Whiplash.NetMenuBuscaReload

Giraffe Tongue Orchestra: Pancadaria boa, sem enrolação

Resenha - Broken Lines - Giraffe Tongue Orchestra

 Compartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collector's Room
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O Giraffe Tongue Orchestra é um projeto formado por integrantes do Mastodon, Alice in Chains, The Dillinger Escape Plan e The Mars Volta - Brent Hinds, William Duvall, Ben Weinman e Thomas Pridgen, respectivamente. Ah, e tem também o Pete Griffin, do Dethklok e do Zappa Plays Zappa.

Alice In Chains: ouça A Job To Do, nova música de Jerry CantrellAnos 50: grandes vocalistas da história do Rock

Imagem

Ao contrário do que se poderia supor, o som do GTO vai longe do prog ou de qualquer coisa mais intricada e cheia de nuances. Trata-se de um rock pesado e, na maioria das vezes, bastante direto ao ponto, como podemos ver logo na faixa de abertura, a ótima "Adapt or Die". De modo geral, grande parte das dez faixas de "Broken Lines", disco de estreia do grupo e que está sendo lançado no Brasil pela Hellion Records, segue pela mesma pegada, com muita energia em canções que se alternam entre melodiosas linhas vocais e momentos de pancadaria bruta - esses últimos bem na linha que os fãs do Mastodon estão acostumados.

Ainda que alguns reviews e até mesmo press releases tenham citado elementos de prog e jazz na sonoridade do Giraffe Tongue Orchestra, eles não existem. O que temos, vou repetir, é um hard rock forte e direto, com influência do punk e do grunge em diversos lances, além da aura de metal que permeia o projeto.

Destaque para a sequência de abertura com "Adapt or Die", "Crucifixion" e "Blood Moon", mas, principalmente, para quando a banda decide sair do universo sonoro predominante do disco e experimenta novos caminhos, como o funk de "Everyone Gets Everything They Really Want" e a atmosfera contemplativa de "All We Have is Now".

"Broken Lines" é um bom disco, curioso para os fãs dos músicos e das bandas envolvidas e para quem quer arejar o ouvido com novidades interessantes. Ainda que, quando comparado com os álbuns recentes do Mastodon, Alice in Chains e Dillinger Escape Plan, fique inegavelmente abaixo, mesmo assim vale a pena conhecer.

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

 Compartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Broken Lines - Giraffe Tongue Orchestra

Giraffe Tongue Orchestra: Supergrupo mostra grande qualidade

Alice In Chains: ouça A Job To Do, nova música de Jerry CantrellGrunge: trilha do clássico Singles em edição cheia de raridadesAlice in Chains: vocalista fala sobre como é tocar com CantrellAlice in Chains: quando DuVall quase perdeu a vida em um acidenteAlice in Chains: confirmado, a banda retornou ao estúdioTodas as matérias e notícias sobre "Alice In Chains"

Slipknot
Corey Taylor canta clássico do Alice In Chains

Alice in Chains
William Duvall lista seus TOP 3 Guitar Heroes

Parcerias Brilhantes
Duplas que marcaram história

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Giraffe Tongue Orchestra"Todas as matérias sobre "Mastodon"Todas as matérias sobre "Alice In Chains"

Anos 50
Grandes vocalistas da história do Rock

Slash
Guitarrista fala sobre a origem da sua cartola... roubada

Courtney Love
"Parei com drogas e fodi como um coelho"

Grohl: "quase saí do Nirvana depois de críticas de Cobain"Noel Gallagher para Beyoncé: "Balançar a bunda não é arte"Slipknot: Corey Taylor redefine o termo "vergonha alheia"Rolling Stone: revista elege melhores faixas de álbuns ruinsDave Mustaine: existe uma música do Led Zeppelin que ele não suportaNikki Sixx: "Jon Bon Jovi é um cuzão metido a besta"

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online