Rudy Sarzo: Clássicos na 1ª edição do "Manifesto Legends"

Resenha - Rudy Sarzo (Manifesto Bar, São Paulo, 27/09/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Otávio Augusto Juliano
Enviar correções  |  Ver Acessos

A gelada noite de quinta-feira em São Paulo indicava que o melhor programa seria mesmo ficar aquecido em casa, assistindo a um bom programa de televisão ou um filme. Mas quem resolveu encarar o frio e foi até o Manifesto Bar certamente não se arrependeu!

Big Four: astros da cena Heavy escolhem banda preferidaCrianças: veja como cresceram as de "Nevermind", "War" e outras

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fotos por Luciano Piantonni http://www.hardandheavy.com.br)

RUDY SARZO, um dos maiores baixistas do Rock e do Metal estreou o projeto "Manifesto Legends", promovido pelo próprio Manifesto Bar, e foi responsável por aquecer a noite dos fãs que compareceram à sua apresentação.

Esbanjando simpatia, RUDY foi muito receptivo com todos que tentaram algum contato com o músico. Bastante paciente, RUDY recebeu os cumprimentos do público com muita calma, antes mesmo do show começar. Conversou, autografou CDs e posou para fotos, mostrando que além de excelente baixista é atencioso com os fãs.

Passado esse momento de descontração inicial entre o baixista e seu público, somente às 22:40h é que os presentes puderam vê-lo em cima do palco, ao lado dos músicos da banda RÁDIO SHOW.

Com um currículo de fazer inveja em qualquer um, SARZO dispensa maiores apresentações. Tendo tocado com nada mais nada menos do que OZZY OSBOURNE, DIO, WHITESNAKE e QUIET RIOT, sem contar outras participações e projetos.

Nessa passagem por São Paulo, o baixista nascido em Cuba, mas criado nos Estados Unidos, aproveitou para mostrar alguns clássicos e sucessos dessas bandas com as quais já tocou, como "Crazy Train", do OZZY OSBOURNE e "Cum On Feel The Noize", originalmente gravada pelo SLADE, mas sucesso com o QUIET RIOT.

Entre uma canção e outra, RUDY sorriu para o público, contou histórias da sua carreira e não cansou de elogiar os músicos que o acompanhavam. Falando em espanhol, RUDY exaltou o quanto a noite era especial para ele e preparou algumas surpresas, como a canção "Fantasy", da banda M.A.R.S., seu projeto ao lado de Tony MacAlpine, Tommy Aldridge e Rob Rock. Foi a primeira vez que essa música foi tocada ao vivo.

Outro momento surpreendente foi a execução de "Highway To Hell" (AC/DC) ao final da apresentação, canção que, embora já gravada pelo QUIET RIOT no tributo "Thunderbolt: A Tribute To AC/DC", não era esperada.

Não posso deixar de destacar os músicos da banda RÁDIO SHOW (nomes abaixo), que foram "fantásticos", para usar as próprias palavras de RUDY. Com muita qualidade, a banda mostrou porque foi a escolhida para acompanhar um baixista de tamanha importância na cena Heavy Metal.

Enfim, o saldo desta noite fria de quinta-feira em São Paulo não poderia ter sido mais positivo. Parabéns a todos os envolvidos pela escolha do simpaticíssimo RUDY SARZO para esse primeiro "Manifesto Legends" e pela banda de apoio.

Fica a torcida para que venham muitas outras atrações desse porte no futuro.

Agradecimentos a Heloisa Vidal (Brasil Music Press) e ao Silvano (Manifesto Bar) pela atenção e credenciamento. Fotos gentilmente cedidas por Luciano Piantonni (Rock Brigade e portal Hard and Heavy - http://www.hardandheavy.com.br).

Banda:

Rudy Sarzo (baixo)
Nando Fernandes (vocal)
Rodrigo Vanni (guitarra)
Appolo Moreira (bateria)
Mauricio Del Bianco (teclados e backing vocals)

Banda RÁDIO SHOW:
https://www.facebook.com/pages/Banda-R%C3%A1dio-Show/1594942...
Imprensa - [email protected]

Set List:

1 - Picking Up The Pieces (QUIET RIOT)
2 - Crazy Train (OZZY OSBOURNE)
3 - War Pigs (BLACK SABBATH)
4 - Snowblind (BLACK SABBATH)
5 - Paranoid (BLACK SABBATH)
6 - Cum On Feel The Noize (SLADE/QUIET RIOT)
7 - Bang Your Head (Metal Health) (QUIET RIOT)
8 - Fantasy (M.A.R.S.)
9 - Here I Go Again (WHITESNAKE)
10 - Fool For Your Loving (WHITESNAKE)
11 - Still Of The Night (WHITESNAKE)
12 - Rainbow In The Dark (DIO)
13 - Don't Talk To Strangers (DIO)
14 - Holy Diver (DIO)
15 - Heaven And Hell (BLACK SABBATH)
16 - Highway To Hell (AC/DC)


Outras resenhas de Rudy Sarzo (Manifesto Bar, São Paulo, 27/09/2012)

Rudy Sarzo: resenha do show em São Paulo no Minuto HM



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Rudy Sarzo"Todas as matérias sobre "Dio"Todas as matérias sobre "Ozzy Osbourne"Todas as matérias sobre "Quiet Riot"


Ozzy Osbourne: Eu não queria morrer de overdoseOzzy Osbourne
"Eu não queria morrer de overdose"

Michael Schenker: ele não quis tocar com Ozzy Osbourne, Motorhead, nem AerosmithMichael Schenker
Ele não quis tocar com Ozzy Osbourne, Motorhead, nem Aerosmith


Big Four: astros da cena Heavy escolhem banda preferidaBig Four
Astros da cena Heavy escolhem banda preferida

Crianças: veja como cresceram as de Nevermind, War e outrasCrianças
Veja como cresceram as de "Nevermind", "War" e outras


Sobre Otávio Augusto Juliano

Otávio é paulistano, tem 29 anos e faz algo nada a ver com o Rock: é advogado. Por gostar muito de música e não possuir talento algum para tocar instrumentos musicais, tornou-se um comprador compulsivo de cds. Sempre interessado em leitura ligada ao Rock e Metal, começou a enviar algumas pequenas colaborações para a Whiplash e hoje contribui principalmente com textos relacionados ao Hard Rock, estilo musical de sua preferência. De qualquer forma, é eclético e não dispensa álbuns de todas as demais vertentes do Metal, sendo fã incondicional de W.A.S.P., Mötley Crüe e dos trabalhos do guitarrista Steve Stevens.

Mais matérias de Otávio Augusto Juliano no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL