Doomsday Hymn: Som moderno, produção orgânica

Resenha - Doomsday Hymn - Doomsday Hymn

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Interessante o trabalho destes paranaenses, já que optam por fazer uma sonoridade atual, mas sem exagerar nas tendências. O diferencial do Doomsday Hymn é que a banda prima pela técnica sem exagero e apesar dos elementos mais modernos, a banda optou por uma produção mais orgânica.

Momentos bizarros: histórias de Ozzy, Stones, Who e outrosMegadeth: Mustaine fala sobre satanistas, gays e gatos

Desde sua fundação a banda contou com integrantes de gostos distintos e essas influências discorrem na sonoridade da banda. A pegada com 'groove' e muita agressividade nos remete ao Deathcore, mas não se resume apenas a isso.

Ouvindo o versátil trabalho das guitarras atenciosamente, nota-se uma influência de Metal tradicional, inclusive nas melodias. Gil Lopes berra insanamente, mas em seus momentos melódicos (que estão bem encaixados e aparecem de forma equilibrada) é que ele mostra seu potencial, alternando de forma soberba os timbres vocais.

A cozinha não poderia deixar de ser mencionada já que baixo e bateria dão a consistência exata para a estrutura das músicas, com o baterista Jarlisson Jaty (um dos fundadores da banda) explorando bem todas as peças de seu kit. São apenas 3 faixas bem equilibradas, mas acredito que Inner Fight resuma bem a proposta da banda. Aproveite e baixe no site do grupo que é gratuito.

http://www.doomsdayhymn.com/
https://www.facebook.com/DoomsdayHymn




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Doomsday Hymn"


Momentos bizarros: histórias de Ozzy, Stones, Who e outrosMomentos bizarros
Histórias de Ozzy, Stones, Who e outros

Megadeth: Mustaine fala sobre satanistas, gays e gatosMegadeth
Mustaine fala sobre satanistas, gays e gatos

Metallica: fãs pediam que eles transassem com suas namoradas?Metallica
Fãs pediam que eles transassem com suas namoradas?

Iron Maiden: como soa a voz de Bruce Dickinson isolada?Ghost: De quais bandas brasileiras eles gostam?Angra: Quem Kiko Loureiro acha que deve ocupar a sua vaga?Metallica: a história da música "Fade to Black"

Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336