Tradução - Division Bell - Pink Floyd

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tradução - Division Bell - Pink Floyd

Traduzido por Guilherme Nunes e Maíra Neves

  | Comentários:
Imagem

Sites:
http://www.cursedself.blogger.com.br
http://www.accela.weblogger.com.br

Cluster One

(Instrumental)

Grupo Um

(Instrumental)

What Do You Want From Me

As you look around this room tonight
Settle in your seat and dim the lights
Do you want my blood, do you want my tears
What do you want
What do you want from me
Should I sing until I can't sing any more
Play these strings until my fingers are raw
You're so hard to please
What do you want from me

What do you want from me
Do you think that I know something you don't know
(What do you want from me)
If I don't promise you the answers would you go
(What do you want from me)
Should I stand out in the rain
Do you want me to make a daisy chain for you
I'm not the one you need
What do you want from me

You can have anything you want
You can drift, you can dream
Even walk on water
Anything you want

You can own everything you see
Sell your soul for complete control
Is that really what you need

You can lose yourself this night
See inside there is nothing to hide
Turn and face the light

What do you want from me

O Que Você Quer de Mim

Enquanto você procura nesse quarto, esta noite
Acomode-se em sua cadeira e diminua as luzes
Você quer meu sangue, você quer minhas lágrimas
O que você quer (?)
O que você quer de mim (?)
Deveria eu cantar até que não pudesse mais cantar (?)
Tocar essas cordas até meu dedo esfolar
Você é tão difícil de agradar
O que você quer de mim (?)

O que você quer de mim (?)
Você pensa que eu sei algo que você não sabe (?)
(O que você quer de mim (?))
Se eu não te prometesse respostas você iria embora (?)
(O que você quer de mim (?))
Deveria eu ficar lá fora na chuva
Você quer que eu te faça uma roda de margaridas (?)
Eu não sou quem você precisa
O que você quer de mim (?)

Você pode ter tudo que quiser
Você pode divagar, você pode sonhar
Até mesmo na água andar
Qualquer coisa que desejar

Você pode possuir tudo que vê
Vender sua alma para tudo controlar
É disso mesmo que você precisa (?)

Você pode se perder esta noite
Perceba que não existe nada para esconder
Vire e encare a luz

O que você quer de mim (?)

Poles Apart

Did you know...
It was all going to go so wrong for you
And did you see it was all going to be
So right for me
Why did we tell you then
You were always the golden boy then
And that you'd never lose that light in your eyes

Hey you...
Did you ever realise what you'd become
And did you see
That it wasn't only me you were running from
Did you know all the time
But it never bothered you anyway
Leading the blind
While I stared out the steel in your eyes

The rain fell slow
Down on all the roofs of uncertainty
I thought of you and the years
And all the sadness fell away from me
And did you know...

I never thought that you'd lose
That light in your eyes

Extremos Opostos

Você sabia...
Que tudo daria mal para você (?)
E você viu que tudo iria
Tão bem para mim (?)
Porque dissemos a você então (?)
Você sempre fora o garoto-de-ouro naqueles tempos
E você nunca perderia aquele brilho no olhar

Ei você...
Você já conseguiu perceber o que você tornou (?)
E você viu
Que não era só de mim que você fugia (?)
Você sabia o tempo todo
E isso nunca te incomodou (?)
Liderando os tolos
Enquanto eu observava a frieza em seus olhos

A chuva caiu lenta
Abaixo nos telhados da incerteza
Eu pensei sobre você e todos os anos
E toda a tristeza caiu sobre mim
E você sabia... (que)

Eu nunca pensei que você perderia
Aquele brilho no olhar (?)

