Queen: em 1981, o batismo de fogo brasileiro

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por João Renato Alves, Fonte: Blog Van do Halen
Enviar correções  |  Comentários  | 


701 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify5000 acessosPiadas sobre músicos

As passagens de grandes artistas estrangeiros pelo território brazuca nos anos 1970 eram atos quase clandestinos, regados a muita confusão nos bastidores. Alice Cooper, Genesis e Rick Wakeman estavam entre os poucos que se aventuraram por essa terra-sem-lei do show business. Falta de estrutura e a inexperiência local em eventos dessa magnitude fizeram com que tumultos e acidentes fossem parte do roteiro. Sem contar os constrangimentos a que os gringos eram submetidos, com taxas abusivas na alfândega e equipamentos sendo roubados.

Esse foi o cenário que o Queen topou encarar. A ousadia partiu da Toco Produções Artísticas, que bancou a produção estimada em dois milhões de dólares, um valor que, proporcionalmente para a época, era ainda mais alto que na realidade atual. Com apoio total da mídia – TV e Rádio Bandeirantes transmitiram o show – uma multidão lotou o Morumbi na sexta-feira, 20 de Março. Nunca houve um número exato (o que também era bem comum em atrações desse porte), mas estima-se que quase 200 mil pessoas lá estiveram. No dia seguinte, nova dose, também com ingressos esgotados.

Antes mesmo de começar a série de apresentações pelo continente – que incluiu ainda quatro datas na Argentina e uma na Venezuela – o quarteto desembarcou no Rio de Janeiro para aproveitar o carnaval. Brian May foi ao Baile Vermelho e Preto, enquanto os seus companheiros aproveitaram os festejos na boate Regine’s. Falando na Cidade Maravilhosa, relatos nunca confirmados oficialmente dão conta que o quarteto se ofereceu para tocar no Maracanã. O valor da venda de ingressos seria revertido para entidades de assistência a deficientes físicos, já que aquele era simbolicamente o ano de ajudar os portadores dessa necessidade.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Mas em São Paulo o grupo não decepcionou, mostrando porque era uma das formações mais talentosas que já existiram no mundo da música. A atitude showman de Freddie Mercury, junto ao assombroso talento de Brian May – destacado pela imprensa à época como a alma musical do grupo – conquistou a platéia desde o início. A platéia deu seu show à parte, surpreendendo os próprios músicos, que não esperavam uma recepção tão calorosa – lembremos que o Brasil ainda não tinha a fama que possui atualmente junto aos artistas gringos.

O quarteto ainda voltaria quatro anos depois como atração principal do primeiro Rock In Rio. Foi uma maneira de consolidar a história de concertos em território nacional, que eles mesmo ajudaram a iniciar. Dali pra frente seria regra na agenda das bandas a passagem pela terra descoberta por Cabral. Sendo assim, vamos pagar nosso tributo aos precursores. Até porque poucos dos que passaram depois eram tão espetaculares. Deus salve a rainha!

O que rolou no show

- We Will Rock You (Fast Version)
- Let Me Entertain You
- Play the Game
- Somebody to Love
- Save Me
- Now I’m Here
- Dragon Attack
- Fat Bottomed Girls
- Love of My Life
- Flash
- The Hero
- Crazy Little Thing Called Love
- Bohemian Rhapsody
- Tie Your Mother Down
- Another One Bites the Dust
- Sheer Heart Attack
- We Will Rock You
- We Are the Champions
- God Save the Queen

Fontes: Revistas Showbizz e Veja, site queenbrazil.com

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 20 de março de 2011
Post de 10 de junho de 2012
Post de 27 de março de 2015
Post de 20 de março de 2017

Vanilla IceVanilla Ice
Rapper diz que "Under Pressure", do Queen, agora é dele

701 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify683 acessosGreen Day: 65 mil cantando "Bohemian Rhapsody" durante show254 acessosQueen: veja lyric video oficial de "Killer Queen"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Queen"

SlayerSlayer
A honra de serem fotografados com Brian May, do Queen

Freddie MercuryFreddie Mercury
Sacha Baron Cohen explica sua saída do filme

Kiss FmKiss Fm
As 500 mais pedidas na programação em 2008

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Queen"

HumorHumor
Como você chama alguém que sai com músicos? Baterista!

CapasCapas
10 das mais belas feitas por artistas dos quadrinhos

Dave MustaineDave Mustaine
Maroon 5 o deixou boquiaberto

5000 acessosEm 10/08/1993: Euronymous é assassinado por Varg Vikernes5000 acessosAC/DC: Brian revela segredo obscuro de Angus Young5000 acessosTimo Tolkki: surtando no Facebook com a filha contra brasileiros?5000 acessosNightwish: Floor Jansen dá a sua receita para uma voz afinada5000 acessosPorta dos Fundos: Andreas Kisser e a cobrança dos metaleiros5000 acessosDream Theater: Jordan Rudess comenta pior show de sua vida

Sobre João Renato Alves

27 anos, jornalista formado pela Universidade de Cruz Alta. Kissmaníaco inveterado, um verdadeiro apaixonado pela banda de Gene Simmons e Paul Stanley. Idolatra com quase a mesma paixão Queen, Van Halen e Black Sabbath. Aprecia desde o Rock dos anos 50 (Elvis, Little Richard, Chuck Berry, entre outros) e 60 (Beatles, Rolling Stones, The Who, Led Zeppelin...), Hard Rock dos 70's (AC/DC, Deep Purple, Alice Cooper...) e 80's (Mötley Crüe, Def Leppard, Europe, Talisman...), Metal Tradicional (Judas Priest, Dio, Ozzy...), NWOBHM (Iron Maiden, Saxon, Angel Witch...) e Thrash oitentista (Slayer, Destruction, Kreator...). Já teve um programa de rádio, chamado "Lavagem Cerebral", na Unicruz FM. Solteiro e seguidor das idéias de Gene Simmons em relação ao casamento.

Mais matérias de João Renato Alves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online