvi falar dessa banda pela primeira vez pensei "deve ser outra banda qualquer". O leitor não tem idéia do quanto eu estava enganado. Assim que tive esse petardo em mãos minha idéia mudou completamente. A começar pela capa, que é muitíssimo bem feita. Muitas vezes o produto vale mais que a embalagem, mas convenhamos que uma capa bem feita já é meio caminho andado.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Mas não fica por aí. O que impressiona mesmo é que o som desses caras não fica atrás. Pelo contrário, cola junto e dá uma aula de heavy metal. "Tunes of Steel" é simplesmente uma obra prima do heavy metal clássico. E quem diria!, os integrantes da banda têm apenas 20 anos, em média. Fazer um debute (!) desses com essa idade é digno de aplausos. Aplausos tanto por causa da ousadia e capacidade dos músicos como por terem sem dúvida alcançado seu objetivo. Sim, porque o disco é metal até não poder mais. Quem gosta da velha escola NWOBHM e ainda ouve coisas como Liége Lord, Angel Witch, Helstar e Tank não pode deixar de conferir esse grupo.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Dream Child": é a música que abre o CD. Metal, metal, metal, como todas as outras no disco. O pequeno solo do começo termina no ponto certo pra começar a porradaria maravilhosa do bom heavy tradicional. Bateria acelerada, palhetadas idem. Perfeito.

As músicas a partir daí parecem, increvelmente, que apenas se tornam melhores. "Geronimo", com sua letra voltada para o próprio, é ótima. Se Gerônimo a ouvisse, a trilha sonora do velho-oeste seria o heavy metal.

"Thor (The Thundergod)" é a música que vem na seqüência. Acho que nem precisa dizer que os suecos do Zonata já tinham inspiração mais que suficiente pra jogar as guitarras na cara. Apesar de a canção começar com um tema épico escandinavo, o que predomina mesmo é o heavy que corre no sangue dos caras. Ê musiquinha boa!

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

O lance interessante é que, entre as dez músicas desse disco, uma (a quarta) é balada. "Beyond the Rainbow" é interessante pois pode-se ver com mais clareza de onde vieram as influências do vocalista Johannes Nyberg (que fundou a banda juntamente com seu irmão John Nyberg). Às vezes tem-se a nítida sensação de que é ninguém menos que Kai Hansen cantando, tamanha é a influência.

Continuando, vem "Criticized", "Welcome to this World of Fun", "The Evil Shadow", "Bring You Down To Hell", "Zonata" e "Viking". Dessas a 'menos melhor', por assim dizer é a "Welcome...", que não tem muita variação e é meio cansativa. O resto é realmente muito, muito bom, especialmente "Zonata".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

No resumo, o petardo é realmente muito bom. A única coisa que precisa de alguns retoques é o vocalista, que às vezes perde a linearidade da voz. Mas isso é algo que provavelmente estará solucionado no próximo disco do grupo. E é pouca coisa frente ao poder instrumental que esse quinteto tem. É impossível não curtir o bom e velho heavy metal desse pessoal. Se fosse melhor distribuído, "Tunes of Steel" alcançaria boas posições com certeza.

Material cedido por:
Century Media Records
Departamento de Publicidade
Caixa Postal 1240
São Paulo - SP
CEP 01059-970
E-mail: [email protected]

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorarem

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?


Sobre Haggen Kennedy

Nascido ao fim dos anos 70 e adolescido em meio ao universo metálico, Haggen Heydrich Kennedy já trabalhou e atuou numa vultosa gama de atividades, como o jornalismo, o desenho, a informática, o design e o ensino, além de outros quefazeres. Atualmente vive em Atenas, Grécia, onde estuda História, Arqueologia e Grego Antigo na Universidade de Atenas. A constante nesse turbilhão de ofícios, todavia, sempre constituiu-se de dois fatores: as línguas (ainda hoje trabalha com tradução e interpretação) e a música - esse último elemento, definitivo alimento espiritual.

Mais matérias de Haggen Kennedy.