Jeff Pilson: "sentirei falta de Ronnie como nunca senti"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Tradução
Enviar Correções  

O baixista Jeff Pilson (DOKKEN, LYNCH/PILSON, WAR AND PEACE, STEEL DRAGON, FOREIGNER), que gravou e fez turnê de três álbuns de estúdio com DIO - "Strange Highways" em 1993, "Angry Machines" em 1996, e mais recentemente, "Master Of The Moon" in 2004, divulgou a seguinte declaração sobre o falecimento do lendário cantor de heavy metal:

"Dizer algumas poucas palavras sobre Ronnie Dio é como me pedir para descrever um filme épico em uma sentença. É tão pouco que não dá nem pro começo.

publicidade

Eu ainda não consigo acreditar que ele se foi. E enquanto a realidade se torna mais aparente, eu fico mais e mais triste. Mas então algo vai acontecer como entrar no meu carro e 'Stand Up and Shout' vai tocar no rádio e quase parece que é a primeira vez que escutei. Quero dizer, eu toquei essa música centenas de vezes e ouvi milhares, mas tudo de repente parece tão claro e a mensagem de Ronnie vem saindo dos auto-falantes. O poder, a voz que diz 'Sim, você pode conseguir - todos podem'.

publicidade

Esse era Ronnie. O homem comum que era tudo menos comum. Uma grande voz e um coração ainda maior. Esse era meu amigo.

Eu vou sentir falta dele de um jeito que nunca senti. Mas graças a Deus eu sempre terei seu trabalho – toda aquela música maravilhosa – para me voltar a ele. Memórias e música.

Eu sou tão privilegiado por ter conhecido, e ainda mais trabalhado com ele. E eu honestamente acredito que o mundo é um lugar melhor por tudo que ele alcançou, por toda alegria que ele trouxe a tantas pessoas – inclusive eu.

publicidade

Descanse em paz, Ron. Você realmente nunca vai ser esquecido!"




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Iron Maiden: pastor evangélico tem 172 tatuagens da bandaIron Maiden
Pastor evangélico tem 172 tatuagens da banda

Ultimate Classic Rock: os 100 maiores clássicos do rockUltimate Classic Rock
Os 100 maiores clássicos do rock


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin