Tradução - Arise - Sepultura

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Tradução - Arise - Sepultura

Traduzido por Fernando P. Silva

  | Comentários:
Imagem

Arise

Obscured by the sun
Apocalyptic clash
Cities fall in ruin
Why must we die?

Obliteration of mankind
Under a pale grey sky
We shall arise...

I did nothing, saw nothing
Terrorist confrontation
Waiting for the end
Wartime conspiracy

I see the world -- old
I see the world -- dead

Victims of war, seeking some salvation
Last wish, fatality
I've no land, I'm from nowhere
Ashes to ashes, dust to dust

Face the enemy
Manic thoughts
Religious intervention
Problems remain

Surgir

Obscurecido pelo sol
Confronto apocalíptico
Cidades desabam em ruína
Por que nós temos que morrer?

Destruição da humanidade
Debaixo de um céu cinzento pálido
Nós surgiremos...

Eu não fiz nada, não vi nada
Confrontação terrorista
Esperando pelo fim
Conspiração de tempo de guerra

Eu vi o mundo--antigo
Eu vi o mundo--morto

Vítimas de guerra, buscando alguma salvação
Último desejo, fatalidade,
Eu não tenho nenhuma terra, eu não vim de nenhuma parte
Das cinzas para as cinzas, do pó para o pó

Enfrente o inimigo
Pensamentos maníacos
Intervenção religiosa
Os problemas continuam

Infected Voice

Fear ties you up
And you don't grow
Being wrong and lost
No one admits the defeat

Conscience is fair
Unfaithful words
Betrayal and greed
Past thoughts to win alone

Envy -- still strong
Hatred -- still alive
From beyond -- an empty world
Infected voice -- a scream alone

Infected voice!

My throat is dry
A last cry tries to escape
Guilt and frustration
No time to turn around

Looking behind I'm not alone
Are they friends or enemies?
Going insane without a cure
Scarring my eyes, visions lost

Voz Infectada

O medo te prende
E você não cresce
Estando errado e perdido
Ninguém admite a derrota

A consciência é justa
Palavras infiéis
Traição e cobiça
Pensamento ultrapassado para se ganhar sozinho

Inveja--ainda forte
Ódio--ainda vive
Vindo do além--um mundo vazio
Voz infectada--um grito solitário

Voz infectada!

Minha garganta está seca
Um último grito tenta escapar
Culpa e frustração
Sem tempo para virar

Olhando para trás eu não estou só
Eles são amigos ou inimigos?
Ficando louco sem uma cura
Cicatrizando meus olhos, visões perdidas

Dead Embryonic Cells

Land of anger
I didn't ask to be born
Sadness, sorrow
Everything so alone

Laboratory sickness
Infects humanity
No hope for cure
Die by technology

A world full of shit coming down
Tribal violence everywhere
Life in the age of terrorism
We spit in your other face

War of races
World without intelligence
A place consumed by time
End of it all

We're born - With pain
No more - We're dead
Embryonic cells

Corrosion inside -- we feel
Condemned future -- we see
Emptiness calls -- we hear
Final premonition -- the truth

Land of anger
I didn't ask to be born
Sadness, sorrow
Everything so alone

Laboratory sickness
Infects humanity
No hope for cure
Die by technology

We're born - With pain
Suffer - Remains
We're born - With pain
Suffer - Remains
We're dead

Células Embrionárias Mortas

Terra de raiva
Eu não pedi para nascer
Tristeza, aflição
Tudo tão solitário

Náusea de laboratório
Infecta a humanidade
Nenhuma esperança pela cura
Morra através da tecnologia

Um mundo cheio de merdas descendo
Violência tribal em todos os lugares
Vida na idade do terrorismo
Nós cuspimos em sua outra face

Guerra de raças
Mundo sem inteligência
Um lugar consumido pelo tempo
Fim de tudo

Nós nascemos - Com dor
Acabou - Nós somos
Células embrionárias mortas

Corrosão interior -- nós sentimos
Futuro condenado -- nós vemos
Gritos vazios -- nós ouvimos
Premonição final -- a verdade

Terra de raiva
Eu não pedi para nascer
Tristeza, aflição,
Tudo tão solitário

Náusea de laboratório
Infecta a humanidade
Nenhuma esperança pela cura
Morra através da tecnologia

Nós nascemos - Com dor
Sofrer - Os Restos
Nós nascemos - Com dor
Sofrer - Os Restos
Nós estamos mortos

Desperate Cry

Sacrifice is pleasure
When life ends in pain
Conceive the last mistake
Which belongs to all

Creation of insane rule
All we hear:
Desperate cry

Death the coldest wind
Seeps into your pores
A nation born of hate
Forgotten distant time

Creation of insane rule
All we hear:
Desperate cry

Endless empty maze
Despair, distress and silence
A poison vacuum, infinity
Life, lies, deceit

Mute souls end in silence
Oceans tainted with blood
Empty promises of hope
Buried deep, infected ground

Creation of insane rule
All we hear:
Desperate cry

Cry!

Grito Desesperado

Sacrifício é prazer
Quando a vida termina em dor
Conceba o último erro
Que pertence a tudo

Criação da regra insana
Tudo que nós ouvimos:
Grito desesperado

A morte é o vento mais frio
Vaza dentro dos seus poros
Uma nação nascida do ódio
Tempo distante esquecido

Criação da regra insana
Tudo que nós ouvimos:
Grito desesperado

Labirinto vazio e infinito
Desespero, angústia e silêncio
Um veneno vazio, infinidade,
Vida, mentiras, decepção

Almas caladas se acabam em silêncio
Oceanos manchados com sangue
Promessas vazias de esperança
Sepultado profundamente, solo infectado

Criação da regra insana
Tudo que nós ouvimos:
Grito desesperado

Grite!

Murder

Chaotic violence in my eyes
This whole world moves backwards
Peace, another sign that lies
Life today is not worth the pain

On the radio, another homicide
Inmates suffocate in jail
Severed heads of revolt
I wish I'd never been born

Same hand that builds -- destroys
Same hand that relieves -- betrays
Same hand that seeds -- burns
Same peace that exists -- here lies

I can't trust anymore
Criminals within the law
I have something to say
Where I live, don't believe in another day

Heresy and graft
Apartheid
Same religion that saves -- damns you!

Assassinato

Violência caótica em meus olhos
Este mundo inteiro se move para trás
Paz, outro sinal que mente
A vida hoje não é nenhum preço da dor

No rádio, outro homicídio
Presos sufocam na prisão
Cabeças cortadas de revolta
Eu desejei nunca ter nascido

A mesma mão que constrói--destrói
A mesma mão que alivia--trai
A mesma mão que semeia--queima
A mesma paz que existe--aqui mente

Eu não posso mais confiar
Criminosos dentro da lei
Eu tenho algo a dizer
Onde eu vivo, não acredito em outro dia

Heresia e suborno
Apartheid
A mesma religião que te salva--te condena!

Subtraction

First generation born
A plague was created
The cure is in my mind
Solitude is all I see

Powerful nations repress feeling
Buried beneath the fear
Making you a coward
Buying your safety

Grey shadows fill your head
Stealing your last breath
Scared of the future
Prophecies of chaos

Subtraction of personality
Within the human race
You'll always be

Green castles from the past
Bleeding in sands of war
No man is immortal
History is no more

Confused leaders behind our backs
Stifling our ideas
Misunderstand signs of progress
Minds of time regress

Subtração

Primeira geração nascida
Uma calamidade foi criada
A cura está em minha mente
Solidão é tudo que vejo

Nações poderosas subjugam sentimentos
Enterrados debaixo do medo
Fazendo de você um covarde
Comprando sua segurança

Sombras cinzentas enchem sua cabeça
Roubando sua última respiração
Amedrontando o futuro
Profecias do caos

Subtração da personalidade
Dentro da raça humana
Você sempre será

Castelos verdes do passado
Sangrando em areias de guerra
Nenhum homem é imortal
A história acabou

Líderes confusos atrás de nós
Abafando nossas idéias
Compreendendo mal os sinais de progresso
Mentes do tempo regressam

Altered State

Fear in my subconscious
Terror invades my speech
Faith in my own words
No one knows the nameless

Warm winds and burning tears
Spirits outside bodies

Endless repression by majority
A master without command
Strange new dimension disturbing my brain
Censored ideas, counterfeit answers

Shining blast, no perception
Altered state, no reaction
Shining blast
Altered state

Slow talk, fast thoughts
Ancient scriptures
Controversial lines
Knowledge changes

Running in the wrong direction
Crossing with blind eyes
I'm closer to myself
Sanity can't invade

Estado Alterado

Medo em meu subconsciente
O terror invade minha fala
A fé em minhas próprias palavras
Ninguém conhece o sem nome

Ventos quentes e lágrimas ardentes
Espíritos fora dos corpos

Repressão infinita através da maioria
Um mestre sem comando
Estranha nova dimensão que perturba meu cérebro
Idéias censuradas, falsas respostas

A explosão brilhando, nenhuma percepção
Estado alterado, nenhuma reação
A explosão brilhando
Estado alterado

Conversa lenta, pensamentos rápidos
Escrituras antigas
Linhas controversas
Mudanças conhecidas

Correndo na direção errada
Cruzando com olhos cegos
Eu estou mais perto de mim mesmo
A sanidade não pode tomar conta

Under Siege (Regnum Irae)

The dual substance of Christ
The yearning so human
Of Man to attain God
Has always been a deep
Inscrutable mystery to me
My principle anguish and source
Of all my joys and sorrows

Religious domain is all I see
Suffocate the scum with mediocrity
Lying and changing your fate
Anno domini ends -- misery

From my youth onward
Has been the incessant
Merciless battle between
The spirit and the flesh
And my soul is the arena
Where these two armies
Have clashed and met

Holy wars unleashing bloody raids
The sacred earth without a face
Consumed by murderous sinners
Psychotic leader
Insane -- insane -- insane -- insane!