Marooned

(Instrumental)

Ilhado

(Instrumental)

A Great Day For Freedom

On the day the wall came down
They threw the locks onto the ground
And with glasses high
We raised a cry for freedom had arrived

On the day the wall came down
The Ship of Fools had finally run aground
Promises lit up the night
Like paper doves in flight

I dreamed you had left my side
No warmth, not even pride remained
And even though you needed me
It was clear that I could not do a thing for you

Now life devalues day by day
As friends and neighbors turn away
And there's a change that, even with regret
Cannot be undone

Now frontiers shift like deserts sands
While nations wash their bloodied hands
Of loyalty, of history, in shades of grey

I woke to the sound of drums
The music played
The morning sun streamed in
I turned and I looked at you
And all but the bitter residue slipped away...
Slipped away

Um Grande Dia Para A Liberdade

No dia em que o muro veio abaixo
Eles jogaram as armas ao chão
E com as taças ao alto
Nós gritamos porque a liberdade chegara

No dia em que o muro veio abaixo
A Nau dos Insensatos* finalmente atracara
Promessas incendiaram a noite
Como andorinhas de papel em vôo

Eu sonhei que você me deixara
Sem calor, nem mesmo o orgulho sobrou
E mesmo que você precisasse de mim
Era claro que eu não poderia fazer nada por você

Agora a vida tem, a cada dia, menos valor
Conforme amigos e vizinhos partem
E há uma mudança, que mesmo com desculpas
Não pode ser desfeita

Agora fronteiras mudam como areias dos desertos
Enquanto nações lavam suas mãos ensangüentadas
De lealdade, de história, em tons de cinza

Eu acordei aos sons de tambores
A música tocava
O sol da manhã entrava
Eu me virei e olhei para você
E tudo menos o resíduo amargo fugia...
Fugia

* The Ship of Fools = A Nau dos Insensatos. Referência à produção norte-americana de 1965, dirigida por Stanley Kramer, com roteiro de Abby Mann baseado no romance de Katherine Anne Potter, com Vivien Leigh, Simone Signoret, Oskar Werner, Jose Ferrer, Michael Dunn e Lee Marvin, entre outros, no elenco. Foi premiado com os Oscars de melhor fotografia em preto e branco (Ernest Laszlo) e melhor decoração de set. Foi também o último filme da atriz Vivien Leigh (E O Vento Levou...)

Wearing The Inside Out

From morning to night I stayed out of sight
Didn't recognize I'd become
No more than alive I'd barely survive
In a word...overrun

Won't hear a sound
(He's curled into the corner)
From my mouth
(But still the screen is flickering)
I've spent too long
(With an endless stream of garbage to)
On the inside out (...curse the place)
My skin is cold
(In a sea of random images)
To the human touch
(The self-destructing animal)
This bleeding heart's
(Waiting for the waves to break)
Not beating much

I murmured a vow of silence and now
I don't even hear when I think aloud
Extinguished by light I turn on the night
Wear its darkness with an empty smile

I'm creeping back to life
My nervous system all awry
I'm wearing the inside out

Look at him now
He's paler somehow
But he's coming around
He's starting to choke
It's been so long since he spoke
Well he can have the words right from my mouth

And with these words I can see
Clear through the clouds that covered me
Just give it time then speak my name
Now we can hear ourselves again

I'm holding out (He's standing on the threshold)
For the day (Caught in fiery anger)
When all the clouds
(And hurled into the furnace he'll)
Have blown away (...curse the place)
I'm with you now
(He's torn in all directions)
Can speak your name
(And still the screen is flickering)
Now we can hear
(Waiting for the flames to break)
Ourselves again

Ao Avesso

De manhã até à noite eu fiquei fora de vista
Não percebi o que tinha me tornado
Não mais do que vivo eu quase nem sobrevivo
Numa palavra...ultrapassado

Não escutará nenhum som
(Ele está encolhido no canto)
Da minha boca
(Mas ainda assim a tela está oscilando)
Eu gastei muito tempo
(Num raio sem-fim de lixo para)
Às avessas (...amaldiçoar o lugar)
Minha pele está insensível
(Um mar de imagens casuais)
Ao toque humano
(O animal auto-destrutivo)
Esse coração sangrento
(Esperando o quebrar das ondas)
Não está batendo muito

Eu sussurrei um voto de silêncio e agora
Eu nem mesmo escuto quando penso em voz alta
Apagado pela luz, eu acendo a noite
Visto sua escuridão com um sorriso vazio

Estou me arrastando de volta à vida
Todo meu sistema nervoso está fodido
Eu estou às avessas

Olhe para ele agora
De alguma forma está mais pálido
Mas está voltando a si
Ele está engasgando
Faz tanto tempo desde que ele falou
Bem, ele pode ficar com as palavras da minha boca

