Matérias Mais Lidas

imagemOzzy Osbourne é visto caminhando com dificuldade ao sair de estúdio

imagemA simpatia de James Hetfield ao conversar com pais de bebê que nasceu durante show

imagemMalmsteen ameaça cancelar show por que vocalista Jeff Scott Soto estava no local

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade

imagemJonathan Davis, do Korn, explica qual seu problema com o Cristianismo

imagemConfira as músicas que o Iron Maiden está ensaiando para turnê que passa pelo Brasil

imagemMetallica faz doação para complexo de saúde e educação em Curitiba

imagemVocalista do Gwar diz que integrantes do Maiden são "um bando de velhas britânicas"

imagemNovo álbum de Ozzy será lançado em setembro, de acordo com Sharon Osbourne

imagemFoto feita após fim da turnê mostra todos do Ghost sem máscaras, incluindo "Ghoulettes"

imagemLuciano Hang processa vocal do Fresno e quer indenização de R$ 100 mil por danos morais

imagemGuitarrista diz que não entrou na banda de Ozzy por não ter cabelo loiro

imagemMalmsteen diz que Jeff Scott Soto foi expulso de seu show porque não pagou entrada

imagemAdrian Smith e a volta ao Maiden: "queriam o Bruce e já tinham dois guitarristas"

imagemGrave Digger: veteranos do metal em clipe com cavaleiro templário e capirota


Stamp

Motorhead: a gafe nazista de Lemmy em Nuremberg

Por César Enéas Guerreiro
Fonte: Contact Music
Em 30/08/06

Lemmy, do MOTÖRHEAD, sempre sentia calafrios quando lembrava do silêncio de uma platéia alemã ao contar uma piada muito inconveniente sobre os nazistas.

O grupo tocava num estádio em Nuremberg, onde o ditador Adolf Hitler organizava seus infames comícios nazistas antes da Segunda Guerra Mundial começar em 1939. E Lemmy achou que seria divertido animar a multidão com uma abusada referência ao passado – sem sucesso.

Ele conta: "Quando tocamos em Nuremberg, no estádio onde Hitler costumava fazer seus discursos, a platéia estava um pouco desanimada, então eu disse: ‘vocês fizeram um barulho muito mais f**ido do que este em 1937’. Aquilo não caiu bem...".

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

PRB
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Grupo de post-metal Tombs lança "Killed by Death", do Motörhead

Buaiteoir: Ouça versão de "1916" em álbum tributo ao Motorhead




Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre

Mais matérias de César Enéas Guerreiro.