Living in a dying age
Persecute the human race
Triumph of death in the wasteland
Blood signs your epitaph

Religious domain is all I see
Suffocate the scum with mediocrity
Lying and changing your fate
Anno domini ends -- misery

Cercado (Domínio do Ódio)

O duplo sentido de Cristo
O desejo tão humano
De o homem atingir a Deus
Sempre foi um profundo
Mistério inescrutável para mim
Minha angústia de princípio e origem
De todas minhas alegrias e aflições

Domínio religioso é tudo que eu vejo
Sufocando a escória com mediocridade
Mentindo e mudando seu destino
O Anno Domini acaba -- miséria

Da minha juventude em diante
Tem sido a incessante
Batalha impiedosa entre
O espírito e a carne
E minha alma é a arena
Onde estes dois exércitos
Colidiram e se encontraram

Guerras santas soltam ataques sangrentos
A terra sagrada sem uma face
Consumido por pecadores assassinos
Líder psicopata
Louco--louco--louco--louco!

Vivendo numa idade agonizante
Persegue a raça humana
Triunfo da morte no solo improdutivo
Indícios de sangue em seu epitáfio

Domínio religioso é tudo que vejo
Sufocando a escória com mediocridade
Mentindo e mudando seu destino
O Anno Domini acaba -- miséria

Meaningless Movements

Born with remorse
To a cold barren place
Battle between minds
Hungry for words of prey

Contradictory truth
Secrets in lies
Meaningless movements

Icons reviews their sins
Faith cheaper than thou
Doubting your ideals
Torment shreds your brain

Fearful fantasy respects the unknown
Turning your heart red
A requiem to celebrate ... you

Words I cannot understand
Shrieks in my moment of pain
Imposter hides behind a mask
My words against your lies

Turn my head
To see what I know
A shadow without form
Painted on the wall

Born with remorse
To a cold barren place
Battle between minds
Hungry for words of prey

One moment's mistake
False steps in the ground
Laws made by the blind
Ruling reign of light

Contradictory truth
Secrets in lies
Meaningless movements

Movimentos Sem Sentidos

Nascido com remorso
Para um lugar sombrio e frio
A batalha entre as mentes
Faminto por palavras presas

Verdade contraditória
Segredos em mentiras
Movimentos sem sentidos

Ícones revêem os pecados deles
Fé mais barata que tu
Duvidando de seus ideais
O sofrimento corrói o seu cérebro

A terrível fantasia, respeite o desconhecido
Virando seu coração vermelho
Um funeral para celebrar... você

Palavras que não consigo entender
Berros em meu momento de dor
Impostor escondido atrás de uma máscara
Minhas palavras contra suas mentiras

Viro minha cabeça
Para ver o que eu já conheço
Uma sombra sem forma
Pintada na parede

Nascido com remorso
Para um lugar sombrio e frio
Batalhas entre as mentes
Faminto por palavras presas

O engano de um momento
Falsos passos no solo
Leis feitas por um cego
Governando o império da luz

Verdade contraditória
Segredos em mentiras
Movimentos sem sentidos








Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Traduções
Todas as matérias sobre "Sepultura"

Sepultura: vídeo de Eloy tocando "Manipulation of Tragedy"
Max Cavalera: as drogas e desatinos do período com o Sepultura
Sepultura: Anunciadas datas da nova tour europeia
Max Cavalera: falando do Cavalera Conspiracy e Killer Be Killed
Sepultura: Em 2011, o regresso ao Thrash Metal
Sepultura e Noturnall: juntos em Florianópolis
Max: Ele não se sente em casa no Brasil e é a favor da Copa
Sepultura: Influenciado por U2, Beneath The Remains faz 25 anos
Max Cavalera: nova entrevista sobre o Killer Be Killed
Skin Culture: ouça o cover do Sepultura e músicas do novo álbum
De La Tierra: vídeos da turnê com o Metallica na América Latina
Rock In Rio: festival terá edição Las Vegas - Sepultura tocará
Max Cavalera: Korn, FNM e Black Sabbath nas gravações do "Roots"
Iggor Cavalera: íntegra de participação no programa Rock Mania
Iggor Cavalera: baterista será entrevistado por rádio catarinense

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Fernando P. Silva

Fernando Silva é membro do Whiplash! e responsável pela seção de traduções. Colaborando com o site há mais de 5 anos, é quem organiza e revisa todas as traduções que são publicadas nesta seção, contando também com o auxílio de amigos e colaboradores do site. Eclético, curte desde o blues e um bom rock n' roll até o melhor do hard e do heavy, sendo o Metallica (até a eternidade) sua banda preferida. Correções de material postado anteriormente, críticas ou sugestões para novas traduções podem ser feitas através do contato direto com o autor. Email: [email protected].

Mais matérias de Fernando P. Silva no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas