AirTrain: resenha sobre novo álbum direto do Chile

Resenha - AirTrain - AirTrain

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Caio Siriani, Fonte: Site Oficial AirTrain
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Fora de sua boa cena de metal, honestamente tenho que reconhecer que o hard rock brasileiro não é um estilo do qual pude escutar muito no passado. Fazendo um esforço, me lembro de uma banda chamada Tempestt, banda bem reconhecida no Brasil e muito competente com um tempero ‘oitentista’ que em 2005 chegou em minhas mãos com um interessante trabalho que deve estar guardado em algum lugar da minha coleção. Depois disso, quase nada… até agora que chega o álbum da Air Train, banda independente que se lança na aventura de conquistar o público com esta obra prima homônima e que mostra a todos uma produção de nível bem profissional.
5000 acessosRacismo: Gritar "Black Power" não é a mesma coisa que gritar "White Power"5000 acessosDeep Purple: As mais de cem bandas dos integrantes

Entretenimento, para dizer o mínimo, é o que estes brasileiros nos podem oferecer neste trabalho, com composições nas quais o clima de festa e os ritmos contagiantes predominam. Com guitarras pronunciadas, com algumas passadas em coisas clichê ao estilo de som de bandas como Strypper, Motley Crue, também pitadas de heavy metal americano de bandas como Dokken e Twisted Tower Dire e mais algumas lembranças de Maiden. Apesar de sua sólida base hard, não se limitam a isso, pois souberam incorporar um toque de heavy metal que geralmente faz bem àqueles grupos que decidem explorar do que o ideário das velhas glórias daquela época.

Um bom vocalista, apesar de não ser tão acrobático, é Caio Siriani, que vem ladeado de uma formação muito boa. Dois guitarristas criativos como são Julio Machia e Arthur Santos (solos simples e com muito feeling, como se aprecia), mais o baixista Guilherme Delmolin e o baterista Ivan Rehder.

“Living for a love” é um excelente tema que facilmente poderia ter sido um ‘hit’ da década de 1980. Pesada e com ‘licks’ que grudam, aí há um toque de Accept. “Back to war” é mais pesada, mas sempre mantendo o rumo ‘heavy’ e melódico no qual estes brasileiros caminham muito bem. “Road to the Sky” é uma bela balada que traz uma introdução de cordas e que consegue ser comovente, o que se espera de uma música deste tipo.

A segunda metade do álbum contém outros temas que se ouve com o punho cerra ao alto. Um destes tema, “Shark Attack” com uma lufada mais germânica (como Accept ou os mais recentes Alpha Tiger), com um Siriani se valendo de recursos vocais que deixa claro que consegue se sair bem nas notas mais altas e exigentes. O toque americano a lá Dokken é ressaltado em “Julianne”, composição mais ‘glamorosa’ e com intepretação excelente por parte de Siriani.

Situação que se mantém com o clássico “Rock the bones”, que para mim destila algo do tradicional Rainbow (ainda que com coros mais influenciados pela cena germânica). Boa variedade e bom gosto é o que esta banda de São Paulo conseguiu imprimir em seu álbum de estreia. Com uma cena tão grande como sua geografia, era de se esperar que em algum momento este país sul americano seria capaz também de exportar material de qualidade, uma vez que não só de Angra e Sepultura se vive na terra do samba.

Nota: 8,5/10

Texto original disponível em:

http://mundorockheavy.blogspot.com.br/2015/03/air-train-air-...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de AirTrain - AirTrain

188 acessosAirTrain: Facilidade em mesclar Metal e Hard Rock257 acessosAirTrain: Hard rock intenso e diretão com elementos de metal735 acessosAir Train: Hard Rock puro, com um toque de Iron Maiden

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "AirTrain"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "AirTrain"

RacismoRacismo
Gritar "Black Power" não é a mesma coisa que gritar "White Power"

Deep PurpleDeep Purple
As mais de cem bandas dos integrantes

Jimi HendrixJimi Hendrix
12 coisas que talvez você não saiba sobre ele

5000 acessosHelloween: a banda que não soube ser grande5000 acessosInvisible Oranges: os 5 melhores momentos Metal dos filmes5000 acessosAngra: Bittencourt lamenta que Andre Matos tenha recusado convite1707 acessos2016: melhores do ano pelo colaborador Leonardo Daniel Tavares da Silva5000 acessosIron Maiden: os set-lists desde os primórdios até 20135000 acessosFernanda Terra: vídeo tocando "Roots Bloody Roots", do Sepultura

Sobre Caio Siriani

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online