Spun in Darkness/Chronic Infect: Split pra quem gosta de Death

Resenha - Sickness Misery and Evoked Doom - Spun in Darkness/Chronic Infect

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Excelente split lançado em 2011 pela Rotten Foetus Records, selo underground especializado em Metal extremo. Unindo a banda cearense Chronic Infect e norte-americana Spun in Darkness, a sonoridade encontrada engloba a nata do Death Metal, ambos focados no ‘old school’.
5000 acessosDio: algumas curiosidades inusitadas sobre o vocalista5000 acessosGhost: qual a identidade secreta de Papa Emeritus?

A primeira parte fica por conta dos brasileiros que trazem um som que flerta com o Grind/Splatter (a banda se originou destes gêneros). Com uma sonoridade mais direta e mesmo assim com alternâncias de ritmos, o som cativa pela chama enraizada no Death tradicional.

São sete faixas mais diretas, mas que trazem o mérito de mostrar como a banda sabe explorar seu limite em um tempo curto. Destaque sem dúvidas para Sacrificial Monolith e Invoking the Damnation e sua quebrada estonteante. Apesar de um pouco abafada, a produção é boa e não compromete.

Com uma produção inferior, a banda de Las Vegas Spun in Darkness demonstra um pouco mais de experiência e técnica, pelo menos em termos de execução. Não fosse diferente já que, enquanto a banda americana possui dois álbuns completos gravados, os brasileiros ainda não gravaram um disco oficial.

O Spun In Darkness faz o típico Death Metal norte-americano que ficou famoso com nomes como Malevolent Creation e Massacre. Algumas influências de Thrash Metal também se fazem presentes. Com passagens e quebradas mais intrincadas (inclusive acústicas), a banda soa até mais interessante, mas curiosamente quase sai prejudicada pela produção muito baixa. No mais, é um split que vale à pena conferir. Principalmente por parte dos ‘deathbangers’ (e ainda está em catálogo).

http://www.spunindarkness.com/
https://myspace.com/chronicinfect

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Spun In Darkness"0 acessosTodas as matérias sobre "Chronic Infect"

Ronnie James DioRonnie James Dio
Curiosidades inusitadas sobre o vocalista

GhostGhost
Qual a identidade secreta de Papa Emeritus?

Jack BlackJack Black
"Nirvana foi a última grande banda do rock"

5000 acessosJames Hetfield: a "evolução" de sua voz em "Seek And Destroy"5000 acessosBeatles: homenagens e paródias à capa de "Abbey Road"5000 acessosIron Maiden: Bruce Dickinson e sua preferência pelo Brasil5000 acessosRush: o discurso mais criativo e engraçado da música5000 acessosRush: Geddy Lee comenta a morte de Lemmy3775 acessosMotorhead: Lemmy no comercial da cerveja Kronenbourg 1664

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online