RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Resenha - Run - Future Palace

Por João Petrucci
Postado em 27 de junho de 2022

Toquem os berrantes: Chegou novidade! Vamos acordar o tiozão/tiazona fã conservador (de Rock Pesado!), sempre reclamando de "que nada novo presta". A banda alemã Future Palace lançou seu segundo album de estúdio, "Run". São doze faixas, mostrando muita maturidade deste trio composto por jovens e talentosos músicos. Lançado dia 10 de Junho de 2022, "Run" trouxe muitos elementos novos em relação ao debut, o já muito bom "Escape" (2020).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Antes de falarmos do album em si, vamos apresentar a banda: Future Palace foi formada em 2018 em Berlim, seguindo aquela nova onda local de novas bandas de Metalcore/Post Hardcore. Neste segundo album, temos muitos novos elementos musicais trazidos ao som. O melhor: há MUITA originalidade naquilo que eles conseguiram criar! O trio é formado pela maravilhosa cantora Maria Lessing, pelo guitarrista Manuel Kohlert e pelo baterista Johannes Frenzel - apesar de serem somente três membros, o ambiente sonoro é muito rico em camadas musicais. Algo que me chamou muito a atenção não foi a presença de várias influências dos diversos gêneros musicais (do Hiphop ao Death Metalcore), mas sim a forma pela qual tudo se encaixa perfeitamente - os ganchos das transições são muito naturais, de modo que a identidade sonora é mantida da primeira à última faixa! Outro lado interessante é a duração das músicas: todas são na faixa de 03 a 04 minutos, no total de pouco mais de 40 minutos de duração total. As letras, compostas por Maria Lessing, são simplesmente maravilhosas - uma viagem íntima para seu lado mais emocional (a cada frase, ela expressa um show de interpretação!).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O album abre com "Paradise", que também foi o primeiro Single lançado no Youtube. À primeira ouvida, logo percebemos uma grande inspiração de bandas como Linkin Park e PVRIS, mas com a identidade musical muito própria. É uma música que vaga por épicos momentos emotivos, interpretados de forma impecável por Lessing. Não obstante, há momentos bem pesados por aqui, quando o trio mostra total entrosamento: Lessing cantando de forma gritada (o popular 'Screaming', técnica vocal que é um tipo de Gutural), perfeitamente embutida nas guitarras pesadíssimas de Kohlert. Há de se comentar algo incrível, que também vai aparecer por todo decorrer do disco: a guitarra, em uma "camada bem grossa", sempre está conversando ativamente com a bateria de Frenzel (totalmente insana)!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A segunda faixa, "Dead Inside", é o quinto single do album. Um autêntico Metalcore, com guitarras pesadas (sempre de Sete Cordas, afinação em 'D') e bateria muito forte. Ela é seguida pela INSANA "Flames". A canção abre com um Riff quase oriental de guitarra, logo cortado pela maravilhosa Lessing detonando no vocal, com Gutural de Death Metalcore. Em seguida, há uma quebrada que vai para o HIPHOP (!!!!), em um gancho perfeito! O refrão é outro show à parte: Lessing mostra, mais uma vez, todo seu potencial vocal, cantando de forma muito intensa (lembra muito o estilo da Hayley Williams, do Paramore). Na sessão do meio, todo peso volta, antes do épico final emotivo - pessoal, que letra! Nesta música, notamos também muita inspiração vocal vinda da Lacey Mosley (ex-Flyleaf).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Locked" começa com um estilo totalmente Rap (lembra muito Beastie Boys ou RATM), abrindo portas para um pesado riff. É impressionante como eles conseguem navegar de estilos diferentes ao Metalcore, transitando momentos com uma naturalidade sumária! Lessing dá um show de técnicas vocais nesta faixa - cantando de Rap a Death Metal! Que vocalista, nobres que nos lêem - esta jovem de 24 anos vai nos dar muitos discos bons nos próximos anos! "Heads Up' começa com um Riff maravilhoso, lembrando muito a já citada banda Flyleaf - mais uma vez, Lessing detonando nos vocais. Esta voz teria limites de alcances?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Fechando o primeiro arco do disco, temos a emotiva "Sleep Tight" - não chega a ser uma balada, mas é uma música mais intensa e com enormes cargas emocionais. Que faixa absurda! Eu destaco o ótimo trabalho de guitarras: o peso locupleta de forma perfeita toda emoção cantada a cada frase. O album segue para "Defeating Gravity" - uma faixa muito moderna, com influências de bandas do Indie Folk moderno. Por aqui, mister se faz uma ressalva: cá está o melhor refrão do album! Ah: Parece que eles são mestres em fazerem um refrão melhor do que o outro!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Roses" é uma faixa muito moderna, com outro trabalho de interpretação perfeito no refrão (altíssimo, por obséquio) - o qual me fez lembrar trabalhos do Fireflight. Ela é seguida por "Wounds", uma faixa que lembra bem Paramore dos primeiros albuns (Outra excelente letra)! "A World in Tears" é a faixa mais diferente do album. Temos uma abertura totalmente voltada para um Synthpop moderno, acompanhada por uma melodia vocal bem Pop. Nesta faixa, temos destaque para um curto Backing Vocal masculino. Como tudo que aparece de diferente é tão natural para eles, a faixa logo entra em um refrão com um Riff bem pesado da guitarra de Sete Cordas de Kohlert. Impressiona como esta mistura de gêneros musicais soa tão natural, sem aparecer algo forçado. Esta identidade sonora da banda me deixou maravilhado!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Loco, Loco" (sim, é este o nome!) me lembrou muito o estilo de bandas como Guano Apes e April Art - aquele baixo funkeado, transitando no meio dos marcantes Riffs de Kohlert. Fechando o disco, temos a faixa "Fever", que talvez seja a faixa que mais lembra o trabalho anterior da banda, o debut "Escape". Senhoras e Senhores: estamos aqui com uma banda que tem muito a crescer, pois talento não os falta. Este disco vai receber a avaliação 10/10!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Alex Juarez Muller | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Geraldo Fonseca | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |

Por favor: se é um Fã Conservador de Rock (explicando o 'conservador': pessoa que não aceita nada de novo dentro do próprio gosto musical. Ok?), dê uma chance a esta nova banda! O album é maravilhoso! Vale cada um dos 41 minutos de duração total! Que bom que há coisas originais no Rock Pesado! Sigam a banda nas redes sociais! Recomendado para quem gostou de bandas novas, como o Spiritbox (da também monstruosa Courtney LaPlante).

Track List:

1. Paradise
2. Dead Inside
3. Flames
4. Locked
5. Heads Up
6. Sleep Tight
7. Defeating Gravity
8. Roses
9. Wounds
10. A World In Tears
11. Loco Loco
12. Fever

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Alex Juarez Muller | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Geraldo Fonseca | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre João Petrucci

Muito velho para mimimi. O assunto é Rock'n'Roll!" Paulista. Fã de Iron Maiden, Dream Theater e Bon Jovi. Motor V8 também faz boa música!
Mais matérias de João Petrucci.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS