Dr. Sin: Evolução, criatividade e muito amor ao Rock N' Roll

Resenha - Intactus - Dr. Sin

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Paulo Pontes
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


É muito difícil uma banda com mais de 23 anos de carreira, manter sempre um nível alto de criatividade e musicalidade, com lançamentos sempre acima da média. São poucas as que conseguem se manter por tanto tempo com discos de qualidade. E para orgulho nacional, o Dr. Sin é uma delas. E ainda por cima, é evidente a evolução da banda a cada lançamento.
1415 acessosDr. Sin: nova banda dos Irmãos Busic estreia em Santo André5000 acessosMetallica: banda passa dificuldades financeiras, dizem biógrafos

O trio paulista formado por, Andria Busic (baixo e vocal), Ivan Busic (bateria e vocal) e Edu Ardanuy (guitarra), acaba de lançar pela Voice Music o disco Intactus, um álbum pesado, com excelentes composições e que figura entre os melhores de toda a carreira da banda.

"Saturday Night" abre o disco de forma pesada, rápida e certeira, com uma letra que como o próprio nome já diz, exalta as noites de sábado repletas de Rock n' Roll. A produção, que ficou a cargo do próprio Andria Busic, deixou tudo nítido, claro e na cara, realçando o peso das músicas.

Na sequência vem a já conhecida "How Long", com um refrão marcante, que funciona muito bem ao vivo.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Um riff pesadíssimo de guitarra executado por Edu Ardanuy, mostra toda a força de "We're Not Alone", faixa que tem uma temática alienígena e que é guiada pela bateria precisa de Ivan Busic. Nesta música vemos a evolução vocal de Andria, cantando de forma mais agressiva que o habitual. Uma das melhores do disco.

"Soul Survivor" é quase um southern rock, mas com muito mais peso. Ivan alterna os vocais com Andria, o que dá uma dinâmica bem interessante à música, aliás, como em alguns outros lançamentos da banda, aqui os vocais de Ivan são muito bem aproveitados. A faixa ainda trás um clima denso, com toques de violão executados em uma performance perfeita de Edu Ardanuy.

Não é preciso falar sobre a técnica absurda que os três têm em seus respectivos instrumentos, mas se ficar alguma dúvida, ouça a intrincada "The Great Houdini", uma aula de técnica e bom gosto em uma música que conta a história de Harry Houdini, famoso ilusionista húngaro, que fez fama e sucesso no mundo todo. Um trecho no meio da faixa, quase em seu final, me lembrou muito os melhores momentos do Rush, influência assumida do trio paulista.

O cd ainda conta com as mais intimistas "This is the Time" e "Without You", duas belíssimas baladas, que contam com a participação do tecladista Marcelo Souss.

https://scontent-b-mia.xx.fbcdn.net/hphotos-xap1/v/t1.0-9/10...
Foto por Marco Bavini

Edu Ardanuy está avassalador na faixa "The Big Screen". Técnica e feeling invejáveis. A cada disco, o cara faz jus ao título de um dos melhores guitarristas do Brasil - na minha humilde opinião, o melhor. O mesmo acontece em "Set Me Free", que também apresenta um solo muito bom de Andria.

"Fight the Good Fight"encerra o trabalho com uma melodia cativante e uma aula de bateria ministrada por Ivan Busic. A música termina, o álbum chega ao seu fim, e você se pega ouvindo tudo novamente.

Vale ressaltar o excelente trabalho do ilustrador Gustavo Sazes, que mais uma vez mostra todo seu potencial, criando uma capa muito bonita. Todo o material gráfico do disco é excelente e de muito bom gosto. Na embalagem, um encarte que conta com as letras das músicas e com fotos tiradas por Marco Bavini.

O Dr. Sin prova com Intactus, que o tempo não tem feito mal algum à banda, muito pelo contrário, são 23 anos de evolução, criatividade, garra e muito amor ao Rock n' Roll. Que venham os próximos 23 anos.

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Outras resenhas de Intactus - Dr. Sin

2083 acessosDr. Sin: "Intactus" é uma nova aula de Rock da banda2231 acessosDr. Sin: Dez faixas do mais puro Hard Rock mesclado com Blues1904 acessosDr. Sin: Uma lenda intacta do hard/heavy nacional

1415 acessosDr. Sin: nova banda dos Irmãos Busic estreia em Santo André256 acessosCombate Rock: política acaba com amizades e estraga bandas804 acessosBusic: banda divulga terceiro videoclipe; confira116 acessosVitrola Verde: em vídeo, entrevista com Ivan Busic0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dr Sin"

Dr. SinDr. Sin
Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis Tadeu

Importando MetalImportando Metal
Músicos gringos que atuam ou já atuaram em bandas brasileiras

Dr. SinDr. Sin
"O motivo da banda parar nunca foi mercado, foi interno"

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 15 de janeiro de 2015

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Dr Sin"

MetallicaMetallica
Banda está passando por dificuldades financeiras, dizem biógrafos

Guns N RosesGuns N' Roses
Slash: "Decidi dar um descanso para o meu nariz!"

Bruce DickinsonBruce Dickinson
Ver as Iron Maidens foi uma experiência estranha

5000 acessosOzzy e Lemmy: mansão luxuosa, apartamento como caverna5000 acessosJames Hetfield: "fico deprimido quando não pego a guitarra"5000 acessosRush: Neil Peart leva vida complicada e sofre para tocar ao vivo5000 acessosBeatles: E se a história fosse contada pelo Jornal Meia-Hora?5000 acessosFreedom of Expression: o tema do Globo Repórter5000 acessosOzzy: baixista Phil Soussan fala do surgimento de Zakk Wylde

Sobre Paulo Pontes

Nascido em Valinhos, interior de São Paulo, é estudante de jornalismo e iniciou-se no universo do rock ouvindo Guns n' Roses. É fã de Led Zeppellin, Richie Kotzen e Edguy, mas adora o rock em todas as suas vertentes, do Classic Rock ao Black Metal. Depois de escutar o refrão de "Eagle Fly Free" pela primeira vez, passou a curtir muito Power Metal, e achou que jamais iria ouvir um refrão tão bom quanto aquele dentro de tal vertente, realmente estava certo, ainda não ouviu. Casado e pai de duas lindas meninas, também se diverte muito com bons filmes e livros.

Mais matérias de Paulo Pontes no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online