Aeon Prime: mais um dos destaques do cenário hard/heavy nacional

Resenha - Future into Dust - Aeon Prime

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Anteriormente chamado de SCARIOTH, o AEON PRIME, de Guarulhos/SP, está na estrada desde 2008, e após muita luta chegam a seu primeiro álbum completo, mostrando que todas as batalhas travadas valeram a pena, pois os resultados atingidos são excelentes!

5000 acessosCorey Taylor: "não comprem a playboy da Lindsay Lohan"5000 acessosReinaldo: um apaixonado pelos Scorpions

O som dos caras é uma mistura de metal tradicional, power metal e hard rock, de forma bem orgânica, aliando peso com ótimas melodias, com influências claras do metal britânico dos anos 80, mas com uma roupagem mais moderna.

As faixas são bens variadas e diferentes entre si, o que torna o trabalho intenso, sem ficar maçante, ao contrário de muitas bandas novas que vemos por ai. O vocalista Michel de Lima também é muito versátil, com timbres agradáveis e interpretações marcantes.

Os destaques ficam para a direta "Coliseum"; a melódica e variada faixa título, na qual os músicos mostram toda sua competência na criação de ótimos arranjos; e "Ghost" e "Commandments", com as mencionadas características de hard/heavy bem latentes.

A ótima produção de Pedro Esteves (LIAR SYMPHONY) também contribui muito para o resultado final satisfatório do material, com tudo cristalino e audível na medida certa, sem exageros.

Um ótimo trabalho, de uma banda que tem tudo para se firmar na cena brevemente.

Banda:
Yuri Simões (guitarra)
Felipe Mozini (guitarra)
André Fernandes (baixo)
Rafael Negreiros (bateira)
Michel de Lima (vocal)

Faixas:
1. Coliseum
2. Future Into Dust
3. Revolving Melody
4. Ghost
5. The Commandments
6. Deadly Sacrifice
7. About Dreams and Lies
8. Newborn Star
9. In Gold W eTrust
10. In The Depths Of Me

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Future into Dust - Aeon Prime

223 acessosAeon Prime: Mais um nome promissor que desponta na cena nacional

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Aeon Prime"

Corey TaylorCorey Taylor
"Não comprem a playboy da Lindsay Lohan"

Collectors RoomCollectors Room
Fã compra tudo o que vê pela frente com o nome Scorpions

Lemmy KilmisterLemmy Kilmister
Veja algumas das homenagens nas redes sociais

5000 acessosCorey Taylor: "não comprem a playboy da Lindsay Lohan"5000 acessosReinaldo: um apaixonado pelos Scorpions5000 acessosLemmy Kilmister: Veja algumas das homenagens nas redes sociais5000 acessosKiko Loureiro: a influência do Metallica na vida do guitarrista5000 acessosJeff Hanneman: tributo no Youtube com 7 minutos de riffs4871 acessosThe Walking Dead: E se a série fosse interpretada por rockstars?

Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online