E com essas palavras eu posso ver
Claramente pelas nuvens que me cobriam
Apenas tome seu tempo então fale meu nome
Agora podemos nos ouvir novamente

Estou me escondendo (Ele está no limiar)
Por hoje (Preso numa raiva ardente)
Quando todas as nuvens
(E arremessado nesse inferno ele irá)
Foram sopradas para longe (...amaldiçoar o lugar)
Estou com você agora
(Ele está ferido de todas as formas)
Posso falar seu nome
(E ainda assim a tela oscila)
Agora podemos escutar
(Esperando as chamas pegarem)
Novamente a nós mesmos

Take It Back

Her love rains down on me
Easy as the breeze
I listen to her breathing
It sounds like the waves on the sea
I was thinking all about her
Burning with rage and desire
We were spinning into darkness;
(And) the earth was on fire

She could take it back
She might take it back some day

So I spy on her, I lie to her
I make promises I cannot keep
Then I hear the laughter rising
Rising from the deep
And I make her prove her love for me
I take all that I can take
And I push her to the limit
To see if she will break

She might take it back
She could take it back some day

Now I have seen the warnings
Screaming from all sides
It's easy to ignore them
And God knows I've tried
All of this temptation
It turned my faith to lies
Until I couldn't see the danger
Or hear the rising tide

She can take it back, she will take it back some day
She can take it back, she will take it back some day
She will take it back, she will take it back some day

Volte Atrás

O amor dela chove sobre mim
Calmo como a brisa
Eu escuto ela respirar
Soa como as ondas do mar
Eu estava completamente pensando sobre ela
Queimando de raiva e desejo
Nós girávamos na escuridão;
(E) a terra em chamas

Ela poderia voltar atrás
Ela talvez algum dia volte

E eu a espiono, eu minto para ela
Eu faço promessas que não posso cumprir
Então eu escuto mais forte sua risada
Nascendo lá do fundo
E eu a faço provar seu amor por mim
E tomo tudo que posso tomar
E a levo ao limite
Para ver se ela resiste

Ela poderia voltar atrás
Ela talvez algum dia volte

Agora eu vi os avisos
Gritando por todos os lados
Era fácil ignorá-los
E Deus sabe que eu tentei
Todas essas tentações
Elas transformaram minha fé em mentiras
Até que eu não mais pudesse ver o perigo
Ou ouvir a maré alta

Ela poderia voltar atrás, ela irá voltar algum dia
Ela poderia voltar atrás, ela irá voltar algum dia
Ela irá voltar atrás, ela irá voltar algum dia

Coming Back To Life

Where were you
When I was burned and broken
While the days slipped by
From my window watching
(And) Where were you when I was hurt
And I was helpless
Because the things you say
And the things you do surround me
While you were hanging yourself
On someone else's words
Dying to believe in what you heard
I was staring straight into the shining sun

Lost in thought and lost in time
While the seeds of life
And the seeds of change were planted
Outside the rain fell dark and slow
While I pondered on this dangerous
But irresistible pastime
I took a heavenly ride through our silence
I knew the moment had arrived
For killing the past and coming back to life

I took a heavenly ride through our silence
I knew the waiting had begun
(And) headed straight...into the shining sun

Voltando À Vida

Onde estava você
Quando eu estava queimado e arrasado
Quando da minha janela
Eu olhava meus dias se esvaindo
(E) Onde estava você quando eu estava machucado
E indefeso
Porque as coisas que você diz
E as coisas que você faz me envolvem
Enquanto você era enfeitiçada
Pelas palavras de outra pessoa
(eu) Morria de vontade de saber o que você ouvia
Eu olhava diretamente para o sol brilhando

Perdido em pensamentos e perdido no tempo
Ao mesmo tempo em que as sementes da vida
E as sementes da mudança eram plantadas
Lá fora a chuva caía escura e lenta
Enquanto eu ponderava sobre esse perigoso
Mas irresistível passado
Eu fiz um passeio adorável pelo nosso silêncio
Eu soube que o momento havia chegado
De matar o passado e voltar à vida

Eu fiz um passeio adorável pelo nosso silêncio
Eu soube que a espera havia começado
(E) me voltei diretamente...para o brilhante sol

Keep Talking

(For millions of years
Mankind lived just like animals
Then something has happened
Which unleashed the power of our imagination.
We learned to talk)

There's a silence surrounding me
I can't seem to think straight
I'll sit in the corner
No one can bother me
I think I should speak now
(Why won't you talk to me)
I can't seem to speak now
(You never talk to me)
My words won't come out right
(What are you thinking)
I feel like I'm drowning
(What are you feeling)
I'm feeling weak now
(Why won't you talk to me)
But I can't show my weakness
(You never talk to me)
I sometimes wonder
(What are you thinking)
Where do we go from here
(What are you feeling)

(It doesn't have to be like this.
All we need to do is make sure
we keep talking)

Why won't you talk to me
(I feel like I'm drowning)
You never talk to me
(You know I can't breathe now)
What are you thinking
(We're going nowhere)
What are you feeling
(We're going nowhere)
Why won't you talk to me
You never talk to me
What are you thinking
Where do we go from here

(It doesn't have to be like this.
All we need to do is make sure
we keep talking)

Continue Falando

(Por milhões de anos
A raça humana viveu como os animais
Então algo que aconteceu
Libertou o poder da nossa imaginação.
Nós aprendemos a falar)

Existe um silêncio me envolvendo
Eu não consigo pensar direito
Me sentarei (aqui) no canto
(Onde) ninguém pode me incomodar
Eu acho que eu deveria falar agora
(Porque você não falará comigo?)
Eu, parece, que não consigo falar agora
(Você nunca fala comigo)
Minhas palavras não sairão certas
(O que você está pensando?)
Eu sinto como se estivesse me afogando
(O que você está sentindo?)
Eu estou me sentindo fraco agora
(Porque você não falará comigo?)
Mas não posso mostrar minhas fraquezas
(Você nunca fala comigo)
Eu às vezes penso
(O que você está pensando?)
Para onde vamos depois daqui
(O que você está sentindo?)

(Não precisa ser desse jeito.
Tudo que devemos fazer é ter a certeza
de continuarmos conversando)

Porque você não falará comigo(?)
(Eu sinto como se estivesse me afogando)
Você nunca fala comigo
(Você sabe que não posso respirar agora)
O que você está pensando(?)
(Nós não estamos indo para lugar algum)
O que você está sentindo(?)
(Nós não estamos indo para lugar algum)
Porque você não falará comigo(?)
Você nunca fala comigo
Em que você está pensando(?)
Para onde vamos depois daqui(?)

(Não precisa ser desse jeito.
Tudo que devemos fazer é ter a certeza
de continuarmos conversando)

Lost For Words

I was spending my time in the doldrums
I was caught in a cauldron of hate
I felt persecuted and paralysed
I thought that everything else would just wait

While you are wasting your time
On your enemies
Engulfed in a fever of spite
Beyond your tunnel vision reality fades
Like shadows into the night

To martyr yourself to caution
Is not going to help at all
Because there'll be no safety in numbers
When the Right One walks out of the door

Can you see your days blighted by darkness?
Is it true you beat your fists on the floor?
Stuck in a world of isolation
While the ivy grows over the door

So I open my door to my enemies
And I ask could we wipe the slate clean
But they tell me to please go fuck myself
You know you just can't win

Perdido Em Palavras

Eu estava passando meu tempo mal-humorado
Eu fiquei preso num caldeirão de ódio
Eu me senti perseguido e paralisado
Eu pensei que tudo mais iria esperar

Enquanto você está perdendo seu tempo
Com seus inimigos
Mergulhada num rancor febril
Além do seu campo de visão a realidade esmorece
Como sombras na noite

Se martirizar como aviso
Não ajudará em nada
Porque não haverá segurança alguma nos números
Quando O Certo passar pela sua porta

Você pode ver seus dias arruinados pela escuridão?
É verdade que você bate seus punhos contra o chão?
Impedido, num mundo de isolamento
Enquanto as heras crescem na porta

Então eu abro minha porta para meus inimigos
E pergunto se poderíamos começar uma vida nova
Mas eles me dirão para eu, gentilmente, ir me foder
Você sabe que você não pode mesmo ganhar

