Iron Maiden: Conheça todos os detalhes da capa de Somewhere In Time

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mário Pescada, Fonte: Editora Denfire
ENVIAR CORREÇÕES  

Desde a criação do mascote Eddie, com sua inserção por capas cada vez mais elaboradas e marcantes, o desenhista e designer inglês Derek Riggs se tornou peça fundamental no sucesso do IRON MAIDEN, praticamente um integrante do grupo.

The Best Maiden Tribute Br: Veja a performance de Total EclipseMaquiagem, spikes e sorrisos: conheça o Happy Black Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Um dos trabalhos mais ricos de Derek é a capa do disco "Somewhere In Time" (1986), com seu ar sombrio e futurista (esse que vos escreve tem até um pôster de Stranger In A Strange Land na parede). Uma capa com tantos detalhes que só mesmo seu criador seria capaz de explicar cada um deles.

O livro "Where Eagles Dare - IRON MAIDEN nos Anos 80", do escritor Martin Popoff e lançado no Brasil pela Editora Denfire, traz um relato do próprio Derek sobre TODOS os detalhes criados para essa icônica capa. São tantas referências e detalhes, que foi preciso colocar notas para melhor entendimento. Confira!

"Somewhere In Time foi uma ilustração tão complicada, mas tão complicada, que tudo fica perdido", diz Derek. "É bem por aí. Todas as piadinhas são ideias minhas, como o reflexo na janela que diz, "this is a very boring painting" (tradução: essa pintura é muito sem graça). Ocasionalmente, alguém surgia com uma ideia de uma ilustração, mas eles queriam uma cidade mais como aquela de Blade Runner (nota: Blade Runner - O Caçador de Androides, clássico filme de ficção científica de 1982), ao invés de algo como Star Wars. Queriam uma cidade de ficção científica. Por isso, trabalhei com um esboço e criei uma ilustração. Eu havia colocado um punhado de espaçonaves bem conhecidas como a U.S.S. Enterprise (nota: referência a franquia de ficção científica Star Trek), mas eles não queriam ser processados, por isso tive de removê-la. Pelo menos, consegui inserir o Batman - isso foi três anos antes do filme sair. Ele está no verso, de pé em um parapeito, que fica logo acima do cartucho de Powerslave. "

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Webster - ou Charlie Webster; eu havia esquecido completamente dele. Ele era o diretor de arte na EMI, quando estávamos fazendo essa capa. Esse cirílico acima das palavras Pizza Hut, acho que quer dizer leite azedo em russo, se me lembro corretamente (nota: isso pode também se referir ao iogurte, ou algo breve e direto para designar uma loja que vendia leite e outros produtos laticínios na Rússia). O chinês ali…eu copiei de uma revista chinesa ou japonesa, e era um anúncio de creme para espinhas. Eu o copiei, anotei, e um amigo meu, que é chinês diz: "Por que você escreveu aquilo ali"? Eu disse: "Tirei de uma revista". E ele diz: "E você sabe o que significa"? Eu disse que não. Então ele traduziu para mim, e disse - porque muita coisa da língua chinesa é baseada no contexto, "Até onde eu sei, significa: Perigo, biquíni amarelo" (risos). "

"E o Eddie tem um pênis movido a energia nuclear", continua Derek, apontando para o sinal de risco biológico na virilha do monstro. E quanto à mão contraída saindo no canto baixo à direita? "É uma piada! Ela remonta ao filme Monstro da Lagoa Negra (nota: filme de ficção científica de 1954). O filme original, em preto e branco, foi feito em 3-D. Ele sai da lagoa e destroça a tenda de umas pessoas e as mata. Nessa cena, todas as vítimas têm uma mão assim, e estão deitadas no chão. É uma piada entre os fãs de horror - sempre aquela mão. Então, é isso. E Eddie está fazendo a pose que os soldadinhos de brinquedo fazem. Aquela pose sempre foi feita pelos soldados ou cowboys. Eu nunca soube de verdade por que eles ficavam daquele jeito, porque eles não estavam fazendo nada. "Por que ele está apontando sua arma para o teto, papai"? "Eu não sei, filho".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E aquela torradeira espacial que segue o Eddie? "É a espaçonave dele; é onde ele voa por aí. Ela parece um tanto peculiar - eu só queria um pequeno buggy". Acrescenta Derek, sobre o monte de texto para todo lado: "Eu só queria uma porção de logotipos. Se você andar pela cidade, há um monte de logos de empresas. Então, eu tive de inventar logotipos, a fim de parecer com uma cidade. Bradbury Towers não o nome do edifício - Ray Bradbury Towers. Veja, em Blade Runner, o edifício em que ele está, acho que se chama Bradbury Villa ou algo parecido. É uma referência a isso; é uma piada de ficção científica".

O nome Acacia se refere, claro, a "22 Acacia Avenue" (nota: quarta faixa do disco The Number Of The Beast de 1982), e, logo abaixo: "Esse é o primeiríssimo pôster do IRON MAIDEN. E bem no meio, na frente, é o poste de iluminação da primeira capa, completo com placa e a lata de lixo (nota: referência ao disco IRON MAIDEN de 1980). Tudo se realimenta. Ícaro está caindo do alto daquele edifício no verso (nota: outra referência a própria banda, no caso, a música Flight Of Icarus do disco Piece Of Mind de 1983). Tem um pouco de judaísmo - é Deus escrito no formato de um homem, misticismo profundo; os judeus entendem isso. Aquilo é uma coisa cabalista".

"E tem o placar de futebol ali, e Live After Death (nota: referência ao disco ao vivo homônimo da banda de 1985) e Blade Runner em exibição no cinema; Phantom Opera House, de Phantom Of The Opera (nota: quarta faixa do disco IRON MAIDEN de 1980). Ruskin Arms, esse é o pub que eles costumavam frequentar, e Rainbow é o pub Rainbow de Los Angeles. L’Amours é em Nova Iorque. Hammerjacks é uma boate em Baltimore onde eles costumavam ir. Tem a TARDIS de Doctor Who (nota: série de ficção científica britânica). O Doutor Who voa por aí em uma máquina do tempo chamada TARDIS. A máquina do tempo possuía um circuito camaleônico para fazê-la se misturar com o ambiente de fundo, mas ele aterrissou na Londres dos anos 60, e ela se disfarçou de cabine telefônica policial, que existia em 1961 ou algo assim. Mas o circuito camaleônico pifou e ela ficou para sempre como cabine telefônica. Por isso, ele está voando em uma máquina do tempo que parece com uma cabine telefônica de 1961".

"Tem a Fireball XL5, que a maioria das pessoas não se lembra (nota: programa de televisão infantil britânico com tema de ficção científica) - ela tinha todas as espaçonaves, não é? Jerry Anderson tinha as Thunderbirds e Stingrays, e uma das suas primeiras era chamada Fireball XL5 e era uma espaçonave foguete. A outra antes dessa se chamava Supercar. Você precisa ter um dos DVDs; eles eram brilhantes, melhor do que Star Wars (risos). E aquela coisa grande ali é uma pirâmide, e temos a morte flutuando por aí... E tem a Tyrell Corporation no fundo - esse é o nome da corporação em Blade Runner. É a companhia que fabrica os clones que Harrison Ford está tentando matar. "The Mekong Lives in L.A." está escrito à direita. Mekong está em Dan Dare, a revista em quadrinhos de ficção científica dos anos 20: Dan Dare, piloto do futuro".

Continuando a turnê, Derek explica que, "Isso é uísque em Iídiche e aquele é Bruce com um cérebro. Eles me pediram para pintar retratos, e reclamaram porque não se parecem exatamente com eles. Se liga! Eles medem centímetros de altura. São do tamanho de selos postais (risos). Toda a pintura teria medido 38 cm x 82 cm. Powerslave mede 58 cm, eu acho, porque foi a maior dimensão de prancha que consegui arranjar, então ela provavelmente devia medir 58 cm x 66 cm, e tivemos que cortá-la do tamanho de um quadrado, ou simplesmente pintar de azul no topo ou algo assim. Mas, sim, tem a loja de instrumentos Sanctuary Shop (nota: outra referência a própria banda, no caso, a faixa bônus Sanctuary, do disco IRON MAIDEN de 1980). Tem a loja HMV, porque eles tinham assinado com a HMV (nota: HMV ou His Master's Voice, antiga gravadora), Tem Gypsy’s Kiss, que foi a primeira banda de Steve. Tem a Spitfire de "Aces High" (nota: nome da primeira faixa do disco anterior, Powerslave, de 1984), por isso tem o bar Aces High ali. Aquilo é um disco voador, um OVNI…"

