Brian Eno: Mergulhado em insânia, ambiência e genialidade

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Durr Campos
Enviar Correções  

Deixe-me falar a vocês sobre este senhor. Brian Eno é um gênio. Posto isso, presto minha homenagem ao homem que registrou dois dos álbuns mais influentes da história, "Roxy Music' (1972) e "For Your Pleasure" (1973), ao lado de Bryan Ferry, Andy Mackay, Phil Manzanera, Graham Simpson e Paul Thompson. Aventurou-se pela música ambiente, o que fez magistralmente. Ou mencionar "Ambient 1: Music for Airports" (1978) sem utilizar-se da palavra "estupendo" é possível?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Este inglês ainda trabalhou com outro conterrâneo tão essencial quanto, mais precisamente David Bowie, com quem compôs a famosa "Berlin Trilogy" enquanto dividiam um apê no meu bairro favorito na capital alemã, Schöneberg. Dali saiu "somente" os álbuns "Low" (1977), "Heroes" (1977) e "Lodger" (1979). Além deles, ambos ainda foram responsáveis a, ao lado de Iggy Pop, soltar "Lust For Life" (1977) e "The Idiot" (1977).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Como era de se esperar, o destino o fez cruzar o caminho de outro insano genial, Robert Fripp, com quem registrou dois dos meus itens de cabeceira: "(No Pussyfooting) (1973)" e "Evening Star" (1975), além de mais dois décadas após.

Como se isto não bastasse - e bastaria! - ainda teve papel primordial na carreira e música do Devo (fiquemos "apenas" no debut "Are We Not Men? We Are Devo!" de 1978), produziu pelo menos três discos irretocáveis com o Talking Heads, incluindo aí o sensacional "Remain in Light" (1980) e, lógico, também foi produtor, mixou e co-escreveu sete discos do U2 (a saber, "The Unforgettable Fire", "Wide Awake in America", "The Joshua Tree", "Achtung Baby", "Zooropa", "All That You Can't Leave Behind" e "No Line on the Horizon").

Depois disso, senhoras e senhores, Brian Eno andou passando a mão em diversas bandas e as moldou em seus devaneios e alusões. Exemplos? Ultravox, Sinéad O'Connor, Coldplay, Grace Jones... é mole? O homem que foi eleito este ano como o "músico mais sexy do mundo" pela revista "Glam'Mag" e até já foi dado como morto no facebook completa hoje 66 anos. Que viva mais outros 66, no mínimo!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Uma foto não seria suficiente, então compartilho algumas das que mais gosto.

Nunca ouviu falar nele ou pouco se aprofundou? Permitam-me listar uma dezena de canções sem as quais não poderá mais viver. Em ordem crescente:

10. "Here He Comes" [Before and After Science, 1977]
9. "St. Elmo’s Fire" [Another Green World, 1975]
8. "Back in Judy’s Jungle" [Taking Tiger Mountain (By Strategy), 1974]
7. "The True Wheel" [Taking Tiger Mountain (By Strategy), 1974]
6. "Needles in the Camel’s Eyes" [Here Come the Warm Jets, 1974]
5. "I’ll Come Running" [Another Green World, 1975]
4. "Burning Airlines Give You So Much More" [Taking Tiger Mountain (By Strategy), 1974]
3. "King’s Lead Hat" [Before and After Science, 1977]
2. "Dead Finks Don’t Talk" [Here Come the Warm Jets, 1974]
1. "Here Come the Warm Jets" [Here Come the Warm Jets, 1974]

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Happy Birthday, Mr. Brian Eno.

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Raul Seixas: Perguntas e respostas e curiosidades diversasRaul Seixas
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

Slipknot: Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey TaylorSlipknot
Ozzy quis entrar pra banda segundo Corey Taylor


Sobre Durr Campos

Graduado em Jornalismo, o autor já atuou em diversos segmentos de sua área, mas a paixão pela música que tanto ama sempre falou mais alto e lá foi ele se aventurar pela Europa, onde reside atualmente e possui família. Lendo seus diversos artigos, reviews e traduções publicados aqui no site, pode-se ter uma ideia do leque de estilos que fazem sua cabeça. Como costuma dizer, não vê problema algum em colocar para tocar Napalm Death, seguido de algo do New Order ou Depeche Mode, daí viajar com Deep Purple, bailar com Journey, dar um tapa na Bay Area e finalizar o dia com alguma coisa do ABBA ou Impetigo.

Mais matérias de Durr Campos no Whiplash.Net.

Goo336 Cli336 Goo728 Goo336 Cli336 WhiFin