Resenha - Dream Theater (Credicard Hall, São Paulo, 08/03/2008)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ieda R. Stavarengo
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Imagem
Imagem
Uma vez escutei alguém dizer que Dream Theater era uma mistura de Rush com Metallica... Bem, acho que já há algum tempo definir esta banda “apenas” desta forma é absurdamente injusto. Músicos perfeitos, melodias marcantes e peso, numa trajetória de mais de 15 anos, consolida sua marca em todos os CD lançados.

Fotos: Valéria Alves

Foto da chamada: Rodrigo Simas (show do Rio)

No sábado, dia 08/03/08, o Dream Theater se apresentou mais uma vez em São Paulo, desta vez no estacionamento do Credicard Hall, uma boa opção para shows. Porém, para uma banda deste nível, tocar dentro do Credicard Hall seria mais apropriado, pois apesar de contarem com uma boa estrutura montada, que permitiu que o som estivesse muito bom e o palco caprichado, a distância do público acaba tirando um pouco a energia do show.

Após a apresentação da banda paulista Hangar, o Dream Theater entrou no palco (pelo menos, 30 minutos antes do previsto, o que realmente deixou muita gente furiosa e fez muitos perderem diversas músicas), para um show repleto de técnica e competência, do início ao fim, deixando entusiasmado um público que compareceu em grande número e que se dividiu entre pista e camarote. Aliás, a pista, apesar da grande quantidade de pessoas presentes, estava tranqüila, sem aglomerações e rodas.

"Erotomania", a maravilhosa "Voices" e "Take The Time" levantaram a galera por serem mais conhecidas, mas as músicas novas como "Constant Motion" e “Forsaken” não deixaram por menos e também empolgaram o público.

James La Brie, com sua voz poderosa mostrou que faz no palco o que faz em estúdio e se consolida cada vez mais como uns dos grandes vocalistas da atualidade.

O que falar de John Petrucci? Perfeito?! É pouco! O cara arrebenta, empolga, destrói, emociona em cada solo. Vendo parece que tocar daquela maneira é algo até fácil de se fazer. É um privilégio ouvi-lo tocar!

Mike Portnoy dispensa comentários! Não consigo imaginar hoje ninguém melhor que ele.

John Myung, sempre discreto, mas fundamental na história dessa banda.

Jordan Rudess, agitando junto ao público, uma grata surpresa com seu teclado “estilo guitarra” num dueto com John Petrucci.

Pode parecer que a banda tenha uma atitude meio fria em relação aos fãs, mas à medida que a galera vibrava, percebia-se que eles se empolgavam também.

Em quase uma hora e quarenta minutos, o que se viu foi uma apresentação perfeita, emocionante, enfim, o tipo de show que quando acaba deixa muitos rezando por mais um bis e esperando que toquem “aquele” som que ficou faltando... Longa vida ao Dream Theater!!!

Set list:
"Intro - An Ant Odyssey"
"Constant Motion"
"Never Enough"
"Blind Faith"
"Surrounded 07"
"The Dark Eternal Night"
"Erotomania"
"Voices"
"Forsaken"
"Take The Time"
"In The Presence of Enemies"
"Medley:
I. Trial Of Tears
II. Finally Free
III. Learning To Live
IV. In The Name Of God
V. Octavarium (Razor's Edge)

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Dream Theater (Credicard Hall, São Paulo, 08/03/2008)

Dream Theater: vibração de fãs leais e atentos em SP

Vocalistas
Os menos conhecidos de bandas famosas

Portnoy: Bumblefoot e Derek Sherinian podem estar em supergrupoBlend Guitar: John Petrucci tenta tocar como Lil WayneMike Portnoy: tocando sua "12 Steps Suits"Todas as matérias e notícias sobre "Dream Theater"

Dream Theater
Garota de 10 anos em um destruidor cover na guitarra

Dream Theater
Como John Petrucci vê os fãs da banda?

John Petrucci
"Steve Morse é meu músico preferido de todos os tempos"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Dream Theater"

Rimbaud e Morrison
A grande maioria passa pela vida imersa na multidão

Iron Maiden
As dez melhores faixas "desconhecidas" da banda

Deep Purple
A contestada entrevista na Globo em 2006

Iron Maiden: pastor evangélico tem 172 tatuagens da bandaMetallica: membros entre os maiores maricas de todos os tempoBaixista Magnus Rosén quase morre durante vôo rumo à América do SulSuécia: médicos diagnosticam sujeito como viciado em Heavy MetalFull Rock: 10 músicas desgraçadas por bandas de forróO Whiplash.Net protege quem anuncia no site?

Sobre Ieda R. Stavarengo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online