Carach Angren: Um dos grandes CDs de metal extremo de 2012

Resenha - Where The Corpses Sink Forever - Carach Angren

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Imagem
Que grata surpresa esse terceiro disco dos holandeses do CARACH ANGREN! A banda, que praticamente é desconhecida no Brasil, é praticante de um Symphonic Black Metal da melhor qualidade, repleto de peso e momentos épicos, com estruturas muito bem elaboradas e grande preocupação com a temática lírica, que foge dos clichês do estilo, e trata de temas conceituais com histórias envolvendo o sobrenatural, em especial envolvendo fantasmas.
Há quem goste: As 10 bandas mais odiadas do universoLimp Bizkit: Os visuais mais bizarros do guitarrista Wes Borland

Se em “Lammendam” e “Death Came Through a Phantom Ship” a banda mostrou que tinha grande potecial, sendo aclamada pelo público especializado na Europa, dessa vez o trio deixou de ser uma promessa e se tornou uma realidade no underground, pois seu novo disco é um verdadeiro petardo do metal extremo, e forte candidato a melhor disco de black metal do ano.

Com composições repletas de peso e agressividade, e com arranjos de orquestrações brilhantes, sem exageros, e com muito bom gosto, os caras conseguiram dar uma nova tendência ao estilo, mostrando que a beleza e a brutalidade podem conviver harmonicamente juntas, e com um resultado não menos que impressionante! É mais ou menos o que o SEPTIC FLESH tem feito ultimamente, mas de uma forma mais orgânica e épica.

Ademais, como se percebe em faixas como “Lingering In Na Imprint Haunting” e “Little Hevtor What Have You Done”, a banda busca sair do lugar comum, incluindo diversas variações de andamento, além de belos arranjos de vozes, que trazem um clima macabro e ao mesmo tempo épico a sua sonoridade, sem deixar de lado a agressividade típica do black metal, e tudo isso muito bem encaixado com as temáticas líricas macabras apresentadas.

E é impressionante como a banda mantém a qualidade excelente em todas as faixas do material, seja nas partes mais rápidas e brutais, com blast beats e riffs cortantes, seja nos momentos mais ambientais, emocionais e experimentais, tendo como grande exemplo a excelente “The Funerary Dirge Of a Violinist”, uma faixa que representa todas as características marcantes do trio.

Como ocorrer com todas as bandas desbravadoras e que procuram inovar dentro da música pesada, é lógico que os mais puristas irão torcer o nariz (como já fizeram para outros conjuntos excelentes, como o DIMMU BORGIR, por exemplo). Mas se você procura por coisas novas, e principalmente quer curtir um som criativo e feito por músicos extremamente competentes e conhecedores do assunto, com certeza irá se surpreender com o CARACH ANGREN, que com esse seu terceiro disco coloca no mercado um dos grandes álbuns de metal extremo de 2012.

Where The Corpses Sink Forever - Carach Angren (2012 – Season of Mist - Importado)

Tracklist:

01. An Ominous Recording (1:58)
02. Lingering In An Imprint Haunting (5:04)
03. Bitte Tцtet Mich (5:03)
04. The Funerary Dirge Of A Violinist (8:04)
05. Sir John (4:27)
06. Spectral Infantry Battalions (2:04)
07. General Nightmare (4:19)
08. Little Hector What Have You Done? (4:55)
09. These Fields are Lurking (Seven Pairs of Demon Eyes) (7:15)

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Where The Corpses Sink Forever - Carach Angren

Carach Angren: um passeio sombrio pela Segunda Guerra Mundial

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 10 de junho de 2012

Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Carach Angren"

Há quem goste
As 10 bandas mais odiadas do universo

Limp Bizkit
Os visuais mais bizarros do guitarrista Wes Borland

Ronnie James Dio
Escolhendo entre coprofilia, necrofilia e bestialismo

Axl Rose: Izzy, Adler, Gilby, Slash, U2 e abuso sexualTommy Lee: baterista zombou da habilidade de Ulrich no TwitterMotorhead: veja foto de edição de homenagem da Jack Daniel'sExodus: o Metallica é, de longe, a maior banda de Metal do mundoMegadeth: tocar com Kiko e Adler é como um grupo de 4 rockstarsRhapsody: o Angra reabriu as portas do metal, diz Luca Turilli

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online