Edguy: Show no Underground Rock Club em Florianópolis

Resenha - Edguy (Underground Rock Club, Florianópolis, 06/02/2002)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Simas
Enviar correções  |  Ver Acessos

O show estava previsto para acontecer na Lupus Beer, um lugar grande, que mesmo não sendo perfeito para shows desse tipo (fraca qualidade de som) pelo menos tem uma boa visibilidade do palco e comporta um número grande de pessoas.

Tragédia e dor: O Blues, o Rock e o DiaboVocalistas: cantora clássica analisa cinco ícones do Heavy Metal

Com a transferência para o underground rock club os 250 pagantes (aproximadamente) ficaram espremidos na frente do palco, e quem, por má sorte ficou para trás não viu nada ou quase nada do show. O ponto bom, foi que pelo menos o som estava bom, e se ouvia perfeitamente todos instrumentos e o vocal de Tobias.

O show foi bastante curto (talvez pelas condições do lugar) e só teve um pouco mais de 1 hora. A performance da banda foi muito boa, com grande presença do músicos que pareciam estar contentes, sempre carismáticos. Desde a abertura com "Fallen Angels" até o fechamento com "Avantasia" (do projeto solo do vocalista Tobias de mesmo nome) e "Out Of Control" (do famoso "Vain Glory Opera" ) o Edguy se mostrou bastante entrosado, sendo ajudados pela grande participação do público presente que cantou quase todas as músicas com a banda.

Alguns pontos altos do show foram a própria "Vain Glory Opera" ( com seu excelente refrão) e a épica "Pharao", com seu mais de 10 minutos de duração. Um bom show para uma noite chuvosa na capital de Santa Catarina.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Edguy"


Edguy: uma explicação para o nome da bandaEdguy
Uma explicação para o nome da banda

Avantasia: Andre Matos devolve os elogios de Tobias SammetAvantasia
Andre Matos devolve os elogios de Tobias Sammet

Edguy, Avantasia: Tobias Sammet e os álbuns que mudaram a sua vidaEdguy, Avantasia
Tobias Sammet e os álbuns que mudaram a sua vida


Tragédia e dor: O Blues, o Rock e o DiaboTragédia e dor
O Blues, o Rock e o Diabo

Vocalistas: cantora clássica analisa cinco ícones do Heavy MetalVocalistas
Cantora clássica analisa cinco ícones do Heavy Metal

Spin: os 40 melhores nomes de bandas de todos os temposSpin
Os 40 melhores nomes de bandas de todos os tempos

No alto do castelo há uma linda princesa...No alto do castelo há uma linda princesa...

Capas de álbuns: 30 das piores artes da históriaCapas de álbuns
30 das piores artes da história

Guns N' Roses: Dj Ashba foi convidado por Axl para nova formaçãoGuns N' Roses
Dj Ashba foi convidado por Axl para nova formação

Scott Ian: os discos do Big 4 que ele mais gostaScott Ian
Os discos do Big 4 que ele mais gosta


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre Rodrigo Simas

Mais matérias de Rodrigo Simas no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336