Fire Hunter: como foi o show de lançamento do Arising From F

Resenha - Fire Hunter (Cine Teatro Ópera, Ponta Grossa , PR, 13/10/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Jackson Wójcik Pinto
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

No sábado, dia 13 de outubro de 2012 as 19 horas no Cine Teatro Ópera em Ponta Grossa houve o show de lançamento do CD Arising From Fire (nove faixas, Hellion Records), primeiro do veterano e competentíssimo grupo ponta grossense de heavy metal Fire Hunter.

Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBandas: Por que ninguém está indo a seus shows?

Os ingressos para o show estavam esgotados pelo menos uma semana antes do evento, que foi grandioso. Teatro lotado e muita emoção, tanto por parte do público, como dos músicos, que encantaram a plateia e se encantaram com tanta receptividade, e nos presentearam com uma apresentação impecável. A qualidade técnica e entrosamento dessa banda é algo digno de nota. O show teve de tudo que se pode esperar num show de metal. Solo de bateria, duelo de guitarras e uma performance no baixo no mínimo extraordinária por parte do exímio Luis Liesenfeld, que demonstrou uma criatividade incrível.

Eu sou muito suspeito pra falar, pois acompanho a carreira do Fire Hunter há vários anos e sempre torci muito por seu sucesso e sobretudo reconhecimento, tanto nacional como, possivelmente internacional. Não há como deixar de enaltecer o fantástico entrosamento da dupla de guitarristas Eduardo Moraes e Adriano Burey, a apurada técnica vocal do Ronaldo Costa, que retornou à banda há pouco, bem como as batidas sempre precisas do baterista e fundador do grupo, Cleberson Neumann. Enfim, uma banda que merece todo o nosso respeito e consideração, pois levam o nome de Ponta Grossa onde vão, sempre com muita propriedade. Sucesso a eles com o seu CD, que espelha toda a sua perseverança.

O show foi composto pelas músicas do CD porém turbinado com alguns dos grandes clássicos do metal. Tivemos a apresentação de músicas do Iron Maiden, Dio, Helloween, Stratovarius, Edguy, entre outras, sempre executados com maestria pelo quinteto. A participação do público foi esplêndida, cantando e agitando o tempo todo, salvaguardadas sua proporções, pois a apresentação foi num teatro, o que arrefece um pouco os ânimos, mas conseguimos comprovar que podem sim ser feitas apresentações de heavy metal em teatros sem algazarra, afinal, estamos lá pra curtir a boa música. Quando eles tocaram o seu maior sucesso, que é a música Soul Of Sorrow, uma verdadeira torrente de bons fluídos e amor ao metal aflorou em todos os presentes. A música foi acompanhada pela plateia que em pé aplaudiu muito esse momento apoteótico da apresentação, que chegou ao seu final, com o frenesi que só mesmo o heavy metal pode proporcionar.

Parabéns ao Fire Hunter pela sua qualidade e carisma, e ao público presente pela lição de amor ao rock and roll, que não é só um estilo de música, mas sim, um estilo de vida. Agora só nos resta aguardar e torcer para que o reconhecimento do Fire Hunter em Ponta Grossa seja também refletido para o restante do Brasil e porque não em todo o globo, afinal, são 13 anos de estrada, sempre batalhando por difundir o heavy metal. (www.firehunter.com.br)

Confira abaixo algumas cenas do show.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Fire Hunter"


Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

Bandas: Por que ninguém está indo a seus shows?Bandas
Por que ninguém está indo a seus shows?

Raul Seixas - Perguntas e RespostasRaul Seixas - Perguntas e Respostas
Raul Seixas - Perguntas e Respostas

Deuses do Rock: o tempo passa para (quase) todos elesHall Of Fame: 500 Músicas Que Marcaram o Rock and RollGuitarras e motos: as dez melhores músicas sobre motocicletas.Kiko Loureiro: canções que fizeram ele ser o músico que é hoje

Sobre Jackson Wójcik Pinto

Jackson é apresentador do programa de TV Rocktime, apreciador do bom e velho rock and roll em todas as suas vertentes, desde blues até metal extremo, com uma nítida queda por hard rock e heavy metal tradicional. Roqueiro inveterado há mais de 35 anos, escreve sobre rock para diversos blogs e tem muito orgulho de, ainda que eventualmente, colaborar também com o site Whiplash.

Mais matérias de Jackson Wójcik Pinto no Whiplash.Net.