RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemThe Cure: 5 bandas que o vocalista Robert Smith já declarou odiar

imagemTodos os rockstars que já recusaram ser condecorados pela rainha Elizabeth II

imagemCom tempo de sobra, Bruce Dickinson também faz segurança em show do Iron Maiden

imagemGuns N' Roses compartilha foto incrível de show realizado em São Paulo

imagemO setlist "gordo" e vídeos do último show da turnê de 2022 do Guns N' Roses pelo Brasil

imagemManeskin e o grande temor que Gastão Moreira tem em relação à banda

imagemDavid Coverdale lista seus 20 álbuns preferidos do rock britânico

imagemArnaldo explica por que saía do palco quando Titãs tocava hit de "Cabeça Dinossauro"

imagemO que esperar dos shows de Helloween e Hammerfall no Brasil, segundo os músicos

imagemOs álbuns de outros estilos musicais que Dave Mustaine indica para quem é headbanger

imagemPitty Purple: cantora aparece nas redes com vestido roxo e ganha elogios dos seguidores

imagemAxl e o pequeno gesto com Slash comprovando que as tretas do passado ficaram pra trás

imagemYoutuber toca clássicos do Metallica com a horrorosa bateria de "St. Anger"; veja vídeo

imagemRolling Stones: Ron Wood lista seus blues preferidos de todos os tempos

imagemBarbosa ficou em 2º em concurso de guitarrista mais sexy e perdeu para astro internacional


NFL Steve Harris

Sam Dunn: "O metal vem de lugares que querem esquecer!"

Por Nelson Arakaki Jr
Fonte: Courier Mail
Em 23/11/06

O diretor do documentário "Metal: A Headbanger's Journey" diz: "O Metal vem dos lugares que as pessoas querem esquecer que existem". O Jornal Australiano "The Courier" em 2006 realizou uma entrevista com Sam Dunn, um dos diretores por trás do aclamado documentário - "Metal: A Headbanger's Journey", que cobre a história do Heavy Metal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Profissional com mestrado em Antropologia Social e colaborador regular de vários jornais acadêmicos, Dunn já está acostumado que as pessoas imaginem que seu gosto musical esteja mais para Beethoven do que Black Sabbath.

Porém ele é na verdade fanático pelo Metal desde os 12 anos de idade, e aos 31 foi co-autor, co-produtor e co-diretor de um documentário que ele espera que possa ajudar outras pessoas a entender seu fascínio pelo gênero.

"O Metal nunca foi realmente a praia dos intelectuais ou dos formadores de opinião", disse Dunn explicando porque o Metal tradicionalmente tem sido preterido como uma forma de arte passível de credibilidade. "O Punk Rock é que sempre teve aquele 'appeal' entre a população mais urbana, cosmopolita".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Os jornalistas cresceram ouvindo Pop e não Metal", ele acrescenta com uma risada, "e eu honestamente penso ser esse um grande fator pelo qual se demorou tanto tempo para realizar um documentário profundo sobre o tema. O Heavy Metal vem dos lugares que as pessoas querem esquecer que existem — Os subúrbios, que são os 'sovacos' industriais da sociedade".

Através de entrevistas com artistas e fãs ao redor do mundo, o documentário se propõe a desfazer a crença bastante comum de que a paixão pela música em alto volume poderia estar de alguma forma associada à um temperamento violento e um baixo QI.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"As pessoas tem uma reação muito visceral ao ouvir Heavy Metal por causa do volume, velocidade e agressividade do som", ele disse. "Por esse motivo, acaba-se criando uma imagem de que as pessoas que curtem este tipo de música também sejam violentas e agressivas", explica Dunn.

"E eu acredito que isso geralmente seja falso. Eu acho que o que as pessoas experimentam com o Metal é o sentimento de liberdade, algum tipo de catarse que eles não sentem com nenhum outro tipo de música ou outro aspecto de suas vidas".

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Kiss: como foi demitir Eric Carr em seu leito de morte

O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?


Sobre Nelson Arakaki Jr

Médico cirurgião, nascido em 1974, morador do Rio de Janeiro e aluno do Guitar Club de Ipanema. Seu gosto pela música vem desde os anos 80, começando por Led Zeppelin, Pink Floyd, Rolling Stones e Beatles, influenciado por seu pai. Passou então a se interessar mais pelo Hard Rock, Blues e especialmente pelo universo do Heavy Metal, tendo sempre como base as grandes bandas clássicas do gênero, como Black Sabbath e Iron Maiden. É fã de Arch Enemy, Carcass, Hendrix, Ozzy, Hibria, Atlântida, Endless, Scelerata, Fates Prophecy, Michael Amott, Zakk Wylde, Richie Kotzen, Jimmy Page, Doug Aldrich, Yngwie Malmsteen, Angra, Dr. Sin, Shaaman, Whitesnake, Guns n' Roses, Skid Row [antigo], Allman Brothers, Gov't Mule, Muddy Waters, Lynyrd Skynyrd e recentemente, Dream Theater.

Mais matérias de Nelson Arakaki Jr.