Led Zeppelin: O Fim do Yardbirds e Sua Origem

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por André Garcia, Fonte: Camarada Garcia em Medium.com
Enviar correções  |  Comentários  | 

Yardbirds foi formado na Inglaterra, em 1963, conquistando notoriedade a partir de outubro, quando o guitarrista Top Topham deu lugar a Eric Clapton.

5000 acessosBaixistas: quais são os dez mais ricos do mundo5000 acessosIron Maiden: as 20 melhores músicas da "Era de Ouro"

Clapton deixou a banda em 1965, por divergências musicais, indicando para seu posto um jovem, porém, já renomado músico de estúdio chamado Jimmy Page. Page, que estava satisfeito com sua carreira (e salário), recusou o convite e indicou seu amigo Jeff Beck. Beck topou e fez seu primeiro show com a banda apenas dois dias após a saída do futuro guitarrista do Cream.

A constante busca de Jeff Beck por novas sonoridades, somada ao talento musical do baixista, enriqueceu o Yardbirds, que começou a experimentar novos estilos musicais, como o canto gregoriano, música indiana e psicodelia. Porém, embora a banda tenha gravado boa parte de suas melhores músicas nesse período, Jeff Beck estava insatisfeito com ela, então, em 1966, resolveu iniciar um projeto paralelo. Para essa nova empreitada ele convidou seu amigo Jimmy Page, que não estava mais satisfeito com a carreira de músico de estúdio e queria fazer sua própria banda para fazer sua própria música.
O projeto não vingou e acabou resultando apenas na gravação da faixa instrumental Beck’s Bolero. Entretanto, a experiência de fazer aquele som pesado da segunda metade da música ficaria na cabeça do Jimmy Page e cresceria dentro dele nos meses seguintes.

Pouco depois Page entrou para o Yardbirds, substituindo o baixista.
Ainda naquele ano ele trocou de instrumentos com o segundo guitarrista e, por fim, se tornou o único guitarrista, após a saída de Jeff Beck.

Sem Beck e o baixista original, os maiores responsáveis pelas sonoridades e musicalidades exploradas na segunda fase do Yardbirds, os integrantes remanescentes sabiam que seria necessário buscar novos caminhos. Jimmy Page observava atentamente o blues pesado feito por bandas como Cream, Jimi Hendrix Experience e o recém formado Jeff Beck Group e acreditava que aquela era a direção a seguir. O vocalista e o baterista, por outro lado, estavam mais interessados em música folk e erudita.

Esse racha, somado à agenda frenética de shows e bebedeira, fez com que atritos e desgastes acabassem por desfazer a banda em agosto de 1968. O problema era que, embora o baterista e o vocalista não quisessem mais tocar, ainda havia uma turnê na Escandinávia marcada para setembro. A solução que eles encontraram foi autorizar Jimmy Page e o baixista a usarem o nome Yardbirds com outros integrantes para fazer aquelas apresentações e fechar a agenda.

O primeiro substituto que Page encontrou foi Robert Plant, que não foi a primeira escolha do guitarrista e não tinha a voz que ele buscava, mas que acabou sendo escolhido porque sabia cantar e entendia de country blues. John Bonham chegou a seguir. O baterista, que havia tocado com Plant no Band of Joy, chegou recomendado pelo vocalista e ficou com o posto ao impressionar Page. Enquanto a banda era montada, o baixista decidiu abandonar o barco e Jimmy Page, na mesma, hora chamou para seu lugar John Paul Jones, com quem ele já havia tocado como músico de estúdio e também no Beck’s Bolero.

Essa formação mudou o nome para The New Yardbirds, já que não havia mais nenhum integrante original e, assim, fizeram a turnê escandinava seguindo a direção musical que Page tanto desejava. O repertório misturava clássicos do Yardbirds com músicas que seriam parte do primeiro disco do Led Zeppelin, como Communication Breakdown. O resultado foi tão satisfatório que em outubro eles já retornaram à Inglaterra indo para o estúdio gravar aquilo.

Decididos a se livrar da identidade do Yardbirds, era preciso um novo nome. Jimmy Page se recordou da época de Beck’s Bolero, quando ele e Jeff Beck conversavam com Keith Moon e John Entwistle, baterista e baixista do The Who, brigados com a banda na época, sobre formar um super grupo. Moon disse que aquela banda afundaria como uma balão de chumbo e Entwistle emendou dizendo que seria como um dirigível de chumbo (lead zeppelin, em inglês). A banda curtiu o nome, que representava perfeitamente o peso, a leveza e a grandiosidade que eles buscavam, entretanto alterou a grafia para “led” para evitar confusões com a pronuncia.

Assim, ainda em novembro de 68, a banda conseguiu um contrato com a Atlantic Records que, já em janeiro, lançou o disco de estreia do Led Zeppelin. A partir daí o resto é história.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 12 de agosto de 2017


BaixistasBaixistas
Quais são os dez mais ricos do mundo

734 acessosRobert Plant: veja duas músicas do novo álbum em programa de TV54 acessosEm 22/10/1969: Led Zeppelin lança o álbum Led Zeppelin II777 acessosLed Zeppelin: Na capa de edição especial da revista Classic Rock0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Led Zeppelin"

Rock and RollRock and Roll
Brigas internas que serviram como inspiração para clássicos

Robert PlantRobert Plant
Os álbuns do vocalista, do pior para o melhor

Planet RockPlanet Rock
As quarenta maiores vozes da história do rock

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Led Zeppelin"0 acessosTodas as matérias sobre "Yardbirds"


Iron MaidenIron Maiden
As 20 melhores músicas da "Era de Ouro"

MOR 2015MOR 2015
Conheça a loira que "deu um show" com o Steel Panther

A década perdida?A década perdida?
Rock Brasileiro da Década de 70

5000 acessosSlash: guitarrista escolhe seus riffs favoritos5000 acessosSteven Tyler: "Há álbuns que prefiro esquecer"5000 acessosO Suprassumo do Superestimado: os 11 mais (ou menos) nacionais5000 acessosDethklok: conheça a maior banda do mundo5000 acessosBill Ward: "Quer aprender bateria? Ouça a Lars Ulrich!"5000 acessosRock para o Mal: confira músicas usadas para torturar em Guantánamo

Sobre André Garcia

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online