Matérias Mais Lidas


O clássico álbum considerado por Roger Waters "o fim da linha" para o Pink Floyd

Por André Garcia
Postado em 20 de maio de 2023

Em 1975, ao refletir sobre o impacto que o "The Dark Side of the Moon" teve sobre ele e seus colegas, Roger Waters cravou que o álbum havia sido criativamente o "fim da linha" para o Pink Floyd.

Pink Floyd - Mais Novidades

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Conforme publicado pela Far Out Magazine, a tal entrevista foi dada em outubro de 1975 para Nick Sedgewick, e incluída no songbook (livro de partituras) do "Wish You Were Here".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na ocasião, o entrevistador relembrou de tê-los visitado no inverno (no hemisfério norte) de 1974. O encontro aconteceu no estúdio, onde a banda estava gravando utilizando apenas garrafas e elásticos.

"Teve uma tentativa frustrada de fazer um álbum sem usar nenhum instrumento musical", revelou Roger. "Parecia uma boa ideia na época, mas não deu certo. Provavelmente porque precisávamos parar um pouco." Segundo ele, a banda se sentia "simplesmente esgotada e entediada".

O repórter questionou o baixista se eles necessitavam de um tempo para respirar separados um do outro. Foi aí então que Waters confessou:

"Sim. Mas não acho que tenha sido tão consciente assim, na verdade. Acredito que quando o 'Dark Side of the Moon' foi tão bem-sucedido, foi o fim. Foi o fim da linha. Havíamos alcançado o ponto pelo qual buscávamos desde adolescentes; e realmente não havia mais nada a ser feito em termos de rock n roll."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Muitos atletas de alto rendimento relatam que, após conquistarem todos os títulos, sentem dificuldade de se manterem motivados. Como com artistas costuma acontecer o mesmo, Nick perguntou se fama e fortuna fizeram eles sentirem não haver mais pelo que almejar.

"Sim", concordou Waters. "Dinheiro e idolatria… Bem aqueles números de vendas são o sonho de toda banda de rock. Por mais que algumas finjam que não, obviamente…"

Em 1975, chegou a hora do Pink Floyd lançar um novo trabalho — não importava para a gravadora que eles já tivessem chegado a seu auge. A banda, por outro lado, se sentia vazia. Quando questionado o que os levou de volta ao estúdio para gravar "Wish You Were Here", a resposta foi:

"Um sentimento de tédio, acho que foi isso. Você precisa fazer alguma coisa. Quando você está acostumado a trabalhar muito duro por anos e anos e alcança aquilo que tanto buscou… continua havendo necessidade de prosseguir, porque você percebe que o lugar onde chegou não é aquilo que você pensava que era..."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O Pink Floyd não conseguiu levar para frente a ideia de gravar um disco sem usar instrumentos musicais. No entanto, esse conceito foi posto em prática décadas depois, por nomes como Blur, Björk e até mesmo o Pato Fu — que já gravou disco só com instrumentos de brinquedo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre André Garcia

Sou redator e tradutor freelancer e escritor, autor do livro de contos Liber IMP. Ouço rock desde pequeno, leio coisas sobre bandas desde sempre e escrevo sobre ela já tem anos. Cresci como fã de Iron Maiden e paladino do rock, mas já me tratei. Hoje sou fã de nomes como Beatles, David Bowie, The Cure, Kraftwerk e Velvet Underground, e de cenas como a Londres psicodélica, a Nova Iorque proto-punk e a Manchester pós-punk. Escrevo notas e notícias rápidas para o Whiplash.Net visando compartilhar conteúdo relevante sobre música e cultura pop.
Mais matérias de André Garcia.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS