Pervencer: entrevista com banda technical death metal brazuca

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Pervencer: entrevista com banda technical death metal brazuca

Postado por Christiano K.O.D.A. | Fonte: SomExtremo

  | Comentários:

Imagem
Demorou um bocado, mas finalmente o Som Extremo recebeu as respostas da entrevista por e-mail da banda Pervencer, de technical death metal. Os sorocabanos (SP) lançaram recentemente o EP “Extermination is Right” (resenha neste link) e agora estão divulgando o material por aí. Quem respondeu às perguntas foi simpático e bem-humorado Tiago Sammael, vocalista do grupo. Ricardo Gallonetti (guitarra), Nando Pereira (baixo) e Fabio Amaro (bateria) completam a Pervencer.

Imagem
Som Extremo: Para o pessoal conhecer mais o grupo: contem um pouco desses 5 anos de existência da banda. E o que significa Pervencer?

Imagem
Tiago Sammael: Saudações extremas! Aqui é o Tiago Sammael, vocalista da banda PERVENCER. É uma extrema honra poder estar aqui conversando com vocês, do SOM EXTREMO! Valeu mesmo, em nome de todos integrantes! Então velho, o embrião da banda surgiu quando o Fábio Amaro (batera) e o Ricardo Gallonetti (guitarra) começaram a tocar juntos por zueira. O repertório de covers ia desde Evergrey até Nile e Cannibal Corpse, por exemplo. Depois de uns dias, os caras resolveram que queriam tocar ao vivo e junto com mais dois camaradas fecharam a primeira formação do PERVENCER (Jean - vocal, Adriano - baixo). Em meio aos covers, rolou a vontade de compor e foi então que a coisa toda começou. Depois de uma longa treta para estabilizar a formação (os vocalistas nunca paravam), eis que surge este que vos fala, e as coisas deram uma estabilizada, e a produtividade aumentou bastante. Recentemente a gente trocou de baixista, mas essas mudanças só vieram para nos fortalecer ainda mais. Pode ter certeza de que nesse momento estamos mais fortes, brutais e técnicos do que nunca! Sobre o nome, "Pervencer" na verdade é uma palavra obscura que significa "destruir, derrotar completamente". E é isso que a gente procura traduzir em nosso som. É como se cada música fosse uma máquina de guerra devastadora projetada para esmagar tudo que se põe em seu caminho.

Som Extremo: Fazer um death metal técnico é sempre ousado, e ainda não muito comum no Brasil. É isso que motivou vocês a seguirem por esses caminhos?

Sammael: Com certeza. É um estilo que todo mundo aqui sempre admirou muito e quando a gente se deu conta de que já estava fazendo algo dentro desse gênero, a gente olhou um para o outro e se perguntou "por que não?". Além disso, somos da opinião de que se não for ousado, não vale a pena. Sabe, Morbid Angel, por exemplo, é uma banda muito foda, mas tentar montar um novo Morbid Angel, por exemplo, é muita babaquice! O máximo que você vai conseguir é ser uma versãozinha sem sal dos caras. Resumindo, seja você mesmo, porra! Personalidade e autenticidade são o mínimo que se pode esperar de uma banda, seja o estilo dela qual for.

Imagem
Som Extremo: E como é o apoio ao metal extremo no interior paulista? Fazem shows constantemente?

Sammael: Cara, nós temos casas fodas por aqui, como o Carroção Bar em Votorantim, o Clube América em Sorocaba, o Plebe Bar e o Pirata's em Indaiatuba, o Benjamim Bar em Piracicaba, o Haas de Ibiúna, o Espaço do Som de Itapetininga, dentre outras... A gente tem tocado bastante e a galera que comparece geralmente é muito foda! Não é como uma cena européia de metal, mas mesmo assim o apoio da galera é bastante foda!

Imagem
Som Extremo: A pergunta que não pode faltar: como é o processo de composição do instrumental e das letras? O quão complexo (ou não) é fazer death metal técnico?

Sammael: O processo de composição quase sempre começa com o Ricardo, que cria os riffs de guitarra e uma estrutura básica das músicas. Em seguida, o Fábio encaixa a batera e juntos os caras ajustam e definem as estruturas dos sons. Depois são encaixadas as linhas de baixo e por último, o vocal. As letras são feitas para refletir a pegada do som e as temáticas da banda, podendo ser algo mais brutal, medonho, misterioso, instrospectivo, etc. Ao meu ver, a maior complexidade está na execução dos sons mesmo, por causa das várias nuances e detalhes intrincados que rolam em certas partes.

Imagem
Som Extremo: Com uma influência tão vasta, do metal progressivo ao brutal death, vocês agradam uma porção maior de fãs. Por outro lado, os mais radicais podem chiar. O que você pensa sobre isso?

Sammael: Olha, por enquanto a gente não viu nenhum desses malucos radicais, não... Quer dizer, tem nego que torce o nariz só porque a banda não usa cruz invertida, nem pentagrama, nem paga de satanista, mas aí já é uma questão de fanatismo religioso. E de religião a gente procura manter distância mesmo. Mas assim, só pra você ter uma ideia, a gente já foi bastante elogiado pelos próprios caras do Vulcano, por exemplo! Quer coisa mais true e old-school que Vulcano? Aliás, Luiz Carlos, extremo abraço aí, brother! Estamos ansiosos pra conferir o novo play do Vulcano! Vulcano Vokills!

Som Extremo: A Pervencer lançou recentemente o EP “Extermination is Right”. Já existe algum plano futuro para novas gravações?

Sammael: Sim, com certeza, a gente tem bastante material! Só estamos planejando certinho com relação aos detalhes, principalmente os financeiros. Aliás, quem estiver interessado em fechar parcerias com a banda, sejam selos, gravadoras, assessorias, lojas de instrumentos, escolas de música, lojas de roupas, estúdios de tatuagem, cervejarias, bicicletarias (risos), por favor entre em contato! Nosso e-mail é [email protected]!

Imagem
Som Extremo: Aliás, a capa do EP e o logotipo de vocês é excepcional. Muito trabalho para se chegar a esse resultado?

Sammael: Pô, valeu velhinho! É, fácil não foi mesmo... a gente se reuniu várias vezes pra definir os detalhes dessas artes, e até todo mundo concordar com tudo, muito quebra-pau rolou. Teve até nego que acabou finalizado com chave de braço lá no estúdio! (risos) Mas graças à paciência e ao talento do nosso brother Wellington Grego, da 4Life Design, o resultado ficou bastante extremo e a repercussão foi muito foda. Valeu mesmo, Wellington!

Som Extremo: Valeu, Tiago e Pervencer! O espaço agora é de vocês.

Sammael: Em primeiro lugar, muito obrigado a você e à Revista Som Extremo por estar abrindo esse espaço para a banda Pervencer! Um extremo abraço também a toda essa galera foda que tem comparecido e quebrado tudo em nossos shows, aos produtores, às casas de shows, às bandas fodas que a gente tem conhecido na estrada, aos sites e rádios que têm ajudado a gente a divulgar nosso material. Vocês são a prova de que a cena continua viva, efervescente e mais extrema do que nunca! Confiram todos os sons do EP em http://www.myspace.com/pervencerdeathbr, compareçam aos eventos de metal, vistam a camisa das suas bandas e mantenham o sangue da brutalidade jorrando sempre! \\m/

Imagem

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Entrevistas
Todas as matérias sobre "Pervencer"

Pervencer: eles já estão aptos a lançar o aguardado debut
Pervencer: resenha de show no Blackmore na Metal Militia
Pervencer: vote na banda para o Metal Meltdown 2012
Pervencer: Dedicação aos guerreiros do underground!
Pervencer: "The Real Nightmare" na Metal Militia
Pervencer: Qualidade técnica e lírica com um lado podreira
Pervencer: Tiago Sammael em entrevista na Polvora Zine
Pervencer: "Taste Your Death! Destruction Of Your Body!"
Pervencer: banda no programa UnderMetal da Metal Militia
Pervencer: parceria com a A10TBTV Entertainment
Pervencer: "torcem o nariz por não usarmos cruz invertida"
Pervencer: Uma salada ousada e que dá bons resultados
Pervencer
Pervencer: nova música e layout no MySpace
Pervencer: assista o vídeo clipe de "Extermination is Right"

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas