Bon Jovi: Quando faziam músicas decentes

Resenha - Slippery When Wet - Bon Jovi

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Vitor Sobreira
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Mesmo tendo conseguido se destacar e angariar um certo sucesso com seus dois primeiros lançamentos, a ascensão, tanto musical quanto comercial do grupo se deu neste aclamado Slippery When Wet, jogando para sempre nas alturas o nome Bon Jovi (mesmo que depois tenham fugido drasticamente do Rock e se perdido em um e$tranho labirinto Pop).

1840 acessosGNR: até agora, a banda que mais faturou com shows em 20175000 acessosLuxúria: uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história

Jon Bongiovi, com o auxilio do 'hitmaker' Desmond Child, e de seus companheiros de banda (muito pouco valorizados, diga-se de passagem), compôs um disco e tanto, que já vendeu quase 30 milhões de cópias e se tornou um marco para o Hard Rock e o Rock em geral, exercendo influência em várias bandas vindouras e servindo como uma espécie de 'Bíblia' para o estilo.

Os processos de estúdio (gravação, masterização e mixagem) ficaram muito bons, e para a produção, reza a lenda que o 'líder' contratou o experiente Bruce Fairbairn após ouvir o disco Without Love (de 1985) dos compatriotas do Black´n Blue. Seja como for, mesmo tentando a todo custo conquistar as paradas da Billboard e ganhar alguns milhares (ou milhões) de 'verdinhas' a mais, além de um som bem macio, é indiscutível a qualidade das músicas apresentadas aqui, bem mais maduras e trabalhadas, e que conquistariam de vez o mundo.

Se por um lado, o peso aqui é um pouco mais contido, por outro, melodias e composições "gordas" são presenciadas uma atrás da outra, como no caso das ultra-famosas-que-todo-mundo-conhece 'Living On A Prayer', 'You Give Love a Bad Name', 'Wanted Dead Or Alive' (balada com um marcante apelo Country) e 'Never Say Goodbye' (outra balada, só que mais melosa), que são os carros-chefe aqui e sempre lembradas. No entanto, chega a ser deprimente como muitos se esquecem e trancam no porão as excelentes, animadas e com um ritmo mais direto: 'Raise Your Hands' e 'Wild In The Streets', do Hard melódico em 'I'd Die for You' e 'Without Love' e da forte abertura com 'Let It Rock' e seu refão e teclados iniciais matadores. Te digo uma coisa: é uma melhor do que a outra, baby! Destaque ainda para os músicos envolvidos, que mostraram competência e obtiveram exito em vários momentos marcantes de cada faixa, mesmo sob o olhar ameaçador de um "capataz" que queria todas as luzes somente para si...

Não sou fã do Bon Jovi, mas gosto suficientemente o bastante deste disco para, de forma simples, escrever e lembrar dele, pois realmente vale muito a pena ser curtido, sim senhor!

Gostas de um bom Hard? Então caia nesta algazarra o quanto antes!!

FAIXAS:
1. Let It Rock
2. You Give Love a Bad Name
3. Livin' on a Prayer
4. Social Disease
5. Wanted Dead or Alive
6. Raise Your Hands
7. Without Love
8. I'd Die for You
9. Never Say Goodbye
10. Wild in the Streets

INTEGRANTES:
Alec John Such : Baixo
Richie Sambora : Guitarra, Vocais Secundários
Tico Torres : Bateria
David Bryan : Teclado, Vocais Secundários
Jon Bon Jovi : Vocais, Guitarra

LANÇAMENTO: 1986 - Polygram / Mercury Records /Vertigo

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Slippery When Wet - Bon Jovi

1741 acessosBon Jovi: Os 30 anos do radiofônico "Slippery When Wet"5000 acessosTradução - Slippery When Wet - Bon Jovi

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Guns N RosesGuns N' Roses
Até agora, a banda que mais faturou com shows em 2017

806 acessosJon Bon Jovi: ele receberá prêmio por suas ações filantrópicas0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Bon Jovi"

Músicas RuinsMúsicas Ruins
Blog elege piores de grandes bandas do Rock/Metal

Top 10Top 10
As músicas mais acessadas do YouTube

Rock Hall Of FameRock Hall Of Fame
25 bandas que ainda precisam ser nomeadas

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Bon Jovi"

LuxúriaLuxúria
Uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história

GuitarristasGuitarristas
15 músicos que certamente você não conhece

Anette OlzonAnette Olzon
"Eu fui demitida exatamente como Tarja também foi"

5000 acessosKiko Loureiro: filha ajuda o guitarrista a aprender "Holy Wars"5000 acessosBandas: Por que ninguém está indo a seus shows?5000 acessosMax Cavalera: triste ver uma banda tão importante virar uma merda5000 acessosKiss: o que acontece por trás das cortinas antes do show?4577 acessosPantera: As 10 melhores canções da banda5000 acessosBaphomet: a polêmica estátua em frente ao Capitólio em Oklahoma

Sobre Vitor Sobreira

Moro no interior de Minas Gerais e curto de tudo um pouco dentro do maravilhoso mundo da música pesada, além de não dispensar também uma boa leitura, filmes e algumas séries. Mesmo não sendo um profissional da escrita, tenho como objetivos produzir textos simples e honestos, principalmente na forma de resenhas, apresentando e relembrando aos ouvintes, bandas e discos de várias ramificações do Metal/Heavy Rock, muitos dos quais, esquecidos e obscuros.

Mais matérias de Vitor Sobreira no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online