Angra: "Secret Garden" é digno de figurar no Top Five da banda

Resenha - Secret Garden - Angra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Matheus Rodrigues
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O Angra acabou de lançar, precisamente na terça-feira (17), o seu oitavo álbum de inéditas, intitulado "Secret Garden".

Angra: a coleção em CDs e detalhes sobre os discos na Collectors RoomQuiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 1985

Após o intervalo de quatro anos sem lançar material inédito, o Angra está de volta, e dessa vez mais forte do que nunca, provando que ainda pode ser uma das bandas guardiãs do Metal Tupiniquim por vários anos.

Newborn Me - Bem diferente do Angra que conhecíamos, com uma pegada bem mais prog do que power, diria eu que com uma certa influência do Dream Theater. Destaque pro lindo solo do Kiko.

Black Hearted Soul - O bom e conhecido "Metal castelinho", o que não impede de ser uma grande música. Se nos restringirmos ao catálogo do Angra, é algo similar a Z.I.T.O. Uma das músicas que evoca a "velha essência" da banda, que muitos diziam que estaria em falta no disco.

Final Light - Outra música com a faceta mais conhecida do Angra, ainda que tenha uma pegada meio prog, como o sintetizador e a bateria. Mostra aos fãs como o Lione pode ser aproveitado na banda. Possui um refrão "cantem comigo" que pode funcionar muito bem ao vivo.

Storm of Emotions - Excelente balada, mostrando a versatilidade dos instrumentistas, e, sobretudo, do Lione, que dá um show à parte nessa música. Ponto negativo nela é que a entrada repentina do Rafael rompe a atmosfera da música, mas é uma ótima escolha pro tracklist.

Violet Sky - Totalmente inovadora, quanto ao Angra. Difícil até ser caracterizada como música da banda, se tivermos em mente o que já fizeram. Mostra todo o talento do Bruno, toda a genialidade do Rafael (tanto como vocal quanto instrumentista). Uma música que sempre irá surpreender quem a ouve por conta do tempo "quebrado". Mostra como a banda ainda é capaz de se reinventar.

Secret Garden - Faixa-título, algo surpreendente. Linda balada, muito bom refrão. Mais uma vez mostrando que o Angra mudou, e que mudanças nem sempre são ruins. Não dava pra esperar menos de uma música que tem a Simone Simmons como participação.

Upper Levels - Uma das melhores do disco, senão a melhor. Totalmente prog, com uma intro que pode até lembrar "Take the Time" (Dream Theater). Mostra toda a técnica da banda e todo o potencial vocal do Lione. Também não deixa de mostrar o "fator Angra" no fim da música. Provavelmente uma que entrará pro setlist da banda.

Crushing Room - Lindo dueto entre Bittencourt e Doro Pesch, onde cada um soube respeitar o espaço alheio, o que resultou em uma das melhores baladas da banda. Lindos arranjos vocais e instrumentais.

Perfect Symmetry - Mais uma vez traz o "velho Angra" de volta à vida. Se pensarmos em arranjamento / tempo, algo similar à Running Alone. Outra que pode ser muito bem aproveitada pela banda.

Silent Call - Balada acústica, que pode até lembrar "Forgotten Land" (Almah), que nos mostra que Angra consegue fazer coisas muito boas com ideias simples, e também que Rafael é muito bom como vocal, mesmo que este não seja seu ofício.

Um dos melhores lançamentos do ano e da banda, com certeza. Vale a aquisição. "Foram vocês que nos mandaram vários e-mails, dizendo "não importa quem tá cantando. A gente quer que vocês continuem. E foi essa força que fez a gente voltar. (....) Então, pra quem acha que o Angra devia acabar, eu gostaria de dizer que a gente tá apenas começando'".
(BITTENCOURT, Rafael).

Nota 10. CD digno de figurar no Top Five do catálogo da banda.

Tracklist:

1 - Newborn Me
2 - Black Hearted Soul
3 - Final Light
4 = Storm of Emotions
5 - Violet Sky
6 - Secret Garden
7 - Upper Levels
8 - Crushing Room
9 - Perfect Symmetry
10 - Silent Call


Outras resenhas de Secret Garden - Angra

nullnullnullnullnullnullnull




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Angra"


Angra: a coleção em CDs e detalhes sobre os discos na Collectors RoomFöxx Salema: Saiba quais são as principais influências da vocalistaAngra: Kiko Loureiro conta que ainda ajuda a tomar decisões da bandaKiko em Kaza: Gastão Moreira bate um longo papo com Kiko LoureiroAndre Matos: Theocracy faz homenagem ao vocalista no ProgPower USA; assistaRodz Online: 25 Anos de Philips Monsters of Rock 1994 (vídeo)

Marcelo Barbosa: assista a Big Trouble, novo clipe solo do guitarrista do AngraMarcelo Barbosa
Assista a "Big Trouble", novo clipe solo do guitarrista do Angra

Luis Mariutti: os bastidores do reencontro com Edu Falaschi e Alex Holzwarth

Kiko Loureiro: trabalhando em novo disco soloKiko Loureiro
Trabalhando em novo disco solo

Rhapsody: Fabio Lione em entrevista exclusiva ao Brasil

Luis Mariutti: comentando a polêmica participação do Angra no Programa do JôLuis Mariutti
Comentando a polêmica participação do Angra no Programa do Jô

Rafael Bittencourt: novos planos do Angra e do Bittencourt ProjectRafael Bittencourt
Novos planos do Angra e do Bittencourt Project

Kiko Loureiro: História das Antigas #5 Macumba na CachoeiraKiko Loureiro
História das Antigas #5 Macumba na Cachoeira

Luis Mariutti: reagindo à participação do Angra no TV mulherLuis Mariutti
Reagindo à participação do Angra no TV mulher

Angra: tour encerrada com show sold out a banda se recolhe para compor novo álbumAngra
Tour encerrada com show sold out a banda se recolhe para compor novo álbum

Marcelo Barbosa: Se o Kiko voltar, o Angra fica com três guitarristasMarcelo Barbosa
"Se o Kiko voltar, o Angra fica com três guitarristas"

Kiko Loureiro: Mustaine deixou ele dar palpites no novo disco?Kiko Loureiro
Mustaine deixou ele dar palpites no novo disco?

Andre Matos: em vídeo, as mudanças no vocal de 1985 a 2017Andre Matos
Em vídeo, as mudanças no vocal de 1985 a 2017


Quiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 1985Quiet Riot
Quebrando disco de banda brasileira em 1985

Nicko McBrain: pedal duplo é pra caras como Aquiles PriesterNicko McBrain
Pedal duplo é pra caras como Aquiles Priester

Dr. Sin: Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis TadeuDr. Sin
Agora todo mundo lamenta? Vão se foder!, diz Regis Tadeu

Rolling Stones: as 10 melhores segundo a... Rolling StoneSemelhança: vocalistas de rock com vozes quase iguaisAstros mortos: como estariam alguns se ainda estivessem vivos?Religiões: as guerras santas abordadas em letras de Heavy Metal

Sobre Matheus Rodrigues

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336|adClio336