RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemA atitude ousada da Legião Urbana ao peitar Globo e Faustão no meio de uma grande crise

imagemO Raul Seixas não era nada daquilo que ele falava, diz ex-parceiro musical

imagemA razão que levou Humberto Gessinger a decidir não usar mais nome "Engenheiros do Hawaii"

imagemPor que Gisele Bündchen e Ivete Sangalo deturparam "Imagine", segundo André Barcinski

imagemDiva Satânica explica qual foi a razão que a fez deixar a banda Nervosa

imagemO último show de Bon Scott com o AC/DC, três semanas antes de sua morte

imagemA hilária reação de Keith Richards ao encontrar músicos do Maneskin

imagemDavid Coverdale relembra parceria com Jimmy Page, e fala sobre relançamento

imagemAs duas razões que levaram RPM a passar por segunda separação em 2003

imagemEm entrevista, Tony Iommi contou como aprendeu a tocar guitarra

imagemAlém do Moonspell, São Paulo Metal Fest anuncia Beyond Creation em seu cast

imagemAngra parabeniza a aniversariante Sandy nas redes sociais

imagemJimmy Page sobre o "Presence": "Não se faz músicas como aquelas caindo de bêbado"

imagemGuitarrista do Offspring continuou em seu emprego normal mesmo depois da fama

imagemPrika explica por que nova vocalista da Nervosa não é brasileira e promete single em março


Stamp

Angra: como funciona a divisão de direitos autorais da banda, segundo Bruno Valverde

Por Gustavo Maiato
Postado em 13 de janeiro de 2022

A história do Angra foi marcada por discussões e um dos fatores que historicamente sempre resultou em desavenças entre os integrantes era como dividir os direitos autorais das músicas. Em entrevista recente ao Ibagenscast, no YouTube, o atual baterista Bruno Valverde explicou como funciona essa divisão interna na banda hoje em dia. Confira a transcrição abaixo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"A divisão de direitos autorais nos álbuns em que eu participei é justa. No ‘Secret Garden’ eu não tive participação significativa. Não fiz algo que mudou uma composição ou arranjo. Agora, no ‘ØMNI’ tem, então acho justo. Teve uma conversa em relação a isso quando estávamos lá na Suécia gravando. Falamos sobre cada parte das músicas e sabíamos tudo o que estava acontecendo. Temos tudo registrado. O clima estava relax em relação a isso. Pelo menos em comparação ao que eu ouço falar sobre outras épocas. Acho que as pessoas vão aprendendo. Tem uma maturidade maior para discutir sobre esses assuntos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Tem um amigo meu aqui que está no terceiro casamento. A esposa dele disse que ele era bem tranquilo. Ou seja, ele aprendeu algumas coisas né! Ele não vai repetir os mesmos problemas, porque sabia as raízes desses problemas. Nessa fase atual do Angra, não tem esse tipo de treta igual no passado. A gente conversa olho no olho. Existe o direito autoral em si. Tem o direito intelectual da obra e outro termo que é tipo o orgulho de ter participado. Tem muita gente que não considera partes de bateria como composição. Então como o batera faz? Precisa criar uma coisa magnífica, um groove tão peculiar, tipo ‘Nothing To Say’, do Ricardo Confessori, e aí não teria como dizer que a música não aconteceu através disso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Houve coisas assim no ‘ØMNI’, tem um groove ali que pode ter sido marcante, um riff saiu daquele groove, então claramente é uma parte de composição. Se você falar de grana em si, não somos um Maroon 5, que vai ter uma música tocando no mundo inteiro e você ficará rico. Aquele dinheiro iria mudar sua vida. O que tem por trás é o orgulho. Você explorar e dizer que tem o dedo em uma música. É uma conversa mais madura do que ficar vendo porcentagens. Todo mundo entende o que está acontecendo e o lugar de cada um".

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:
Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze

Ricardo Confessori lança novo método de bateria e destrincha sucessos de Angra e Shaman

Fotos de Infância: Angra


publicidadeAdemir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | André Silva Eleutério | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Euber Fagherazzi | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Henrique Haag Ribacki | José Patrick de Souza | Julian H. D. Rodrigues | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Sergio Luis Anaga | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Gustavo Maiato

Jornalista, fotógrafo de shows, youtuber e escritor. Ama todos os subgêneros do rock e do heavy metal na mesma medida que ama escrever sobre isso.
Mais matérias de Gustavo Maiato.