High Hopes

Beyond the horizon of the place
We lived when we were young
In a world of magnets and miracles
Our thoughts strayed constantly
And without boundary
The ringing of the division bell had begun

Along the Long Road
And on down the Causeway
Do they still meet there by the Cut

There was a ragged band
That followed in our footsteps
Running before time
Took our dreams away
Leaving the myriad small creatures
Trying to tie us to the ground
To a life consumed by slow decay

The grass was greener
The light was brighter
With friends surrounded
The nights of wonder

Looking beyond the embers of bridges
Glowing behind us
To a glimpse of how green it was
On the other side
Steps taken forwards but
Sleepwalking back again
Dragged by the force of some inner tide

At a higher altitude with flag unfurled
We reached the dizzy heights
Of that dreamed of world

Encumbered forever by desire and ambition
There's a hunger still unsatisfied
Our weary eyes still stray to the horizon
Though down this road
We've been so many times

The grass was greener
The light was brighter
The taste was sweeter
The nights of wonder
With friends surrounded
The dawn mist glowing
The water flowing
The endless river

Forever and ever

Altas Esperanças

Além do horizonte do lugar
Em que vivíamos quando éramos jovens
Num mundo de seduções e milagres
Nossos pensamentos constantemente isolados
E sem fronteiras
O soar do sino da divisão começou

Adiante na Longa Estrada
E então descendo para a Ponte
Eles ainda se encontram lá perto da Bifurcação (?)

Houve uma bandinha
Que seguia nossos passos
Correndo à frente do tempo
Tomou nossos sonhos
Deixando infinitas criaturinhas
Tentando nos prender ao chão
À uma vida consumida por lenta decadência

A grama era mais verde
A luz era mais clara
Com amigos ao redor
As noites assombrosas

Olhando além das brasas das pontes
Brilhando atrás de nós
Por um vislumbre de como era mais verde
Do outro lado
Passos levados adiante mas
Mais uma vez inconscientemente
Arrastados pela força de um desejo secreto

Numa grande altitude com a bandeira desenrolada
Nós alcançamos as vertiginosas alturas
Daquele sonhado mundo

Para sempre atrapalhado pelo desejo e ambição
Existe um desejo ainda não satisfeito
Nossos olhos cansados irão se perder no horizonte
Mesmo que por essa estrada
Já tenhamos passado tantas vezes

A grama era mais verde
A luz mais clara
O gosto mais doce
As noites assombrosas
Com amigos ao redor
A brilhante névoa da alvorada
A água corrente
O interminável rio

Para sempre e sempre

The Phone Dialog:

- Hey
- Yes!
- Is that Charlie?
- Yes
- Hello Charlie
(hang up the phone)
- Great...
(hang up the phone)

O Diálogo No Telefone:

- Ei
- Sim!
- É o Charlie?
- Sim
- Olá Charlie
(desliga o telefone)
- Ótimo...
(desliga o telefone)








Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Traduções
Todas as matérias sobre "Pink Floyd"

Mais capas de álbuns: a história do rock no Google Street View
Rock e metal: o outro lado das capas de discos
Pink Floyd: Rolling Stone lança edição especial sobre a banda
Pink Floyd: entenda o "estilo Gilmour" de tocar guitarra
Mustaine: uma nota de Gilmour vale mais que muitos solos
Pink Floyd: banda ganhará exposição multi-sensorial
Vocalistas: belíssimos timbres de alguns cantores de rock
Pink Floyd: DSOTM - o que escutar antes do fim do mundo?
Alan Parsons Project: Um álbum de audição agradabilíssima
Hunger: uma versão bem mais pesada de "Another Brick In The Wall"
Pink Floyd: um inusitado tributo a Syd Barrett
Pink Floyd: Shine On... a atmosfera Syd Barrett
Pink Floyd: E do caos nasceu "The Wall" - Primeira Parte
Em 05/01/1974: Pink Floyd tenta fazer um álbum sem instrumentos
Pink Floyd: as brincadeiras e enigmas nas capas dos álbuns

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Guilherme Nunes e Maíra Neves

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados.

Caso seja o autor, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas