Chaos Synopsis: Superando o insuperável

Resenha - Seasons of Red - Chaos Synopsis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Quem acompanha o Chaos Synopsis desde o início sabe que a banda nunca se contentou com o mais do mesmo. Isto é, a evolução da banda se tornou uma constante e quando todos achavam que o conceitual álbum “Art of Killing” (2013) fosse o ápice do quarteto de São José dos Campos/SP, eis que surge “Seasons of Red”.

78 acessosChaos Synopsis: Assista o novo videoclipe "Storm of Chaos"5000 acessosMegadeth: Dave Mustaine não está feliz com os improvisos de Kiko Loureiro?


Sim, o disco conseguiu superar seu antecessor e mostra uma banda ainda com sangue nos olhos, mas muito mais versátil e técnica. A variação nos andamentos das músicas e quebradas estão latentes, além da inclusão de um pouco mais de melodias notáveis, e tudo sem deixar a brutalidade típica de lado.

Individualmente falando, parece que a banda melhorou em tudo. As guitarras, por exemplo, mostram o trabalho mais técnico até então, com riffs perfeitos e solos de muito bom gosto a cargo de JP e do recém chegado Luiz Ferrari (Anarkhon). O vocalista Jairo além de estar berrando ainda melhor, destila linhas consistentes de baixo, sendo que o batera Friggi mostra a maior evolução destruindo e explorando seu kit de forma estonteante.

A temática continua inteligente e instigante, já que em “Seasons of Red” as letras abordam massacres históricos que marcaram a humanidade (como na Inquisição, Revolução Russa e por aí vai...) o que combinou perfeitamente com a trilha imposta, já que a música demonstrada é realmente um massacre sangrento.

Com produção do baterista Friggi, engenharia de Fabiano Penna (Rebaellium) e masterização de Neto Grous, “Seasons of Red” também atinge o ápice de qualidade sonora do quarteto, o que é mais um ponto ganho ao Chaos Synopsis. Death/Thrash Metal mantido e musicalmente bem evoluído. Ouça inteiro!

http://www.chaossynopsis.com/
https://www.facebook.com/chaossynopsisbr

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Seasons of Red - Chaos Synopsis

276 acessosChaos Synopsis: Uma verdadeira aula de brutalidade e competência138 acessosChaos Synopsis: Não é só um álbum pesado275 acessosChaos Synopsis: Não o futuro, mas o presente do Metal nacional

78 acessosChaos Synopsis: Assista o novo videoclipe "Storm of Chaos"0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Chaos Synopsis"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Chaos Synopsis"

MegadethMegadeth
Dave Mustaine não está feliz com os improvisos de Kiko?

MáscarasMáscaras
Confira algumas das mais fodas do metal

Vida de rockstarVida de rockstar
Sexo, drogas, álcool e mau comportamento

5000 acessosSlash: guitarrista conta como foi sua audição para o Poison5000 acessosDerek Riggs: "O Iron Maiden é muito ciumento"5000 acessosAjustes e Consertos em Baixos e Guitarras5000 acessosOzzy: Sabbath não é minha banda, eu sou membro da banda Black Sabbath5000 acessosGuns N' Roses: momento 'Jackass' na Argentina em 19925000 acessosBandas: Por que ninguém está indo a seus shows?

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online