"E com o Eddie", diz Derek, voltando ao centro agitado da imagem, "o conceito todo era que ele passasse de um álbum até o próximo, e é por isso que ele manteve o olho artificial e todas as coisas que aconteceram a ele. Eu gosto de manipular ele desse jeito, para ver o que se pode fazer com ele a seguir, quais partes que você pode manter".

Outros detalhes interessantes incluem o relógio marcando dois minutos para a meia-noite (nota: referência explícita a música 2 Minutes To Midnight, segunda faixa do disco Powerslave, de 1984), o placar de futebol com o West Ham (vencendo, naturalmente), uma menção indireta a Philip K. Dick, que escreveu o livro no qual Blade Runner foi baseado, a camiseta de Nicko "Iron What?", o Olho de Hórus (nota: símbolo oriundo do antigo Egito, outra referência ao disco Powerslave, de 1984) , o gato com o halo (ver Live After Death), o edifício da Asimov Foundation (nota: homenagem ao escritor norte-americano de ficção científica Isaac Asimov), e Tehe’s Bar, o lugar de onde a banda roubou algumas vocalistas de apoio para usar em "Heaven Can Wait (nota: quarta faixa do disco Somewhere In Time, de 1986). "

E você, leitor/a, mesmo com as dicas, conseguiu achar todos esses detalhes? Eu não!

Para ler mais histórias curiosas do IRON MAIDEN e sua trajetória durante a década de 80, adquira o livro "Where Eagles Dare - IRON MAIDEN nos Anos 80", lançado pela Editora Denfire.

Matéria relacionada:

Iron Maiden: livro que cobre a fase anos 80 é espetacularIron Maiden
Livro que cobre a fase anos 80 é espetacular




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "Iron Maiden"


The Best Maiden Tribute Br: Veja a performance de Total Eclipse

Bruce Dickinson: ex-esposa do vocalista, Paddy Bowden, morre em acidenteBruce Dickinson
Ex-esposa do vocalista, Paddy Bowden, morre em acidente

Há 62 anos: nascia Paul Di'Anno

Bruce Dickinson: Children of the Beast fará live tocando só músicas solo do cantorBruce Dickinson
Children of the Beast fará live tocando só músicas solo do cantor

Iron Maiden: "To Tame A Land" recriada pelo guitarrista do Judas PriestEluveitie: 5 riffs do Iron Maiden no hurdy gurdy (vídeo)

Iron Maiden: Run To The Hills tocada no ukulele? Acredite, ficou legal (vídeo)Iron Maiden
"Run To The Hills" tocada no ukulele? Acredite, ficou legal (vídeo)

Iron Maiden: As 10 piores músicas da banda de 2000 a 2015 (vídeo)Iron Maiden
As 10 piores músicas da banda de 2000 a 2015 (vídeo)

Iron Maiden: Baterista faz cronologia da banda em video de 5 minutosDeja Vu Do Rock: Edgar Allan Poe e o Heavy Metal (vídeo)

Iron Maiden: incrível cover acústico de When The River Runs DeepIron Maiden
Incrível cover acústico de When The River Runs Deep

Iron Maiden: Não é Eddie na capa do 'The Final Frontier'Iron Maiden
"Não é Eddie na capa do 'The Final Frontier'"


Maquiagem, spikes e sorrisos: conheça o Happy Black MetalMaquiagem, spikes e sorrisos
Conheça o Happy Black Metal

Journey: o famoso erro geográfico em Don't Stop Believin'Journey
O famoso erro geográfico em "Don't Stop Believin'"


Sobre Mário Pescada

Mineiro, leitor compulsivo, ouvinte de todas as vertentes do rock - do blues ao grindcore. Valoriza mais a honestidade e entrega em cima do palco do que a técnica. Guarda os flyers dos shows que vai como se fossem relíquias.

Mais matérias de Mário Pescada no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280