Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemTommy Lee postou uma foto com o "Dr. Feelgood" de fora

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemRockstars se manifestam a favor da carta em defesa do estado democrático de direito

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemComo foi a comovente despedida de Dado e Renato Russo, três dias antes da morte

imagemSe não fosse o Queen, Max Cavalera provavelmente não existiria

imagemLutador Wanderlei Silva curte noite curitibana com Angra e Sons of Apollo

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemSteve Perry revela o motivo ter recusado substituir Dave Lee Roth no Van Halen

imagemKiko Loureiro exalta determinação de Mustaine; "Nada pode destruir esse cara"

imagemJoão Gordo se reencontra com o amigo Iggor Cavalera; "Agora falta zerar com o vovô"


Stamp

Judas Priest: Perdendo a relevância atual com disco ridículo

Resenha - Redeemer Of Souls - Judas Priest

Por Alisson Caetano
Em 14/10/14

Nota: 3

Discos como Redeemer of Souls, 17º álbum dos ingleses, me fazem refletir sobre alguns pontos, dentre eles: a importância e significância de algumas bandas veteranas ainda estarem na ativa e, mais importante, se o JUDAS PRIEST fez a escolha certa para a sua carreira ao retornar com Rob Halford depois da fase com Tim "Ripper" Owens, isso tomando por base o próprio retrospecto negativo da banda, com o fraco Angel of Retribution (2005), o confuso e arrastado Nostradamus (2008) e até mesmo o ao vivo A Touch of Evil: Live (2009), nenhum deles dignos de grande atenção frente à carreira da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E os meus pensamentos ganham mais força após ouvir as 13 faixas que compõem Redeemer of Souls, primeiro sem K.K. Downing e com Richie Faulkner cobrindo sua ausência. A falta de inspiração e o autoplágio reinam absolutos nesse disco, isso sem contar a produção porca e as constantes desafinadas que Rob dá durante os mais de 60 minutos que, aqui, se arrastam.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Dragonaut" tenta recauchutar "Between the Hammer and the Anvil" do disco Painkiller e o resultado é patético. "Redeemer of Souls" é do tipo épico vergonhoso e que ficaria de fora do pior disco do Manowar. "Halls of Valhalla" tenta resgatar ideias de Defender of the Faith, porém, todos os problemas citados anteriormente mais o agravante da falta de técnica aqui apresentado por Faulkner jogam de vez a música na vala do esquecimento.

Um parágrafo a parte merece ser escrito para dizer sobre a parte técnica. Ninguém aqui merece destaque, nem mesmo os músicos veteranos conseguem salvar o disco com as já mais que conhecidas batidas intensas de Scott Travis à frente da bateria, nem mesmo Glenn Tipton dá um sopro de qualidade com sua guitarra. Rob Halford chega a dar pena, o outrora grande "Metal God" com seus vocais agudos e potentes dá lugar a alguém que sofre para manter algumas passagens mais agudas por pouco tempo, além de cantar de forma sem brilho em todas as faixas. O substituto de K.K. Downing se limita a seguir os passos de seu antecessor, porém, nem ao menos isso ele consegue fazer com habilidade em todas as faixas, e "Hell & Back" não me deixa mentir quanto a isso.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Eu poderia comentar mais detalhadamente sobre as outras faixas, mas seria desnecessário e repetitivo de minha parte, pois nenhum momento aqui é digno de nota, surpreendendo até mesmo o fã mais cético.

Como saldo final, fiquei com a incômoda impressão de que a banda acha que seus fãs são todos idiotas, ao acreditarem que versões mequetrefes de seus maiores clássicos embalados em uma produção mal acabada e com nenhum pingo de atitude e técnica seriam engolidas sem maiores protestos por seus fãs, como se fosse um retorno às origens ou, pior, um novo clássico absoluto. Desculpa tio Rob e cia., somos muito mais que isso, e para quem não acredita em tudo o que eu disse, por favor, ouça o disco e tire suas conclusões, mas se prepare para a decepção.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tracklist:

1. Dragonaut
2. Redeemer of Souls
3. Halls Of Valhalla
4. Sword of Damocles
5. March of the Damned
6. Down in Flames
7. Hell & Back
8. Cold Blooded
9. Metalizer
10. Crossfire
11. Secrets of the Dead
12. Battle Cry
13. Beginning of the End

Lineup:

Rob Halford - vocais
Glenn Tipton - guitarra
Richie Faulkner - guitarra
Ian Hill - baixo
Scott Travis - bateria


Outras resenhas de Redeemer Of Souls - Judas Priest

Resenha - Redeemer Of Souls - Judas Priest

Resenha - Redeemer Of Souls - Judas Priest

Resenha - Redeemer Of Souls - Judas Priest

Resenha - Redeemer Of Souls - Judas Priest

Resenha - Redeemer of Souls - Judas Priest

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Judas Priest: Rob Halford comenta a influência de David Bowie e Alice Cooper

Mark Morton esqueceu intro de música do Lamb Of God e foi salvo por um celular

Rob Halford compartilha a foto mais metal da semana; "O Rei e Eu"

Metralhadora, celebridade algemada: a louca turnê de "British Steel", do Judas Priest

Dez clássicos do rock e do heavy metal que não têm bateria

Max Cavalera diz que deseja trabalhar com Bruce Dickinson e outros dois ícones do metal

Judas Priest: Rob Halford comenta a influência de Led Zeppelin e Queen

Regis Tadeu analisa "Screaming For Vengeance", um dos maiores clássicos do heavy metal

Judas Priest: Produtor relembra rivalidade positiva entre Glenn Tipton e K. K. Downing

Halford ficou jururu ao saber que Judas vai receber "prêmio de consolação" do Rock Hall

Rob Halford relembra as loucuras do passado; "Nós estávamos dançando com a morte"

Rob Halford mostra a imagem mais pesada que você vai ver nesta semana

Metal FC: confira como seria um time de futebol formado por onze ícones do heavy metal

Judas, Megadeth e Van Halen aparecem em lista de "50 piores músicas" de grandes artistas

"O Iced Earth era tão grande quanto o Judas Priest", diz Tim Ripper Owens

Guns N' Roses: Éramos mais Judas Priest que o Judas Priest!

Dez álbuns lançados nos anos 80 que todo headbanger deveria ouvir ao menos uma vez

Björn Strid ficou emocionado quando Halford elogiou o Soilwork; "Chorei por duas horas"

Kiss: como foi demitir Eric Carr em seu leito de morte

O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?


Sobre Alisson Caetano

Reside no município de Santo Antônio da Platina, PR. Apreciador de música de qualidade, independente do estilo (com maior ênfase nos sons extremos). Redator no blog iniciante The Freak Zine, além de enviar alguns materiais para o Whiplash.

Mais matérias de Alisson Caetano.