Kirk Hammett: "há muito tempo sou obcecado por horror"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Paulo Giovanni G. Melo, Fonte: A.V. Club, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Kenny Herzog, do site A.V. Club, recentemente conduziu uma entrevista com o guitarrista do METALLICA, Kirk Hammett, sobre o livro "Too Much Horror Busines - The Kirk Hammett Collection" de autoria do músico. Confira alguns trechos do papo.

14 acessosMetallica: vídeo oficial de "Sad But True" no Canadá5000 acessosAs novas caras do metal: + 40 bandas que você deve conhecer

A.V. Club: você ficou viciado em horror depois que se machucou e leu o "The Day of the Triffids" enquanto se recuperava. Ser um fã de filmes de terror tem a ver com essa fase reclusa da recuperação?

Kirk Hammett: quando se está sem saber o que fazer com seu tempo, então você descobre "oh, eu posso ver um monte de filmes de terror". Para mim, um dos momentos mais propícios para se assistir a um filme de terror é quando está frio e chovendo lá fora e não há praticamente nenhuma atividade ao ar livre a ser feita.

A.V. Club: você vê um paralelo entre curtir estes filmes, que lentamente ganharam uma legião de seguidores, e estar no METALLICA, que foi ganhando reconhecimento no mainstream gradualmente?

Kirk Hammett: sim, é um tipo de coisa que acontece em vários gêneros artísticos. As pessoas às vezes precisam de tempo para entender o significado dos esforços artísticos de outras pessoas. Muitas vezes não é uma coisa fácil fazer uma pessoa digerir algo que ela nunca teve contato antes. Creio que neste aspecto não é diferente para os filmes de terror. Acontece muitas vezes. Olhe para Van Gogh. Ele morreu pobre. Suas pinturas são vendidas por 100 milhões de dólares, mas na época ninguém realmente sabia o que esperar. Era tão radicalmente diferente de tudo o que já tinha sido feito. E acho que isso vale para vários filmes de terror também, e música. Quando as pessoas são confrontadas com algo que nunca viram antes, elas realmente não sabem como reagir.

A.V. Club: é importante ter esta coleção como um santuário?

Kirk Hammett: com certeza. Por anos eu disse às pessoas que esta é uma coisa que faço além da música. Tenho sido obcecado por música por muitos anos, mas também sou obcecado por este material e é uma boa alternativa para ter como lugar de refúgio mental e artístico quando estiver saturado com as coisas do METALLICA. Os ítens da coleção são tão bons que é por isso que estou colocando à parte do livro. Um dia pensei a respeito, "oh, Deus, tenho que compartilhar isso com as pessoas", pois cresceu e se tornou uma coleção monumental. Seria vergonhoso para mim não deixar que outras pessoas pudessem ver isso.

A.V. Club: você já pensou em seguir os passos de Rob Zombie e dirigir filmes de terror?

Kirk Hammett: gosto de pensar que tenho muito tempo para fazer o que quero fazer. Agora é que estou me firmando e me estabelecendo como um nome do horror. Porque, por muito tempo foi muito pessoal e privado, mas minha coleção me deu força e me tornou evidente sobre isso. Então, agora estou vendo aonde tudo isso vai me levar. Tenho várias opções na minha frente e tenho interesse em filme. Eu não descartaria nada. Ao longo dos anos guardei várias idéias diferentes, então vamos ver qual delas eu escolho para trabalhar.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 02 de dezembro de 2012

Cliff BurtonCliff Burton
Dono de QI elevado, ele começou no baixo graças à TV

14 acessosMetallica: vídeo oficial de "Sad But True" no Canadá25 acessosMetallica: vídeo oficial de "Motorbreath" no Canadá1122 acessosFree Metal: super herói viraliza tocando Metallica pra vizinhança1072 acessosMetallica: o que James achou das camisetas de Kylie/Kendall Jenner1554 acessosMetallica: Cartazes edição limitada serão vendidos nessa quinta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

Matt SorumMatt Sorum
Músico se posiciona contra James Hetfield

MetallicaMetallica
A habilidade com as baquetas de James Hetfield

Thin LizzyThin Lizzy
"Whiskey in the Jar" já era cantada há centenas de anos

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

As novas caras do metalAs novas caras do metal
Mais 40 bandas que você deve conhecer

Phil AnselmoPhil Anselmo
"Sou o rei da falsidade! É isso que a heroína faz!"

Ratos de PorãoRatos de Porão
João Gordo crente? Vai tomar no cu quem tá acreditando!

5000 acessosIron Maiden: fatos estranhos na gravação de The Number Of The Beast5000 acessosMetallica: os fantasticos carros de James Hetfield5000 acessosCorey Talor: "Axl é um pau no cu e quem espera por ele é otário"3403 acessosRock And Roll: os 10 músicos mais rebeldes de todos os tempos5000 acessosHeavy Metal: Os melhores covers segundo a Metal Hammer5000 acessosMetal Hammer: os maiores hits do rock eleitos em votação

Sobre Paulo Giovanni G. Melo

Mineiro de Belo Horizonte. Fã de Hard Rock e Heavy Metal, especialmente a partir dos anos 80, não dispensa um disco ao vivo destes estilos. Entre várias de suas bandas preferidas estão Ratt, Aerosmith, Buckcherry, The Cult, Whitesnake, Whitecross, Guns N´ Roses e Motley Crue.

Mais matérias de Paulo Giovanni G. Melo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online