Matérias Mais Lidas

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemKiko Loureiro explica efeito colateral da saída de Andre Matos que o fez crescer

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemRitchie Blackmore comenta o instrumental que lançou como homenagem a Jon Lord

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemComo foi 1º encontro de Nando Reis e Cássia Eller, ocorrido na casa de Marisa Monte

imagemÁlbum histórico do Iron Maiden estampa capa da revista Metal Hammer

imagemLuciana Gimenez tentou aprender com Mick Jagger algo que não funcionou para ela

imagemFernanda Lira, da Crypta, e o papo reto sobre "se falar de política vai perder fãs"

imagemA definição de rock n roll segundo quem melhor entende do assunto: Mick Jagger


Paul Gilbert: Quem gosta de guitarra deve tocar até o fim da vida

Resenha - Paul Gilbert (Bar Opinião, Porto Alegre, 28/04/2014)

Por Guilherme Dias
Em 04/05/14

O guitarrista PAUL GILBERT esteve em Porto Alegre na noite do dia 28 de Abril para apresentar seu Workshop. Paul Gilbert é apenas o dono das guitarras virtuosas da banda de hard rock MR. BIG e da banda de heavy metal RACER X. O local do evento foi o bar Opinião, que está acostumado a receber shows e festas e tem capacidade para aproximadamente 1.500 pessoas.

Para o workshop foram improvisadas cadeiras na pista e nas demais localidades do bar, visando um conforto para o público que foi reduzido pelo o que a casa pode receber de público, devido ao evento diferenciado que ocorreria na noite de segunda-feira. A apresentação foi iniciada com Paul entrando no palco dizendo "Olá Porto Alegre", e apenas com sua guitarra e um pedal/ pad sensível a toque (que ele batia o pé, e saía nas caixas um som de bumbo de bateria).

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Nesse primeiro momento Paul tocou uma longa improvisação que teve trechos de músicas como "To Be With You" e "Green-Tinted Sixties Mind" (MR. BIG) e "Back in Black" (AC/DC). PAUL GILBERT perguntou se havia algum guitarrista na plateia (mais de 70% do público se manifestou), questionou-os se sabiam o que era uma escala maior e a resposta foi única, todos os guitarristas presentes sabiam.

PAUL enfatizou ao longo de sua apresentação a posição dos dedos com relação ao braço da guitarra e como é possível abafar as cordas para executar uma nota utilizando todas as cordas da guitarra. PAUL utiliza o polegar para abafar a 6ª corda e disse que para tocar rock and roll o polegar é fundamental. Disse isso pois sabe que muitos guitarristas não utilizam o polegar para tocar (sem dizer que está errado tocar sem usar o polegar, mas que ele pode facilitar a execução da técnica).

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O músico apresentou a técnica "tica" com palhetadas para cima e para baixo na sua mão direita e abafando as cordas com sua mão esquerda. Ensinando a tocar rápido ele disse que é necessário que haja um final após tocar notas muito rápidas e demonstrou isso primeiramente com uma nota mais lenta e em seguida com duas ou mais notas lentas no final de uma improvisação, solo ou base extremamente rápida. Apesar de sua experiência, o músico disse que está mudando um pouco o seu pensamento sobre tocar guitarra, não pensando apenas nas notas, mas dando valor ao ritmo vindo da bateria. Demonstrou como um baterista toca (fazendo sons com a boca e movimentos com os braços) e em seguida passou ritmos para a guitarra, sendo visível a semelhança entre uma guitarra e uma bateria no seu modo de pensar.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Para descontrair um pouco PAUL disse que um guitarrista precisa fazer careta enquanto toca e para isso é necessário sentir dor. Usou como exemplo as caretas de B.B. KING explicando que ele tinha os dedos muito grossos e para fazer um bend ele machucava os seus dedos, o que não acontece com PAUL que possui os dedos finos. Outro quesito relacionado à performance foi ensinado pelo guitarrista. Paul disse aos presentes que não se deve olhar para a guitarra o tempo inteiro enquanto está tocando, que o guitarrista deve sentir sua guitarra e sempre olhar para o céu.

Com relação ao bend (técnica favorita do músico) ele demonstrou a sua técnica que não envolve a movimentação das falanges dos seus dedos, mas sim a movimentação do seu punho. Uma guitarra Ibanez foi sorteada pelo artista. A forma que foi realizada o sorteio foi um pouco inusitada. PAUL diria um número e esse número estaria no ingresso de alguém na plateia, porém ele disse cerca de cinco números diferentes e ninguém se manifestou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Esses números eram os dos ingressos, então não se sabe se aqueles ingressos não foram vendidos ou se os donos dos ingressos com aquela numeração não conseguiram encontrar esses números. Por conta disso, o modo de sorteio foi alterado: o guitarrista tocou uma palheta na pista e quem encontrasse a palheta ganharia o prêmio. E aí mais um fato curioso: ninguém conseguiu pegar a palheta no ar e quem estava na pista levou muito tempo para encontrá-la.

PAUL GILBERT abriu espaço para perguntas e dúvidas dos seus fãs. Entre as respostas ele revelou que não possui nenhum segredo para compor as suas músicas, que simplesmente tem uma ideia, grava a melodia no seu Iphone e quando tem tempo trabalha em cima da sua pequena gravação. Revelou também que costuma tocar músicas simples para praticar, músicas de bandas como BEATLES e AC/DC e quando improvisa nos solos faz exatamente o que fez no palco durante a noite, grava bases simples com o seu pedal loop e improvisa os solos em cima das bases.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Ocorreram duas jams com guitarristas locais. PAUL GILBERT chamou ao palco Guga Munhoz (visivelmente emocionado) e Renato Osório (guitarrista da banda de heavy metal HIBRIA). Ambos demonstraram muita qualidade técnica, o que agradou não só ao público, mas também ao próprio PAUL GILBERT. Após as jams, PAUL fez elogios dizendo que Porto Alegre possui grandes guitarristas e bateu palmas para os dois.

A apresentação já se aproximava do final. PAUL GILBERT fez um resumo do que realizou no palco e disse que não importa a idade, que as pessoas que gostam de guitarra devem tocar até o fim de suas vidas, disse que começou a tocar com 9 anos de idade, que agora tem 47 e que continua tocando com muito prazer. Ressaltou a importância dos pés para ditar o ritmo, dizendo que não é necessário utilizar um metrônomo para tocar no tempo, que o tempo vem de dentro de cada indivíduo. O músico agradeceu a todos que compareceram no evento e encerrou o seu espetáculo com "Little Wing" (JIMI HENDRIX).

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Fotos por Liny Rocks®
facebook.com/photoslinyrocks

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

imagemA opinião de Eric Martin sobre a possibilidade de retorno do Mr. Big


Paul Gilbert: ele foi rejeitado por Ozzy, mas por um bom motivo

Paul Gilbert: "tudo que aprendi a tocar é valioso e válido"

Guitarristas: os 5 melhores para conhecer as últimas décadas


Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Guilherme Dias

Fanático por heavy metal e hard rock desde os 12 anos de idade. Coleciona CDs e LPs, principalmente do Helloween e seus derivados. Colabora com o site desde 2013. Nasceu em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.

Mais matérias de Guilherme Dias.