Matérias Mais Lidas

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemEdu Falaschi descobriu que seu primo famoso tem mais seguidores que ele no Instagram

imagemIggor Cavalera diz que reunião da formação clássica do Sepultura seria incrível, mas...

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemJoão Gordo diz que não torce pela seleção brasileira de futebol

imagemNovo clipe do Megadeth foi filmado no litoral de São Paulo, veja fotos

imagemTravis Barker, do Blink-182, é hospitalizado às pressas e filha pede orações

imagemMike Portnoy e a música do Rush que virou um grande sucesso do Guns N' Roses

imagemAvenged Sevenfold e o álbum do Guns N' Roses que deveria ser mais valorizado

imagemDave Mustaine, eufórico, compara James LoMenzo com Cliff Burton

imagemCinco nomes do heavy metal que já gravaram músicas do ABBA

imagemVeja diz que David Coverdale só passa vergonha nas redes sociais

imagemCuecão de couro: Rob Halford posa com suas "great balls of fire" em camarim


Stamp

Maverick: Thrash metal com altas doses de peso e groove

Resenha - Motor Becomes My Voice - Maverick

Por Junior Frascá
Fonte: Entrou na Sala
Em 24/10/15

Nota: 8

Quarteto de São José do Rio Pardo/SP, o MAVERICK é formado por Gabriel Sernaglia (Vocais, guitarras), Caio Henrique (Guitarras), Lucas Silva (Baixo) e Gustavo Polississo (Bateria), e é mais um dos bons nomes da cena thrash/groove metal nacional, como fica claro nesse seu primeiro registro, lançado recentemente no mercado via Shinigami Records.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

E o disco é uma porrada só, sem piedade do ouvinte, com um thrash metal pesadíssimo e cheio de groove, e com uma pegada intensa, sem muitas variações, mas muito bem feito, e até trazendo alguns elementos que remetem ao southern metal, lembrando o som dos paulistanos do PANZER.

A produção não é das melhores, mas também não compromete, e a banda nos apresenta um som encorpado, variando entre momentos mais velozes, e outros mais cadenciados, mas sempre com uma rifferama brutal como carro chefe, e que faz toda a diferença.

O disco traz ao todo 08 faixas (sendo uma introdução), e possui ao todo pouco mais de 35 minutos, mas que são suficientes para a banda destilar toda sua fúria, e despontar como mais uma das grandes representantes brasileiras do estilo.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Assim, prepare o pobre pescocinho, aperte o play, e esteja pronto para a destruição!

The Motor Becomes My Voice - Maverick
(Shinigami Records - 2015)

01. V8
02. Upsidown
03. Motor Becomes My Voice
04. Shadows Inc.
05. Disorder
06. Karma Extinction
07. Dehumanized
08. Scarecrow


Outras resenhas de Motor Becomes My Voice - Maverick

Resenha - Motor Becomes My Voice - Maverick

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá.