Matérias Mais Lidas

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemAs composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemDave Mustaine, do Megadeth, inicia vida de youtuber e mostra o ônibus de turnê da banda

imagemEvanescence coloca baixista no cargo de guitarrista e anuncia nova baixista

imagemO clássico do Helloween que fez Angra mudar nome original de "Running Alone"

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemFrank Zappa disse a Steve Vai que ele soava como "um pão com mortadela elétrico"

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemGene Simmons compartilha tweet com meme da ex-presidente Dilma Rousseff

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemMetade das pessoas com menos de 23 anos desconhecem Pink Floyd, David Bowie e Bon Jovi

imagemOzzy Osbourne diz que "tinha muito o que provar" com "No More Tears"

imagemAdrian Smith conta como Iron Maiden permaneceu forte e era grunge passou


Supla: quando música dele sobre masturbação foi censurada pela ditadura militar

Por Igor Miranda
Em 21/05/21

Antes de dar início à sua carreira solo, o vocalista Supla conquistou notoriedade em todo o Brasil com a banda Tokyo. O álbum de estreia do grupo de new wave/punk rock, "Humanos" (1985), trouxe músicas como "Garota de Berlim", que tem participação de Nina Hagen, e "Mão Direita", que foi censurada nos momentos finais da ditadura militar.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A faixa trazia uma letra com referências diretas a masturbação, com versos como: "Vou levá-la comigo pra jantar; Ela merece por alegrias que me dá; Ela é o consolo da minha solidão; Eu tenho a felicidade na palma da minha mão; Minha mão direita" e "Ela não reclama, só me dá prazer; Na hora de jogar ela sabe o que fazer; Nas telas de cinema me ajuda a sonhar; Com aquela estrela que jamais vou conquistar; Minha mão direita".

A temática da masturbação já foi abordada em diversos momentos da história do rock e até de outros estilos, por artistas e bandas como Alice Cooper ("Muscle of Love"), Nirvana ("Spank Thru"), Blink-182 ("M+Ms") e Cyndi Lauper ("She Bop"). Ainda assim, a canção da banda Tokyo foi censurada.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Supla relembrou dessa situação em uma sessão de perguntas e respostas nas redes sociais, transcrita pelo Uol Splash. O cantor definiu como "ridículo" o ato das autoridades restringirem a circulação da música em questão.

"Foi ridículo. Por isso eu sou totalmente contra um governo de ditadura militar. Totalmente. Porque eu acho que o artista tem que ser livre pra lançar o que quiser. Vai querer censurar arte agora, champz?", disse.

O vocalista relembrou Paulo Coelho, grande nome da literatura que também faz críticas à ditadura militar. "Vê o Paulo Coelho. Independentemente de você gostar dos livros dele ou não, vê o que ele tem a dizer sobre isso, sobre esse momento. Pesadelo total", declarou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em seguida, o "Papito" revelou que as inspirações para as músicas do Tokyo eram as vivências pelas quais os integrantes passavam. As composições da banda chegaram a ser elogiadas por grande ícone do rock nacional: Renato Russo, da Legião Urbana.

"Era o que a gente vivia, tá ligado? Falava sobre masturbação, sobre roupa X, sabe? As pessoas ficavam te medindo, ali, te julgando por você estar com o cabelo assim ou assado. E romântico também, de amor. Tinha uma música que chamava 'Programado', que era um cara que vinha do espaço em busca de amor, mas aqui ele não encontrava, então ele se sentia programado. Eu me lembro até do Renato Russo conversando comigo sobre esse som. Ele gostava", afirmou.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lista: 10 músicas que falam sobre masturbação nas entrelinhasLista: 10 músicas que falam sobre masturbação nas entrelinhas

Ozzy Osbourne: os conselhos do Madman sobre masturbaçãoOzzy Osbourne: os conselhos do Madman sobre masturbação

Paul McCartney: relembrando sessão de masturbação em grupo com LennonPaul McCartney: relembrando sessão de masturbação em grupo com Lennon

Red Hot Chili Peppers: músicas estão entre as mais ouvidas para masturbaçãoRed Hot Chili Peppers: músicas estão entre as mais ouvidas para masturbação

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp




Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda.