WHIPLASH.NET - Rock e Heavy MetalWHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal

FacebookTwitterGoogle+RSSYouTubeInstagramApp IOSApp Android
MenuBuscaReload

Brutal Exuberância: Thrashcore amazonense

Resenha - Território Perdido - Brutal Exuberância

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
O Brutal Exuberância é um dos nomes mais tradicionais do Metal de Manaus/AM e este “Território Perdido” é o seu primeiro e único álbum oficial até então. Antes a banda lançou as demos “Planeta Cobiçado” (2006) e “Guerra dos Mundos” (2008). Na época a eram um quarteto e hoje se resumem a um trio.
Em 28/12/2009: Morre Jimmy "The Rev" Sullivan, do Avenged SevenfoldHeavy Metal: "um conforto para os jovens brilhantes"

A banda investe em um Thrash Metal típico brasileiro, mas não se faz de rogada e bota o pé em outros gêneros como Hardcore e Crossover também. Há até uma faixa quase Grindcore, caso da animalesca Alcoholic Domination.

O trabalho das guitarras é bem agressivo e objetivo, investindo principalmente em bases sólidas. A cozinha segue essa agressividade, além de possuir pegada e um baixo bem poderoso. O vocal do também guitarrista Naldo é um gutural interessante e inteligível, o que é importante, pois a maioria das letras é em português.

Destaque para Apocalipto e seu refrão pegajoso, a divertida Metal, Essa é Minha Vida, Território Perdido e a mais ‘trampada’ Futuro Incerto. Morro de Fome Mas Não Trabalho possui uma veia Punk/Hardcore total e, apesar de legal, destoa um pouco das outras composições.

A variação na produção pode ser um dos fatores negativos, mas a mesma não chega nem perto de ser ruim, já que o trabalho feito por Eddie Souza sob a supervisão da banda, no Studio E.S.P., foi bom. No final, o conjunto da obra sai com ponto positivo e demonstra um verdadeiro Metal ‘brazuca’.

https://www.facebook.com/brutalexuberancia
http://www.myspace.com/brutalexuberancia

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Território Perdido - Brutal Exuberância

Brutal Exuberância: Obrigatório para quem gosta do estilo

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Brutal Exuberância"

Em 28/12/2009
Morre o baterista Jimmy "The Rev" Sullivan

Heavy Metal
Pesquisa indica que gênero é apreciado por alunos brilhantes

AC/DC
Isso sim é uma bela estrada para o inferno

História do Rock: dos primórdios aos anos 70Metallica: James Hetfield explica suas tatuagens preferidasCuidado, Batman: Ozzy Osbourne está por pertoKreator: vocalista comenta sobre fazer parte do "Big Six"Heavy Metal: uma nação constituída por músicas

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online