Matérias Mais Lidas

Iron Maiden: debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgiaIron Maiden
Debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgia

Snowy Shaw: ex-King Diamond se oferece para substituir Marko Hietala no NightwishSnowy Shaw
Ex-King Diamond se oferece para substituir Marko Hietala no Nightwish

Rodolfo Abrantes: O sonho da minha mãe era eu voltar aos RaimundosRodolfo Abrantes
"O sonho da minha mãe era eu voltar aos Raimundos"

Nirvana: Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.Nirvana
Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.

Metallica: TikToker que calou haters na guitarra agora tem patrocínio da Sully GuitarsMetallica
TikToker que calou haters na guitarra agora tem patrocínio da Sully Guitars

Carlinhos Brown: ele diz que provocou garrafadas no Rock in Rio 2001 e explica razãoCarlinhos Brown
Ele diz que provocou garrafadas no Rock in Rio 2001 e explica razão

Nirvana: por que, até hoje, Dave Grohl não canta músicas da bandaNirvana
Por que, até hoje, Dave Grohl não canta músicas da banda

Timo Tolkki: Ex-Stratovarius abraça teorias conspiratórias negacionistas sobre Covid19Timo Tolkki
Ex-Stratovarius abraça teorias conspiratórias negacionistas sobre Covid19

Guns N' Roses: Bumblefoot revela quais músicas mais gostava de tocar ao vivoGuns N' Roses
Bumblefoot revela quais músicas mais gostava de tocar ao vivo

Max Cavalera: O único presidente bom do Brasil foi mortoMax Cavalera
"O único presidente bom do Brasil foi morto"

Soul Station: projeto de Paul Stanley com guitarrista brasileiro lança músicaSoul Station
Projeto de Paul Stanley com guitarrista brasileiro lança música

AC/DC: Axl Rose sempre sugeria músicas esquecidas para shows (mas em cima da hora)AC/DC
Axl Rose sempre sugeria músicas esquecidas para shows (mas em cima da hora)

Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás - Parte 1
Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás - Parte 1

Osama Bin Laden: O que havia na sua coleção de cassetes?Osama Bin Laden
O que havia na sua coleção de cassetes?

A Chave do Sol: morre Rubens Gioia, ex-guitarrista da bandaA Chave do Sol
Morre Rubens Gioia, ex-guitarrista da banda


Matérias Recomendadas

Sabaton: Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda suecaSabaton
Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda sueca

Slipknot: Joey Jordison revela o verdadeiro motivo de sua saídaSlipknot
Joey Jordison revela o verdadeiro motivo de sua saída

Metal: as bandas e sub-gêneros mais odiados pelos metalheadsMetal
As bandas e sub-gêneros mais odiados pelos metalheads

Death On Two Legs: a declaração de ódio de Freddie MercuryDeath On Two Legs
A declaração de ódio de Freddie Mercury

Freedom of Expression: o tema do Globo RepórterFreedom of Expression
O tema do Globo Repórter

Baladas de Sangue
Stamp

Death: 26 anos de um álbum realmente pútrido, sujo e formidável

Resenha - Leprosy - Death

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por David Torres, Tradução
Enviar Correções  


No dia 16 de novembro, "Leprosy", o segundo álbum de estúdio do Death, completou o seu aniversário de 26 anos. Lançado pela Combat Records e apresentando uma estonteante arte de capa concebida pelo talentosíssimo ilustrador Edward J. Repka, que é mundialmente famoso por realizar as mais brilhantes artes para centenas de bandas de Death e Thrash Metal, além de ser produzido pelo experiente Scott Burns (Obituary, Terrorizer, Deicide, entre muitos outros), esse registro marca já uma evolução na sonoridade da banda liderada pelo eterno "filósofo" do Death Metal Chuck Shuldiner. Após terem lançado o matador "debut" "Scream Blood Gore" um ano antes, a banda conta nesse lançamento com o guitarrista Rick Rozz (Massacre, (‘M’)Inc.) e o baterista Bill Andrews (Ex-Massacre) e com esse "line up" investem em composições ainda mais elaboradas e geniais do que às de seu disco de estreia.

