Matérias Mais Lidas


Mick Taylor sobre Rolling Stones: "Não conseguia acreditar como eles soavam mal"

Por André Garcia
Postado em 06 de fevereiro de 2023

Mick Taylor tocava com John Mayall, ocupando o posto que já havia pertencido a Eric Clapton, quando foi convidado para se juntar aos Rolling Stones. Na época, a banda passava por um momento difícil, após um longo período longe dos palcos e com a dependência química de Brian Jones ameaçando seu futuro.

Rolling Stones - Mais Novidades

Foto: Wikimedia - Revista Pelo
Foto: Wikimedia - Revista Pelo
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sua estreia foi em 4 de julho de 1969, em um gigantesco show gratuito realizado no Hyde Park — homenagem a Brian Jones, que havia dias antes sido encontrado morto em sua piscina. A passagem do guitarrista durou até dezembro de 1974, quando um belo dia ele pegou a todos de surpresa informando a Mick Jagger sua saída e indo embora. Apesar do pouco tempo, ele gravou uma sequência de álbuns amplamente considerada o auge da banda: de "Sticky Fingers" (1971) a "It's Only Rock 'n Roll" (1974), e ainda teve alguma participação no "Let It Bleed" (1969).

Conforme publicado pela Far Out Magazine, certa vez Mick Taylor comentou sua decisão de abandonar uma das maiores bandas de rock de todos os tempos, e falou também qual foi sua primeira impressão dela.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Eu simplesmente não conseguia acreditar como eles soavam mal — o timing deles era horrível. Eles soavam como um mero grupo de caras na garagem, tocando fora do tom e alto demais. Eu pensava 'Como é possível que essa banda consiga gravar discos de sucesso?'"

"Eu fiquei um pouco mordido por não ter recebido crédito por umas músicas, mas aquele não foi o único motivo. Acho que simplesmente senti que já tinha dado. Eu decidir formar uma banda com Jack Bruce. Nunca senti — não sei por que — que eu não tocaria com os Stones por muito tempo, desde o começo."

"A coisa não necessariamente vai por esse caminho [do arrependimento], porque, quando você está em uma banda de rock n roll de sucesso, você permanece naquela situação e se acomoda. Para mim, pessoalmente, aquilo era um atraso. Eu tinha que seguir em frente e fazer outra coisa. Perguntar se eu me arrependo de ter saído dos Rolling Stones é fazer a pergunta errada. A pergunta difícil é se eu me arrependo de ter me juntado a eles."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Mick Jagger disse sobre o xará:

"Ele era um músico muito fluído, melódico, algo que nunca tínhamos tido, e não temos mais — nem Keith e nem Ronnie Wood tocam naquele estilo. Foi muito bom para mim trabalhar com ele. Eu sentava com Mick e ele tocava linhas muito fluídas contra meu vocal. Para alguns, aquela foi a melhor versão da banda que existiu."

Keith Richards disse sobre o ex-colega:

"Mick Taylor e eu trabalhamos muito bem juntos. Ele tinha uma energia adorável. Tocava com sofisticação e doçura, estava muito à frente de sua idade. Baita senso melódico. Eu nunca entendi porque ele deixou os Stones — nem ele mesmo entende, creio eu. Não tenho vontade de encontrar com ele."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.
Mais matérias de André Garcia.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS