Iron Maiden: O mistério por trás do personagem Benjamin Breeg

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Renan Corradini Colber, Fonte: Benjamim Breeg
Enviar correções  |  Ver Acessos

Com a estréia do vídeo de "The Reincarnation Of Benjamin Breeg", que se trata do primeiro single do "A Matter Of Life And Death", novo álbum do IRON MAIDEN, muitas pessoas passaram a se perguntar: afinal, quem foi Benjamim Breeg?

King Diamond: Alguém já o viu sem a maquiagem?Guitarras: as 15 músicas mais complicadas para tocar

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A banda diz que os fãs "devem descobrir por conta própria", mas um site britânico no link www.benjaminbreeg.co.uk traz um texto atribuído a um tal de A. Breeg, que se diz parente do tal sujeito, onde relata o que seria a história do personagem: "Minha avó morreu dois anos atrás e quando eu vasculhei seus pertences encontrei fotos de muitos parentes. Encontrei uma foto de uma pessoa que não conhecia. Resolvi ligar para um primo meu que mora na Austrália e enviei a foto pra ele. Ele me informou que aquele era Benjamin Breeg. A foto tinha sido tirada em 1977, um ano antes dele desaparecer".

A. Breeg continua procurando Benjamin, mas sem sucesso. Segundo ele, nem a polícia sabe do paradeiro de seu parente desaparecido. Segue uma descrição que ele fez sobre seu parente: "Benjamin Breeg nasceu em Londres no dia 3 de setembro de 1939. Depois da morte de seus pais em um incêndio em sua casa em 1947, Breeg foi enviado à um orfanato em East End. A causa do incêndio é desconhecida até hoje. Benjamin estava na casa mas não sofreu nada. Ele era uma criança inteligente, porém solitária, conforme uma das pessoas que cuidava dele no orfanato: 'Ele parecia uma criança que carregava muito mais peso nos ombros do que deveria. Seus olhos nos fazia pensar o que o incomodava tanto'. Breeg mostrava interesse na Bíblia e pensava em se juntar à Igreja, e foi enviado para morar com três famílias entre 1947 e 1950, mas não se adaptou a nenhuma e sempre acabava retornando para o orfanato".

"Em seu aniversário de 10 anos ele começou a ter recorrentes pesadelos que ele mesmo descrevia como 'os piores e torturosos que tinha'. Apesar disso, Breeg mostrava uma incrível habilidade em pintar quadros e desenhos. No entanto, nenhum desses trabalhos existem mais e acredita-se que foram destruídos pelo próprio Benjamin. Até hoje, ninguém sabe o motivo. Os temas dos desenhos causavam grande consternação das pessoas que eram permitidas por ele a vê-los", prossegue a descrição de A. Breeg.

"Um amigo de Benjamim que viu alguns trabalhos afirmou: 'Ele dizia que pintava o que via. Se verdade, eu só tenho que agradecer a Deus por não ter visto o que se passava na mente dele', que se tornou obcecado pela Bíblia. Ele vivia sozinho e muito pouco é conhecido sobre sua vida entre 1955 e 1959"

"Benjamin viajou bastante durante os anos de 1960 e 1970, conhecendo muitos países. Morou dois anos no Haiti e depois viajou para o Leste Europeu entre 1966 e 1969. Ele foi obrigado a mudar para a Romênia em 1969 por estar sendo alvo de investigações policiais. Ele retornou à Inglaterra em março de 1970. Quando chegou, foi oferecido à ele um cargo no Instituto Internacional de Investigação Paranormal, e ele aceitou".

"Breeg escreveu quatro livros entre 1971 e 1977. Nenhum deles está em catálogo atualmente. Todos descrevem o que foi visto e vivenciado por Breeg nesses anos de viagem" relata o texto, que finaliza dizendo: "Benjamin Breeg desapareceu de sua casa em 18 de junho de 1978. Todos os esforços foram feitos no sentido de encontrar, sem obter êxito"

Para complicar ainda mais a coisa, há quem diga que Benjaming com "G" no final era um dos apelidos do ex-vocalista Paul Di Anno quando jovem!

O single de "The Reincarnation of Benjamin Breeg" está agendado para ser lançado no dia 29 de agosto e o clipe da música já se encontra disponível em vários sites de hospedagem de vídeos, incluindo o famoso YouTube.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Iron Maiden"


Justin Bieber: primeiro a camisa do Metallica, agora a do Iron MaidenJustin Bieber
Primeiro a camisa do Metallica, agora a do Iron Maiden

West Ham: o time do coração de Steve HarrisWest Ham
O time do coração de Steve Harris


King Diamond: Alguém já o viu sem a maquiagem?King Diamond
Alguém já o viu sem a maquiagem?

Guitarras: as 15 músicas mais complicadas para tocarGuitarras
As 15 músicas mais complicadas para tocar


Sobre Renan Corradini Colber

Cursando Administração de Empresas na Universidade Presbiteriana Mackenzie, teve seu primeiro contato com o Metal em 1997 quando comprou o álbum Best Of The Beast, do Iron Maiden, na época com 11 anos. De lá para cá escuta de tudo um pouco, mas a raiz se mantém metaleira. De Iron Maiden a Meshuggah passando por Diana Krall, Ray Charles, Hoodoo Gurus, Elvis, Johnny Cash e Bob Dylan.

Mais matérias de Renan Corradini Colber no Whiplash.Net.

adGoo336