No dia 16 de novembro, "Leprosy", o segundo álbum de estúdio do Death, completou o seu aniversário de 26 anos. Lançado pela Combat Records e apresentando uma estonteante arte de capa concebida pelo talentosíssimo ilustrador Edward J. Repka, que é mundialmente famoso por realizar as mais brilhantes artes para centenas de bandas de Death e Thrash Metal, além de ser produzido pelo experiente Scott Burns (Obituary, Terrorizer, Deicide, entre muitos outros), esse registro marca já uma evolução na sonoridade da banda liderada pelo eterno A faixa título inicia esse grande petardo com um andamento arrastado e cadenciado. Andamento que, ao longo da música, transita entre momentos velozes e outros mais pausados. Chuck Shuldiner ainda mantém a mesma linha de vocal urrado e rasgado do álbum anterior e executa ao lado de Rick Rozz e Bill Andrews um primoroso trabalho instrumental. Uma grande faixa de abertura que consegue captar exatamente o que o álbum representa e é recheada de "riffs" espetaculares, além de possuir um ótimo refrão. A faixa seguinte, "Born Dead", é uma composição mais rápida e recheada de "riffs" viscerais e linhas violentas de bateria. A terceira música é "Forgotten Past", que novamente possui um bom refrão e um exímio trabalho de guitarras da dupla Schuldiner e Rozz, além de um peso esmagador da bateria de Bill Andrews. Um "riff" esganiçado introduz a violenta "Left To Die", uma canção que faz jus ao seu infame título. Trata-se de uma pancada certeira, recheada de palhetadas imundas e urros bem encaixados.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A clássica "Pull The Plug" vem logo em seguida e é a faixa mais cadenciada do álbum. É uma música que dispensa elogios, especialmente para quem é admirador da banda, contando novamente com um ótimo refrão, "riffs" matadores e vocais maravilhosamente rasgados do início ao fim. A sensacional "Open Casket" dá continuidade ao álbum com mais um grandioso trabalho realizado pela banda. Seus acordes iniciais são extremamente empolgantes e truculentos e incentivam o ouvinte a "banguear" constantemente. Além disso, temos ótimas passagens vocais, ainda mais solos de guitarra estridentes e enlouquecidos e as variações de andamento, por sua vez, são sempre bem construídas e exalam uma atmosfera incrível, aliando brutalidade e harmonia de forma ímpar. Pessoalmente, é uma das minhas faixas favoritas do álbum.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O final do álbum fica reservado para a furiosa "Primitive Ways", seguida da igualmente sensacional "Choke on It". A penúltima faixa é uma composição veloz e profundamente impetuosa. Já a última traz mais uma vez uma combinação perfeita de "riffs" viscerais e intensos com momentos mais harmônicos e melódicos, tudo minuciosamente inserido sem deixar a qualidade do álbum decair por um segundo sequer. Ainda cru e visceral, porém mais trabalhado que seu trabalho de estúdio antecessor, "Leprosy" já mostrava que a banda tinha grandes tendências a evoluir cada vez mais a cada novo lançamento e isso foi realmente comprovado a cada novo álbum.

Um fato curioso sobre o álbum é que o baixista Terry Butler (Denial Fiend, Massacre, Obituary, ex-Six Feet Under) chegou a ser creditado como o responsável pela gravação do baixo "Leprosy", porém, na verdade, foi Chuck Schuldiner quem realmente gravou o instrumento no álbum. Na realidade, Butler apenas se juntou ao Death quando o disco já estava pronto, contribuindo para a gravação de "Spiritual Healing", de 1990. Agora, independente disso, "Leprosy" é certamente um dos álbuns mais importantes e influentes do Metal Extremo e merece estar na coleção de todo fã de música extrema que se preze.

01. Leprosy
02. Born Dead
03. Forgotten Past
04. Left To Die
05. Pull The Plug
06. Open Casket
07. Primitive Ways
08. Choke On It

Escrito por David Torres

Chuck Schuldiner (R.I.P. 2001) (Vocal/Guitarra/Baixo)
Rick Rozz (Guitarra)
Bill Andrews (Bateria)


Tunecore
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Alexi Laiho: gravações inéditas do vocalista cantando Death são divulgadas na InternetAlexi Laiho
Gravações inéditas do vocalista cantando Death são divulgadas na Internet

Death: Biografia de Chuck Schuldiner ganha nova edição

Death: a melhor música de cada álbum de estúdioDeath
A melhor música de cada álbum de estúdio

Death: ex- guitarrista agradece Sebastian Bach e critica a homofobiaDeath
Ex- guitarrista agradece Sebastian Bach e critica a homofobia

Death metal: o melhor álbum de cada ano desde 1985, segundo o LoudwireDeath metal
O melhor álbum de cada ano desde 1985, segundo o Loudwire

Metal Hammer: os melhores álbuns de metal lançados em 1988Metal Hammer
Os melhores álbuns de metal lançados em 1988

Aquiles Priester: cover de Symbolic do DeathAquiles Priester
Cover de "Symbolic" do Death

Pabllo Vittar: de Death a Immortal, veja 8 camisetas de metal que a drag já usouPabllo Vittar
De Death a Immortal, veja 8 camisetas de metal que a drag já usou


Judas Priest: Painkiller e seus diversos coversJudas Priest
Painkiller e seus diversos covers

Gene Hoglan: Os bateristas pegam todas as garotasGene Hoglan
"Os bateristas pegam todas as garotas"


Oh, não!: clássicos que foram estragados pelo tempoOh, não!
Clássicos que foram "estragados" pelo tempo

Cultura inútil: Em quantas músicas Coverdale utilizou love (1)Cultura inútil
Em quantas músicas Coverdale utilizou "love" (1)


Sobre David Torres

Formado em Propaganda & Marketing, se autodenomina "Fanfarrão" graças ao seu senso de humor e modo de enxergar o mundo à sua volta. Apaixonado por filmes de terror, quadrinhos e bandas como D.R.I., Faith No More e Napalm Death, escreve também para o blog Blasting Noise Fanzine. Possui muitos sonhos, dentre eles dar início a um projeto de grindcore.

Mais matérias de David Torres no Whiplash.Net.